Google+ Followers

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

fly me to the moon


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Júpiter, na 2ª hora de Vênus: A Cigana (Ás de Espadas) + as cartas de corte: O Cigano (Ás de Copas) e O Cavaleiro (9 de Copas). A carta da cigana é regida por Vênus e representa a mim e a todas as mulheres que frequentam o Salamalek Tarot, bem como a mulher mais importante da vida dos homens que passam por aqui. Também temos aí os relacionamentos em pauta, já que a carta tem regência de Vênus. A carta do cigano é regida por Marte e representa os homens que visitam este espaço, bem como o homem mais importante da vida das mulheres desta egrégora. Também temos aí a nossa maneira de agir representada, já que a regência da carta é de Marte. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua cheia em Câncer conjunta a Lilith, em trígono com Saturno em Escorpião e oposta a Vênus em Capricórnio. Júpiter retrógrado e Lilith cancerianos também fazem trígonos com Saturno em Escorpião. Urano em Áries faz quadratura em T com Plutão em Capricórnio e com Marte em Libra. Netuno em Peixes faz sextil com o Sol em Sagitário e trígono com Nodo Norte em Escorpião. Plutão em Capricórnio faz sextil com Nodo Norte em Escorpião. Mercúrio em Sagitário avança na conjunção com o Sol e não faz aspectos com o resto do céu. Meio do Céu em Peixes e Ascendente em Gêmeos na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua cheia em Câncer passou por bela conjunção com Júpiter, o grande benéfico, e agora faz conjunção com Lilith, a lua negra. Faz também exercício de oposição com Vênus e trígono com Saturno. O abraço com a lua negra nos convida mais uma vez ao mergulho, ainda mais com a oposição vigente entre Lua e Vênus, trazendo uma sensação de que falta alguma coisa para nos completar. A peça ausente que completa o quebra-cabeças está dentro e não fora, e aponta para uma avaliação necessária entre o ter e o ser. O que é mais importante pra você? Os nossos valores herdados pedem mais uma vez para serem revistos, para que o que é mais caro à alma seja enfim evidenciado. Mas para isso é necessário que primeiro façamos o exercício de compreensão dos nossos próprios mecanismos sabotadores. Vênus já está estacionária para entrar em movimento retrógrado neste sábado. Esta fase que antecede o início da retrogradação é mais complicada do que a própria, como que deixando as coisas em suspenso, emperradas. E o foco está nos relacionamentos e nas finanças. Esta última inclusive parece ser a que mais pode atrapalhar a vida, especialmente de quem está na vibração do impulso pelas compras, que é a onda de todo fim de ano. Muitos se endividarão do mesmo jeito, tentando cumprir o que o capitalismo defende com unhas e dentes como sendo normal e a maioria de nós acredita e vai no embalo, tentando comprar com presentes os afetos. Nada contra a troca de presentes, desde que não seja uma coisa obrigatória, como a visão materialista faz parecer nesta época do ano, desvirtuando a proposta, esta sim válida, de estar mais conectado aos queridos que em recesso para as festas podem se juntar à família e aos amigos para trocar afetos, estes sim reais. Então mais uma vez a pergunta ressoa: o que é mais importante pra você? Reflita sobre as exigências do mundo e as suas próprias, faça uma comparação honesta e corte o que é supérfluo, o que não representa uma nutrição real em termos de sentimentos, tem brilho falso. Presenteie sim, se isso te faz feliz. Mas preocupe-se muito mais com a presença, com a possibilidade real de cultivar seu amor pelas pessoas que esperam por ele. Acolha. Acolha-se. Olhe nos olhos, abrace, beije e principalmente ouça mais, fale menos. Fale apenas o essencial.

As cartas nos trazem a Cigana (Vênus) em destaque, com influência do Cigano (Marte) e do Cavaleiro (Mercúrio), nos pedindo coerência entre palavra, pensamento e atitude, com a gente mesmo em primeiro lugar, na busca de uma postura mais franca para trocar com as pessoas que têm lugar especial no coração. Se atentarmos para a relação do Cavaleiro com o 9 de Copas, também temos o amor vibrando em alta potência entre o Cigano e a Cigana. Isso sim, é coisa linda de se ver e sentir. É este o presente que merece ser desembrulhado, com muito prazer!

O ápice da lua cheia foi na terça-feira, mas como ainda estamos na fase cheia, tá valendo a homenagem com essa canção especialmente linda. Então vamos de Bart Howard, na maravilhosa versão instrumental de Jim Hall: Fly me to the moon.

Gratidão imensa!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário