Google+ Followers

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

i say a little prayer


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 2ª hora do Sol: O Buquê (Rainha de Espadas) + as cartas de corte: O Cavaleiro (9 de Copas) e A Cigana (Ás de Espadas). A carta do buquê é regida por Júpiter, o grande benéfico do astral, e representa sorte, felicidade, mimos, gentileza, belas surpresas e realizações, além da proteção da sábia orixá Nanã Buruquê. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel. A carta da cigana é regida por Vênus e representa a mim e a todas as mulheres que frequentam o Salamalek Tarot, bem como a mulher mais importante da vida dos homens que passam por aqui.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua cheia em Gêmeos em sextil com Urano retrógrado em Áries. Netno em Peixes quadra o Sol em Escorpião e faz trígono com Mercúrio e Nodo Norte conjuntos, também em Escorpião. Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio quadram Urano retrógrado em Áries e fazem sextis com Saturno e com Mercúrio e Nodo Norte conjuntos, todos em Escorpião. Sol escorpiano faz trígono com Júpiter em Câncer. Marte em Virgem faz bisextil com Júpiter em Câncer e com Saturno em Escorpião. Júpiter e Lilith estão conjuntos em Câncer. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua cheia geminiana está em sextil com Urano. Eita que hoje é dia de rasgar o verbo! Só que não. Embora Gêmeos seja o signo da comunicação, seu regente (Mercúrio) está em Escorpião, e lá ele presta muita atenção, nada lhe escapa, mas falar mesmo que é bom... mais pensa do que fala, e quando fala economiza. Então o astral de hoje está muito mais para percepção e a intuição como uma flecha certeira. A atividade mental também estará bastante alta, com os pensamentos jorrando em profusão e, para os paranóicos de plantão, um reforço nas sugestões totalmente descabidas ativadas pelo monstrinho interno, o danado do ego. Netuno está em trígono com Mercúrio, e aí a via é dupla, a depender da vibração de cada um. Podemos nos inspirar com ideias geniais e enriquecer nossos sonhos com enfeites encantadores, ou podemos acionar a confusão dos pesadelos. Bem, existe uma receitinha básica e abençoada para limpar memórias que pode e deve ser usada sem moderação hoje: Ho'oponopono. Para quem ainda não conhece, é uma poderosa terapia de cura praticada pela repetição de quatro sentenças básicas que têm o poder de acabar com a conversa mental incessante, dentre outros tantos benefícios conquistados pelo praticante ao longo do tempo. As quatro sentenças milagrosas são: Sinto muito, me perdoa, eu te amo, sou grata. Para saber mais, clique aqui. No mais, também temos Vênus e Mercúrio em lindo aspecto, os dois bastante empoderados. Vênus conjunta a Plutão e Mercúrio conjunto ao Nodo Norte. Uma flor rara se oferece, mas ainda são poucos os que sabem apreciar seu perfume. Que a nobreza dessas articulações possam ser captadas por nós com perfeição nesta noite altamente intuitiva, para que com uma nova consciência, mais conectada ao coração, transformemos a nós mesmos e por conseguinte as nossas relações no melhor que podemos ser.

As cartas nos trazem o buquê em destaque, com a influência do cavaleiro e da cigana, duas cartas da tiragem de ontem repetidas hoje por aqui, desta vez a nos mostrar Vênus (A Cigana) que, com a atitude e palavra sintonizadas (O Cavaleiro/Mercúrio), merece alcançar as belas surpresas e realizações do Buquê.

E, só pra evidenciar a sintonia perfeita dessas cartas com o céu, hoje fui eu mesma o exemplo vivo e compartilho com vocês. Minha Vênus caprica (A Cigana/eu mesma), praticamente no mesmo grau da conjunção de Vênus e Plutão, em sextil com Mercúrio (O Cavaleiro), ganhou um presente surpresa (O Buquê). O presente foi uma sandália divina que há tempos namorava e hoje ganhei num sorteio oferecido pela loja, igualmente divina. Sensacional!

Na vibração da gratidão, hoje vamos de Burt Bacharach, na versão original e maravilhosa de Dionne Warwick: I Say A Little Prayer.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário