Google+ Followers

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

minor swing


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Mercúrio, na 2ª hora de Marte: O Jardim (8 de Espadas) + as cartas de corte: O Cavaleiro (9 de Copas) e Os Pássaros (7 de Ouros). A carta do jardim rege a casa X da mandala astrológica, nós diante do mundo, nossa meta de realização pessoal, nosso reconhecimento, e diz respeito aos ambientes que frequentamos e como somos influenciados por eles bem como os influenciamos. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel. A carta dos pássaros é regida por Urano, o planeta irreverente que nos traz as coisas de surpresa, e representa romance, alegrias, conversas entre pessoas queridas, leveza, noção de pertencimento, comunicações.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua minguante em Virgem conjunta a Marte e fora de curso (sem aspectos) até às 20h01, quando entra em Libra, em sextil com o Sol em Sagitário. Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer se opõem a Vênus em Capricórnio e fazem trígono com Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião. Netuno em Peixes quadra o Sol em Sagitário e faz trígono com Nodo Norte em Escorpião. Vênus em Capricórnio faz sextil com Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião. Plutão em Capricórnio quadra Urano e faz sextil com Nodo Norte em Escorpião. Marte em Virgem faz sextil com Júpiter retrógrado em Câncer. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Depois de um dia inteiro fora de curso em Virgem, a lua minguante alcança Libra e e se enlaça em bom aspecto com o Sol em Sagitário. A noite traz harmonia e gentileza, bem como belas oportunidades de conciliação pelo diálogo. Em Libra somos chamados a ver e ouvir o outro lado, ponderar e chegar a uma opinião partilhada. Cada ser humano afinal carrega uma bagagem diferente de valores, que faz com que veja as coisas sob a sua verdade, herdada das suas origens e enriquecida ao longo da vida. A lua libriana nos sensibiliza a, se não entender, pelo menos aceitar e respeitar pontos de vista diferentes dos nossos. E, por ser um signo de ar e regido por Vênus, empresta às trocas uma atmosfera gentil e prazerosa. Libra não gosta de grosseria e, por isso escolhe as palavras, pondera. A leveza também é uma forte característica desse signo venusiano. Teremos então, em meio ao cenário pesado que finaliza a difícil lunação escorpiana, dias bastante propícios para conversações, que devem ser aproveitados se há vontade legítima de promover acordos. Amanhã a lua libriana já começa a envolver-se numa quadratura em T com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos e com a Vênus capricorniana, aprofundando o exercício do diálogo, especialmente os mais difíceis, com fantasmas do passado sendo convocados também, mas oferecendo às partes a chance de chegar ao entendimento. A balança de Libra tem um vínculo estreito com a carta da Justiça do Tarot, nos conduzindo a um viés mais racional e menos emocional, embora a metáfora do "coração leve como uma pena" esteja presente no equilíbrio dos pratos dessa balança. Quanto mais verdadeiros formos na nossa expressão, mais perto da harmonia chegaremos.

As cartas nos trazem o Jardim em destaque, influenciado pelo Cavaleiro e pelos Pássaros, em sintonia com o céu, nos convocando ao encontro para conversações com vistas ao entendimento, à harmonia, à colheita de tudo aquilo que plantamos.

Hoje vamos de Django Reinhardt e Stéphane Grappelli, com a leveza deliciosa de Minor Swing.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário