Google+ Followers

terça-feira, 27 de maio de 2014

in a sentimental mood


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Marte, na 2ª hora de Vênus: O Buquê (Rainha de Espadas) + as cartas de corte: O Cigano (Ás de Copas) e A Chave (8 de Ouros). A carta do buquê é regida por Júpiter, o grande benéfico do astral, e representa sorte, felicidade, mimos, gentileza, belas surpresas e realizações, além da proteção da sábia orixá Nanã Buruquê. A carta do cigano é regida por Marte e representa os homens que visitam este espaço, bem como o homem mais importante da vida das mulheres desta egrégora. Também temos aí a nossa maneira de agir representada, já que a regência da carta é de Marte. A carta da chave é regida pelo Sol e nos diz que temos a solução, a senha para abrir os caminhos está em nossas mãos. Ela nos traz ainda esclarecimentos, revelações.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua balsâmica (final da fase minguante) em Touro fora de curso desde às 06h11 e até a 01h49 de amanhã, quando ingressa Gêmeos, onde será nova às 15h41, dando início à lunação geminiana. A lua ficou vazia em oposição com Saturno R em Escorpião, em sextil com Júpiter em Câncer e em trígono com Plutão R em Capricórnio. Na madrugada ela entra em Gêmeos já em conjunção com o Sol. Vênus, nos últimos graus de Áries, se opõe ao Nodo Norte em Libra e faz sextil exato com Mercúrio, nos últimos graus de Gêmeos. Vênus entra em Touro amanhã às 22h46. Mercúrio ingressa Câncer às 06h12 do dia 29, quinta-feira. Urano em Áries faz quadratura em T com Júpiter em Câncer e Plutão R em Capricórnio. Netuno em Peixes quadra o Sol em Gêmeos. Plutão R em Capricórnio quadra Marte em Libra. Saturno R em Escorpião faz trígono com Júpiter em Câncer. Nodo Norte em Libra faz trígono com Mercúrio em Gêmeos. Marte em Libra faz bissextil com Sol em Gêmeos e Lilith em Leão. Meio do Céu em Câncer e Ascendente em Libra na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua balsâmica em Touro está fora de curso o dia inteiro e até a madrugada, quando ingressa em Gêmeos para encontrar o Sol e dar início à lua nova da lunação geminiana. Amanhã à noite Vênus muda de endereço, volta pra casa, o signo de Touro, às 22h46. Depois de amanhã é a vez de Mercúrio cruzar a fronteira, de Gêmeos para Câncer.

A palavra de ordem para esse finalzinho da lunação taurina é o desapego. Touro é posse, matéria, substância. Gosta de tocar tudo que lhe pertence e tem muita dificuldade de abrir mão de qualquer coisa. Quando ficou vazia de curso, a lua taurina fazia oposição a Saturno e se harmonizava com Júpiter e Plutão. A sensação que nos sobra é a de limitação, de ação amarrada, ao mesmo tempo em que queremos ir bem fundo em alguma direção. Um sentimento de urgência que rebate na dura realidade, como estar num carro veloz, com pressa de chegar, mas preso num baita congestionamento, sem saída. Bom, por experiência própria de anos e anos de engarrafamento no Rio de Janeiro, sei que a melhor coisa a ser feita é colocar o som na caixa e relaxar. Deixar que o corpo se encarregue da tarefa mecânica de dirigir e liberar o pensamento para voar onde queira. Este é o tom de hoje. E neste tempo de pausa podemos aproveitar para refletir sobre o que não tem dado tão certo como gostaríamos na nossa realidade palpável, abrir mão de vez do que já nos deu todos os sinais de esgotamento, e replanejar os próximos passos, a serem iniciados amanhã com a lua nova de Gêmeos, agora com asas nos pés e na cabeça. As coisas todas tendem a ganhar uma outra dinâmica, com mais velocidade nas decisões e nas trocas. Mais leveza também.

Vênus também atravessa a fronteira amanhã. À noite a bela volta para casa, veste roupas macias e quer preguiça, aconchego, cheiro bom, música boa, boa comida, boa cama e especialmente boa companhia. O amor ganha em sensações, sem pressa. Ganhamos todos as vibrações de Afrodite, a Vênus taurina, na maneira de nos relacionar, com uma queda por tudo que desperta os sentidos.

As cartas nos trazem o Buquê (Júpiter) em destaque, influenciado pelo Cigano (Marte) e pela Chave (Sol). Temos na noite de hoje o momento propício para planejar as ações que abrirão as portas para as nossas realizações. Que saibamos bem separar as sementes para que as soluções apareçam.

Para saudar o regresso de Vênus ao paraíso amanhã, hoje vamos de Duke Ellington, na sublime performance de Michel Petrucciani, com In A Sentimental Mood.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

2 comentários: