Google+ Followers

quinta-feira, 18 de julho de 2013

sensibilidade...


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Júpiter, na 2ª hora de Mercúrio: A Lua (8 de Copas) + as cartas de corte: A Cartinha (7 de Espadas) e A Chave (8 de Ouros). A carta da lua rege Câncer, signo da lunação atual, e nos traz honrarias por merecimento, conquistas, desde que saibamos enxergar além das sombras... as nossas próprias. A carta da cartinha rege a casa III da mandala astrológica, lugar das nossas comunicações e trocas com os outros, e nos fala de mensagens, convites e comunicados a caminho. A carta da chave é regida pelo Sol e representa o poder de abrir caminhos, soluções.

No céu do dia temos a Lua crescente em Sagitário em trígono com o Sol, quadrada a Vênus em Leão e quadrada a Netuno retrógrado em Peixes. Plutão retrógrado em Capricórnio faz sextis com Saturno e Nodo Norte em Escorpião e opõe-se a Júpiter e a Mercúrio retrógrado, fechando com este último a quadratura em T que também envolve Urano retrógrado em Áries. O milagroso e intenso trígono de água prossegue, com Marte e Júpiter conjuntos em Câncer, Saturno em Escorpião e Netuno retrógrado em Peixes.Meio do Céu em Libra e Ascendente em Capricórnio na hora da tiragem das cartas.

A lua está no arqueiro, abrindo os canais de comunicação elevada, mas quadrada a Netuno pede que se pondere antes de vergar o arco, para não correr o risco de desviar-se do alvo. Temos ainda a quadratura em T envolvendo três retrógrados e Mercúrio entre eles, o planeta responsável pela comunicação. Coloque-se no lugar do alvo para ter certeza do que vai dizer. Há risco de pecar pelo exagero, ofender, magoar. Vênus e Lua estão quadradas também. Por outro lado, é hora das verdades, especialidade da lua sagitariana. Seja franco, mas guarde as farpas. Toda ferida que se provoca nada mais é do que a própria dor lançada ao outro... projeção desnecessária. A intensidade das águas está para todos e é harmônica (trígonos), apontando o entendimento pela via do amor. Senão vira mágoa, afoga, derrama o caldo e separa em vez de unir. É com sensibilidade que se alcança o intento.

As cartas da Lua e da Chave vieram antes de ontem, com a lua do céu em Escorpião. Hoje elas voltam a pedir acesso para o que está oculto, para o entendimento, nos mostrando que a mensagem (a carta) pode encontrar sombra ou luz (a lua). Elabore bem... faça uso da chave que tem nas mãos para abrir e não fechar portas.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Imagem: Baralho Cigano

2 comentários: