Google+ Followers

terça-feira, 9 de julho de 2013

o chamado


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Marte, na 2ª hora da Lua: O Sol (Ás de Ouros) + as cartas de corte: O Buquê (Rainha de Espadas) e O Cigano (Ás de Copas). A carta do sol rege o signo de Leão, onde temos Lua e Vênus, e vibra caminhos abertos, vigor, prosperidade, nutrição, sucesso, alma. A carta do buquê é regida por Júpiter, o grande benéfico, carta muito abençoada que nos traz felicidade, mimos, gentileza, sorte, generosidade, sabedoria. O buquê carrega ainda a proteção dos Pretos Velhos e da orixá Nanã. A carta do cigano é regida por Marte, o planeta da ação, e representa os homens que frequentam o Salamalek Tarot, bem como o homem mais importante da vida das mulheres assíduas deste espaço.

No céu do dia temos a Lua nova em Leão quadrada a Saturno em Escorpião. Vênus também está em Leão, quadrada ao Nodo Norte em Escorpião e em trígono com Urano em Áries. Sol canceriano faz trígono com Nodo Norte. Plutão retrógrado em Capricórnio está em sextil com Nodo Norte e com Netuno retrógrado em Peixes. Marte em Gêmeos já forma conjunção com Júpiter em Câncer. A quadratura em T prossegue (Urano, Sol e Plutão), engrossada por Mercúrio retrógrado, que está conjunto ao Sol. O grande trígono das águas também prossegue, sustentado por Júpiter em Câncer, Saturno em Escorpião e Netuno retrógrado em Peixes, recebendo também influências da Lilith canceriana e do Marte geminiano, conjuntos a Júpiter. Meio do Céu em Virgem e Ascendente em Capricórnio na hora da tiragem das cartas.

A lua chega à realeza, mas quadrada a Saturno sente-se limitada e praticamente perde a majestade... o entusiasmo fica contido. Temos um predomínio de planetas em água, especialmente em Câncer, o signo mais nostálgico do zodíaco, e é justamente lá que Mercúrio está retrógrado, nos lembrando com muita força o que e quem nos faz falta. O Nodo Norte, também em signo de água, nos mostra o futuro ideal, como uma brecha nas cortinas ainda fechadas do palco, permitindo-nos espiar o espetáculo quase pronto e instalando um forte desejo de pertencimento ali. Um impulso para o salto nasce dentro, mas um sopro interno faz recuar, querendo certeza da segurança no chão a ser pisado. O novo pede passagem, o velho tem medo de ousar. Dentro do peito, o sentimento rói e avisa que, para obter aquilo que se quer tanto, é preciso coragem. A cura cristalina está disponível para quem consegue perceber e escolher a vibração. Os milagres estão ao alcance das mãos, é só esticá-las e colher o fruto maduro que se oferece. O grande acolhedor do zodíaco (Câncer) abrigou a nova lunação com a casa cheia, regente domiciliada (Lua) e ligada às outras águas num poderoso triângulo. Os sinais são muitos. Marte avança atingindo os últimos graus de Gêmeos e se aproximando de Júpiter, que fortalece a sua coragem, empodera o guerreiro. Quem sabe agora vai?

As cartas nos mostram a ação (O Cigano/Marte) motivada pela saudade de um tempo feliz (O Buquê) e pelo desejo profundo da alma (O Sol).

Deixo para vocês uma linda canção que tem tudo a ver com o céu e com as cartas: O Chamado, de Marina Lima.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Symbolon Tarot

2 comentários: