Google+ Followers

domingo, 11 de agosto de 2013

por toda a minha vida...


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia do Sol, na 2ª hora de Mercúrio: A Criança (Príncipe de Espadas) + as cartas de corte: A Lua (8 de Copas) e O Coração (Príncipe de Copas). A carta da criança rege a casa V da mandala astrológica, casa relativa ao signo de Leão, terreno dos filhos e dos prazeres, e representa horizontes abertos, espontaneidade, alegria, pureza, inocência e criatividade. A Criança carrega ainda a proteção dos queridos Erês. A carta da lua rege o signo de Câncer e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios. A carta do coração rege a casa VII, casa de Libra, onde temos a lua em trânsito e esfera dos nossos relacionamentos íntimos e parcerias. O Coração representa amor e paixão.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua nova em Libra em sextil com o Sol em Leão, oposta a Urano retrógrado em Áries, em quadratura com Marte em Câncer, provocando uma quadratura em T com Júpiter em Câncer e Plutão retrógrado em Capricórnio e participando por tabela da outra quadratura em T com Plutão, Júpiter e Urano. Vênus em Virgem aplica sextil a Marte em Câncer. Sol está em trígono com Urano. Mercúrio em Leão quadra Saturno em Escorpião. Júpiter aplica trígono a Nodo Norte escorpiano. Plutão continua o rei do pedaço, com os mesmos aspectos de ontem: faz sextil com Nodo Norte e exerce influência sobre o milagroso trígono de água através de bisextil com Saturno retrógrado em Capricórnio e com Netuno retrógrado em Peixes, além do envolvimento direto nas duas quadraturas em T. Meio do Céu em Libra e Ascendente em Capricórnio na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Hoje temos praticamente a mesma atmosfera de ontem, acrescida de uma certa inquietação e rebeldia internas. Geralmente damos um jeito de empurrar pra depois o que incomoda internamente mas ainda não temos suporte para lidar com aquilo, então fechamos aquele compartimento e fingimos que nada remói por ali. Seguimos disfarçando até que de uma hora pra outra o processo se agiganta e não cabe mais dentro, é pressão demais, sai desembestado nas palavras muitas vezes sequer elaboradas. Quando a gente percebe, já foi. E o mais interessante que até chegar a esse ponto nem a gente mesmo sabe a dimensão da coisa... quando o misterioso roedor escondido é finalmente cuspido, elabora-se. É também o princípio da cura. É isso que Plutão faz com muita perfeição, intensifica mais e mais até que o mundo de dentro encontre a via de escape pra se transmutar, comunicar a descoberta dos tesouros. Saturno escorpiano também pede por isso em sua quadratura com Mercúrio canceriano, cobra expressão do processador de palavras, que acaba atropelando o processo, descarregando confissões inusitadas e irreverentes por conta do emocional instigado pela oposição Lua-Urano. Um dia também de insights criativos. E hoje é dia de Santa Clara, que ela nos auxilie com muita luz!

As cartas trazem a espontaneidade pura e imatura da criança, que não processa mesmo antes de traduzir com todas as letras os recônditos (A Lua), porque ela é, antes de tudo que consiga doravante corrompê-la, ainda movida pelo coração (O Coração).

No Dia dos Pais, as cartas também despertaram a minha criança interna (A Criança), bastante saudosa (A Lua) do amor eterno (O Coração) pelo pai. Presença muito forte e dolorida também nas minhas lembranças de hoje. Desde cedo ouvindo Tom Jobim e é claro que é dele que vem a homenagem pra você, paizão (como eu te chamava e chamo até hoje), com todo o meu amor... Eu sei que vou te amar

Gratidão imensa e feliz Dia dos Pais para todos vocês, pais, filhos e filhas!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

2 comentários: