Google+ Followers

segunda-feira, 29 de julho de 2013

diamante sagrado


Boa tarde, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 2ª hora de Júpiter: A Árvore (7 de Copas) + as cartas de corte: A Cartinha (7 de Espadas) + O Buquê (Rainha de Espadas). A carta da árvore rege o signo de Virgem, morada atual de Vênus e Meio do Céu na hora em que as cartas saem do baralho. A Árvore representa prosperidade e bem-aventurança, fortalecendo especialmente as questões emocionais. A carta da cartinha rege a casa III da mandala astrológica, lugar de regência de Mercúrio, o planeta das comunicações e das trocas, e nos fala sobre convites, notícias, mensagens, avisos, sonhos. A carta do buquê é regida por Júpiter, o grande benéfico do zodíaco e dono da hora planetária em que a tiragem de hoje foi feita. Ela nos fala de alegrias, gentileza, fé, realizações e sorte. O Buquê carrega ainda a sábia proteção da orixá Nanã.

Pausa para os aspectos do Céu:
Lua minguante em Touro comanda uma das pontas do sagrado diamante cósmico, recheado pela Estrela de David. Hoje nada é mais importante que essa configuração rara e benevolente, ligando os signos de terra e água através de sextis entre os planetas em trânsito e sobrepondo dois grandes trígonos invertidos, um de água outro de terra, resultando na estrela de seis pontas. Além da Lua em Touro, os planetas envolvidos no aspecto são: Vênus em Virgem, Plutão retrógrado em Capricórnio, Marte e Júpiter conjuntos em Câncer, Saturno em Escorpião e Netuno retrógrado em Peixes. A formação permanece durante todo o dia, mas o aspecto exato acontece às 19h32 (hora do Brasil). Observem a rara figura geométrica na imagem abaixo:


Conselho do Dia:
É claro que não há apenas os lindos aspectos da configuração mágica no céu de hoje. Por dentro dessa imagem poderosa temos duas quadraturas em T (cada uma delas formada por 2 quadraturas e 1 oposição), trazendo aspectos difíceis a serem trabalhados. Mas o grande sextil cósmico é um facilitador, um grande harmonizador de conflitos, um arranjo sagrado e raro, registrado pela última vez em fevereiro de 1945, como que abrindo alas para as negociações que culminaram com o fim da 2ª grande guerra mundial. A diferença está naquilo que damos mais importância, a escolha entre problemas ou soluções. Sempre haverá alguma oposição, alguma dificuldade, a vida é assim. O grande sextil engole com prazer as quadraturas e oposições, é o que vejo e sinto. A generosa ligação entre terra e água nos capacita a criar, tal qual os ceramistas, a arte que quisermos... se vibrarmos amor, é ele que encontraremos fora de nós também. A estrela de seis pontas é vista como um símbolo de encontro entre as forças femininas (triângulo com o cume voltado para baixo) e masculinas (cume voltado para cima). Temos então a geometria sagrada a serviço do amor. Aproveitemos!

As cartas nos trazem a possibilidade de comunicação (A Cartinha) com o alto, numa vibração amorosa de gratidão, fé, otimismo e bem-aventurança (O Buquê), para conquistarmos prosperidade, o poder de cocriar raízes sólidas, crescimento saudável e generosa colheita ( A Árvore) em tudo que amamos e queremos ver expandir-se, especialmente nas nossas relações amorosas.

Deixo para vocês um vídeo que amo sobre Geometria Sagrada, muito apropriado para esse dia tão especial. Já perdi a conta do número de vezes que chorei com ele. Hoje chorei outra vez. É lindíssimo e desperta a força do sagrado em nós. Vejam por vocês mesmos!
Naturaleza Fractal - Geometria Sagrada y Numeros

Gratidão imensa!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

4 comentários: