Google+ Followers

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

a via láctea


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Júpiter, na 2ª hora do Sol: A Cartinha (7 de Espadas) + as cartas de corte: A Casa (♥ Rei de Copas ♥) e O Sol (Ás de Ouros). A carta da cartinha rege a casa III da mandala astrológica, lugar de regência de Mercúrio, o planeta das comunicações e das trocas, e nos fala sobre convites, notícias, mensagens, avisos, sonhos. A carta da casa rege a casa IV da mandala astrológica, casa de Câncer, onde temos Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos, e representa segurança emocional, equilíbrio, proteção, bem como o nosso eu, o nosso lar, a nossa intimidade e a nossa família. A carta do sol rege o signo de Leão e nos traz caminhos abertos e abençoados, iluminação, prosperidade, vigor, clareza, sabedoria e cura. O Sol carrega a abençoada proteção de Oxalá.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua nova em Capricórnio conjunta a Vênus oposta a Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer, em trígono com Marte em Virgem e em sextil com Saturno em Escorpião. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries e faz sextil com o Nodo Norte em Escorpião. Sol em Sagitário faz trígono com Urano retrógrado em Áries. Mercúrio em Sagitário quadra Netuno em Peixes e faz sextil com Marte em Virgem. Saturno em Escorpião faz trígono com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer. Nodo Norte em Escorpião faz trígono com Netuno em Peixes. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Lua e Vênus já estão trocando ideias nas terras altas de Capricórnio, e assim avançarão madrugada adentro, fazendo aspecto exato daqui a pouco, às 19h45. Elas trocam bons fluidos com Saturno e Marte, e fazem exercício de oposição com Júpiter retrógrado e Lilith (a lua negra) conjuntos no Caranguejo. Papo profundo esse, considerando que Vênus esteve muitos dias sob a guarda de Plutão, e ontem foi a vez da Lua, numa troca rápida mas ainda assim intensa. A lua guarda em si toda a sabedoria feminina. Vênus, mais nova, e cabra teimosa que é, pode a princípio rebelar-se com os conselhos da lua, mas ao fim da visita tende a lhe dar razão, ou pelo menos ficar matutando a respeito. É o poder do feminino que está em questão, e com ele o resgate de muitas mulheres dentro da mesma. Com a lua negra junto a Júpiter em marcha a ré lá do outro lado, faz-se a trança do cesto sagrado, unindo a criança, a menina moça, a mulher, a mãe e a anciã, bem como o avesso de todas elas. E de quebra libertando-as de padrões equivocados passados de geração em geração por sabe-se lá quantas gerações. Tudo isso com a chancela de Marte, colocando o masculino, ainda em signo de terra (feminino, pois) a serviço da construção da nova face do feminino. Saturno também está envolvido, para garantir a seriedade dessa prosa. Mais à frente, a partir do dia 21 de dezembro, Vênus começa o caminho de volta para um novo encontro com Plutão. E é justamente aí nesse segundo encontro de poder, que a bela vai finalmente conseguir juntar todas as fêmeas numa só. Mas, depois de hoje, já terá pelo menos ciência da existência delas.

Mercúrio atravessou a fronteira para Sagitário e, ainda que esteja meio confuso pela quadratura com Netuno, recebe o apoio de Marte para exercer toda a sua franqueza, o que me parece de grande ajuda para as importantes conversações da noite.

As cartas chegam em bela sintonia, com a Cartinha em destaque, influenciada pela Casa e pelo Sol. A luz da verdade que procuramos comunicar está dentro. É lá que ela sempre esteve. Só trazendo à tona tudo que somos, com as nossas heranças incluídas, conseguiremos fazer com que as nossas mensagens sejam entregues e, com sorte, decifradas.

Hoje vamos de Lô Borges, com a lindíssima Via Láctea.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário