Google+ Followers

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

blackbird


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Marte, na 2ª hora de Mercúrio: O Jardim (8 de Espadas) + as cartas de corte: A Casa (♥ Rei de Copas ♥) e Os Lírios (Rei de Espadas). A carta do jardim rege a casa X da mandala astrológica, nós diante do mundo, nossa meta de realização pessoal, nosso reconhecimento, e diz respeito aos ambientes que frequentamos e como somos influenciados por eles bem como os influenciamos. O Jardim representa encontros prazerosos, ambientes agradáveis, bem-estar, colheitas. A carta da casa rege a casa IV da mandala astrológica, casa de Câncer, onde temos Júpiter retrógrado e Lilith em trânsito, e representa segurança emocional, equilíbrio, proteção, bem como o nosso eu, o nosso lar, a nossa intimidade e a nossa família. A carta dos Lírios é regida pela Lua e nos fala de paz, serenidade, bem-estar, amorosidade, além de carregar a proteção da orixá Oxum.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua minguante em Capricórnio conjunta a Plutão e Vênus, oposta a Júpiter R em Câncer e em sextil com Saturno em Escorpião. À noite, às 21h19, a lua inicia também uma quadratura com Marte. Mais tarde, às 22h38, conjunta apenas a Vênus, ela fecha quadratura em T com Marte e Nodo Norte conjuntos e Lilith. Com estes aspectos, ela fica fora de curso (vazia de aspectos) a partir das 07h52 e assim permanece até às 11h57, quando entra em Aquário. Plutão faz quadratura em T com Urano em Áries e Júpiter R em Câncer. Às 19h47 Plutão inicia um sextil com o Sol. Saturno em Escorpião quadra Mercúrio R em Aquário e faz sextil com Vênus em Capricórnio. Marte e Nodo Norte conjuntos em Libra quadram Lilith em Câncer e Vênus em Capricórnio e fazem trígono com Sol e Netuno conjuntos em Peixes. Júpiter R em Câncer também faz trígono com Sol e Netuno conjuntos em Peixes. Meio do Céu em Touro e Ascendente em Leão na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua minguante em Capricórnio aliada a Plutão e Vênus, se opõe a Júpiter R e se harmoniza com Saturno, aprofundando o mergulho em plena maré vazante, compromissada até a alma com as questões de relacionamento íntimo, relações familiares, finanças e imagem social. Para isso, recebe a força de seu dispositor, Saturno. À noite ela se afasta de Plutão, amenizando um pouco a intensidade, embora ainda metida no conflito com Urano e Júpiter. E, para completar, fecha questão com Vênus contra Marte, Nodo Norte e Lilith. O clima intenso, encorajado durante o dia todo, não consegue furar o bloqueio gélido da lua madrasta, durona e difícil de derreter. Encostada em Vênus e com a chancela de Saturno, ela aprofunda os vínculos já consolidados, mas dificulta as manifestações românticas que aproximam ou reaproximam laços, desencorajando as conquistas. O que já estava começando a embalar, num clima ardente, tende a pisar no freio para pensar se é isso mesmo que se pensava ou se não passava de uma grande viagem na maionese. A realidade pode ser bem dura. Os humores também, rebaixados pelo excesso de praticidade. Quem está junto de verdade, cresce junto nos desafios. Quem não tá lá essas coisas, tende a um desprezo ainda maior. O clima pode ser frustrante, bem ao estilo balde de água fria mesmo. E com os aspectos desarmônicos que a lua faz à noite, a frustração pode despertar posturas agressivas, encorajando discussões, brigas e até rompimentos. Acusações fortes podem ser trocadas, desenterrando coisas engolidas no passado para jogar na cara do outro, num processo nada bonito de manipulação. Já sabendo dessas tendências, melhor não comprar contendas nem aceitar provocações. Antes de apontar o dedo, reveja dentro de si e encontre as falhas na autoestima que o motivam a colocar a culpa no outro, tentando se esquivar da responsabilidade em questões que são muito mais suas e pedem uma postura mais madura. Medite, respire, desperte o poder adormecido aí dentro. Fique na sua. Hoje é daqueles dias (e noites) que só o mundo de dentro pode te salvar de você mesmo.

O dia foi bem corrido por aqui, por isso só consigo postar agora. Antes tarde do que nunca, bem de acordo com as restrições do senhor do tempo, no comando das horas com a lua no reino das cabras.

As cartas nos trazem o Jardim em destaque, influenciado pela Casa e pelos Lírios. Antes de botar a cara no mundo, ame-se. Encontre harmonia e acolhida no centro do seu ser ou no colo da mãe se for o caso. Só assim, nutrido e apaziguado, você terá coisas boas para oferecer a quem quer que seja, nas mãos, no coração e na atitude. Se for para distribuir mais conflito, contenha-se. Deixe sua cara trancada de olhos fechados, olhando só pra você. Vai por mim, vai ser melhor assim. A faca solta no ar hoje tem duas pontas afiadas, pronta para ferir também quem a empunha. Só por hoje fique frio. Aproveite a raiva para se conhecer melhor. Por incrível que pareça, ela pode ser um excelente despertador da fé para quem tem dificuldade em encontrar o próprio poder. Sob o domínio da raiva a gente se agiganta e até se assusta com tanta força desconhecida. Aprenda a transformar essa energia desbeiçada em fé, foco e coragem para a batalha mais difícil da vida, a do ego contra a essência.

Imagine como o mundo pode ser um lugar melhor e mais prazeroso se cada um tratar de cuidar do próprio jardim. Imagine...

A canção de hoje bem poderia ser o hino de paz dos Beatles, mas preferi uma mais afinada com o clima saturnino, de um beatle também, o melhor deles na minha opinião. Vamos de Paul McCartney, com Blackbird.

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário