Google+ Followers

quarta-feira, 24 de julho de 2013

alquimia


Boa tarde, queridos!

Ontem não consegui postar, meu dia foi bastante corrido, bem ao estilo lua em Aquário em aspecto com Urano... doidivanas! Mas vamos às cartas de hoje, dia de Mercúrio, na 2ª hora de Mercúrio: Os Lírios (Rei de Espadas) + as cartas de corte: Os Peixes (Rei de Ouros) e A Chave (8 de Ouros). A carta dos lírios é regida pela Lua e nos traz paz de espírito, leveza, bem-estar, além da proteção amorosa de Mamãe Oxum. A carta dos peixes rege a casa II da mandala astrológica, dos nossos valores e posses, e representa fartura, fluidez, materialização, prosperidade. A carta da chave, com uma constância impressionante por aqui, é regida pelo Sol, e representa soluções e o poder de abrir caminhos.

No céu do dia temos a Lua cheia nos últimos graus de Aquário, já formando conjunção a Netuno retrógrado em Peixes, oposta a Vênus em Virgem e em trígonos com Saturno em Escorpião e com Lilith em Câncer. Vênus em Virgem, oposta a Netuno e Lua, aplica sextis ao trígono Marte-Saturno, recebendo desta forma a influência do poderoso trígono de água entre Marte e Júpiter em Câncer, Saturno em Escorpião e Netuno retrógrado em Peixes, com a participação da lua, já em conjunção e após às 15h20 também em Peixes. Sol em Leão quadra Saturno. Nodo Norte em Escorpião faz trígono com Mercúrio em Câncer. Plutão retrógrado em Capricórnio aplica sextis a Saturno e Nodo Norte escorpianos e a Netuno retrógrado em Peixes e opõe-se a Marte, Júpiter, Lilith e Mercúrio em Câncer, fechando com este último a quadratura em T que também envolve Urano retrógrado em Áries. Meio do Céu em Leão e Ascendente em Escorpião na hora da tiragem das cartas.

Que céu abençoado! Água e terra convidando à mistura, com o cuidado necessário para a proporção de cada um. Os ceramistas sabem que a medida ideal não desanda, materializa a arte que será curada pelo fogo do Sol leonino para ganhar vida longa. Então mais uma vez o astral nos chama ao equilíbrio, agora no eixo Peixes/Virgem, exercitando a humanidade e a humildade, o critério e o sagrado, análise e síntese. As pequenas coisas contribuindo para a grandiosidade e mistério do todo. O caminho do meio, ponderando o exagero (uma das facetas de Júpiter, o grande benéfico que conjunto a Marte impulsiona a ação) para que o intento não se perca no oceano de ilusões. Alquimia!

As cartas nos ensinam a fluir na vibração da prosperidade (os peixes) para cocriar (a chave) a doçura sustentada pela paz (os lírios).

Gratidão imensa!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

2 comentários: