Google+ Followers

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

chama de vida


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Júpiter, na 2ª hora de Vênus: A Cruz (6 de Paus) + as cartas de corte: O Cavaleiro (9 de Copas) e A Criança (Príncipe de Espadas). A carta da cruz rege a casa XII da mandala astrológica, local dos assuntos sagrados, do nosso inconsciente e do plano maior para as nossas vidas, a conexão com o sagrado. Este arcano fala do nosso destino, da nossa missão de vida e das conquistas que alcançamos através da fé. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, o planeta do nosso plano mental, de como percebemos a comunicação e a forma como interagimos com ela, em todos os níveis. O Cavaleiro também representa a atitude em consonância com a palavra, a ação entusiasmada e com presteza. Ele é também chamado de mensageiro e carrega a forte proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel. A carta da criança rege a casa V da astrologia, casa dos filhos, da criatividade e dos prazeres, e representa pureza, espontaneidade, alegria e energia criativa. A Criança carrega a proteção dos Erês.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua crescente em Sagitário quadrada a Netuno retrógrado em Peixes e ativando um grande trígono de fogo com Urano retrógrado em Áries e Mercúrio em Leão. Plutão retrógrado em Capricórnio faz sextis com Saturno e Nodo Norte escorpianos e lidera um dos vértices da quadratura em T, com Júpiter em Câncer e Urano retrógrado em Áries. Prossegue o grande trígono de água, com Júpiter e Lilith, Saturno e Netuno. Mercúrio quadra Nodo Norte. Meio do Céu em Libra e Ascendente em Capricórnio na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua sagitariana por si só já é a grande entusiasmada do astral, em ritmo de expansão por conta da fase crescente e capitaneando um poderoso trígono de fogo, ganha ainda mais força e otimismo. Se há tempos temos sido influenciados pelo trígono sagrado das águas, que continua firme e nos chama para um envolvimento maior com o mundo das emoções, agora temos a chancela do elemento fogo para criar, acreditar e colocar em prática tudo que temos apreendido a respeito dos sentimentos, nossos e alheios. Hora de fazer acontecer! E essa ação está vinculada à comunicação. As águas ativam o nosso sentir, o fogo expande esse sentir, nos trazendo a chance de incorporá-lo ao nosso ser de maneira que não reste dúvida para o mundo, e principalmente para nós, do que queremos transformar, de quem queremos ser e já somos. É despertar a nossa essência, injetar entusiasmo nas nossas atitudes e palavras, vibrando coerência em nossa presença. Sempre tive o abençoado dom de perceber o fogo nas pessoas. Quem tem uma chama que arde dentro acredita no seu sonho e corre atrás dele. Pode ter momentos menos felizes, como todos temos, mas tem algo que pulsa indisfarçavelmente. E isso a gente percebe só de olhar... é uma faísca que se revela nos olhos, por vezes intensa e por outras sutil, mas sempre lá. É chama de vida, tesão, impulso que precede a criação.

As cartas, deliciosamente sintonizadas, confirmam que a ação firme e entusiasmada (O Cavaleiro) aliada à pureza de sentimentos e à certeza absoluta de que merecemos o prazer de vivenciar toda a alegria e autenticidade de pisar com inteireza no sonho que acalentamos (A Criança) é a varinha de condão em nossas mãos, a capacidade de cocriar o nosso destino (A Cruz). Tudo isso com a ajuda de Júpiter, o grande benéfico, e na hora planetária de Vênus, a cereja do bolo trazendo amor, beleza e encantamento para enriquecer nosso cenário.

Gratidão imensa!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário