Google+ Followers

terça-feira, 16 de julho de 2013

luz e mistério


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Marte, na 2ª hora de Mercúrio: A Lua (8 de Copas) + as cartas de corte: O Sol (Ás de Ouros) e A Chave (8 de Ouros). A carta da lua rege o signo de Câncer, signo da lunação atual e onde temos um stellium (Sol, Mercúrio, Júpiter, Marte e Lilith), e nos fala sobre honrarias por merecimento, mistérios, coisas ocultas dos nossos olhos e muita intuição. A carta do sol rege o signo de Leão, onde temos a Vênus solitária e sem aspectos, e nos traz esclarecimentos, força, prosperidade, caminhos abertos e abençoados. A carta da chave é regida pelo Sol e nos equipa com a possibilidade de desvendar mistérios e segredos e abrir caminhos. É a própria chave em nossas mãos.

No céu do dia temos a Lua crescente em Escorpião quadrada ao Sol em Câncer e conjunta a Saturno, participando portanto do sagrado trígono que une os signos de água. Nodo Norte em Escorpião faz trígono com Mercúrio retrógrado em Câncer e sextil com Plutão retrógrado em Capricórnio. Plutão também faz sextil com Netuno retrógrado em Peixes e se opõe a Júpiter canceriano. Plutão também fecha a quadratura em T com Urano em Áries e Mercúrio retrógrado. O triângulo das águas segue liderado por Marte e Júpiter em Câncer, Saturno e Lua em Escorpião e Netuno retrógrado em Peixes. À noite a lua escorpiana se livra da quadratura com o Sol e aplica sextil a Plutão retrógrado. Meio do Céu em Virgem e Ascendente em Capricórnio na hora da tiragem das cartas.

Quanta intensidade! Momento de respirar fundo e respeitar o veneno alheio e próprio, sabendo que a diferença entre a morte e a cura é a dose. A lua escorpiana já é feiticeira por si só, aliada a Saturno e ligada a Plutão, seu regente, ela atinge uma oitava de si. Sem contar que hoje ela também sustenta um dos vértices do triângulo das bermudas... bem pode ser assim chamado, pelo potencial de magia que contém. O poder de investigação é enriquecido pela intuição, punhal afiadíssimo hoje. Além disso, a lua já dialogou o dia todo com o sol, no exercício da quadratura que já buscava incidir luz no que está mocado. Hoje não será fácil desviar-se das confissões se inquirido for. Escorpião vai ao fundo e belisca a ferida até sangrar... revelar. Mais uma vez o cuidado com a dose do veneno. E amanhã a coisa esquenta: tem mais lua escorpiana e o louco-varrido Urano inverte seus ventos. Retrógrado, volta ao passado pra ajudar a derrubar ruínas e mudar o rumo das coisas. É certo que o alívio virá, não há o que temer. O universo é sábio e leva o que não tem que ser, a gente é que é teimoso e se apega. O que tem que ser tem muita força por si só.

As cartas não poderiam ser mais precisas... nem a sombra da lua escapa do poder de revelação da dupla Sol e Chave.

Deixo para vocês a canção que dá nome ao título, de Beto Guedes, que tem tudo a ver com a postagem de hoje.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário