Google+ Followers

quarta-feira, 16 de abril de 2014

dindi


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Mercúrio, na 1ª hora de Vênus: O Coração (Príncipe de Copas) + as cartas de corte: A Chave (8 de Ouros) e A Lua (8 de Copas). A carta do coração, de novo por aqui e hoje em destaque, rege a casa VII, casa de Libra, 2º domicílio de Vênus, esfera dos nossos relacionamentos íntimos e parcerias, e representa envolvimento emocional, amor e paixão. Marte, o guerreiro planeta da ação transita atualmente neste território, o signo de Libra. O Nodo Norte também. A carta da chave, bem insistente por aqui ultimamente, é regida pelo Sol e nos diz que temos a solução, a senha para abrir os caminhos está em nossas mãos. Ela nos traz ainda esclarecimentos, revelações. A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios e sombras.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua cheia em Escorpião ativando o grande trígono das águas com Júpiter em Câncer e Vênus em Peixes, em trígono com Netuno em Peixes e triangulando (bissextil) com Vênus e Plutão R (seu dispositor em trânsito por Capricórnio). Ao longo da tarde a lua inicia conjunção com Saturno, que será exata de madrugada, às 04h10 da manhã, colocando a lua escorpiana fora de curso até às 18h45 de amanhã, quando ingressa Sagitário. Nodo Norte em Libra se opõe ao Sol em Áries. Marte R em Libra forma a grande cruz cardinal com Urano e Mercúrio conjuntos em Áries, Júpiter em Câncer e Plutão R em Capricórnio. Lilith em Leão está sem aspectos. Saturno em Escorpião está sem aspectos. Meio do Céu em Touro e Ascendente em Câncer na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua cheia em Escorpião ativa o grande trígono das águas com Júpiter e Vênus, em harmonia com Netuno em Peixes e também triangulando com Vênus e Plutão R (seu dispositor em trânsito por Capricórnio). A grande cruz continua firme e já se igualando nos graus dos planetas envolvidos, acirrando a necessidade de transformação. Intensidade pouca é bobagem. Os sentimentos remexem o fundo do poço em busca de entendimento para tudo que refluiu com a lua cheia eclipsada. Temos hoje, em pleno dia de Mercúrio, o pequeno grande deus que faz a ponte entre a terra e o céu e comanda as comunicações e os consequentes fluxos e refluxos mentais, a ajuda divina proveniente da conexão do elemento água, o feminino que limpa, cura, acolhe, abençoa e contorna. Também pode oprimir ainda mais corações angustiados, provocando um aumento da pressão interna para que a inteligência emocional providencie vias de escoamento. Se o reservatório estiver cheio demais, abra as torneiras, deixe sair. O choro cura quase tudo. Pelo menos traz alívio para que o sentimento retorne à sua real dimensão e possamos identificá-lo com mais clareza. Se a coisa ficar muito difícil, apele para o Rescue, santo floral de resgate para náufragos das próprias águas. Durante todo o dia também será bem-vinda a conexão com o divino, seja lá quais forem as suas crenças. Mercúrio é o dono do dia, com sua força potencializada pela conjunção com Urano. Vênus está entre Kíron e Netuno, no abraço dos dois, lá no reino da fé e do amor incondicional. E não é da junção dessas duas dádivas que obtemos a cura? Entregue a sua tormenta no altar do universo e peça sugestão de caminhos para vencê-la. Se o pedido for feito de coração, apenas confie e aguarde. A resposta chegará até você. Mas não espere por uma grande revelação, cercada de pompa e circunstância. Fique atento aos acontecimentos ao seu redor, porque o sutil revela-se nas coisas simples. Cabe a nós sensibilidade para perceber, agradecer e colocar em prática.

Ao longo do dia a lua vai se achegando a Saturno. Isso pode aprofundar o mergulho, convidando-nos a checar a validade das estruturas sobre as quais estamos depositando tanto sentimento. Na conjunção exata entre os dois, de madrugada, a lua fica fora de curso, permanecendo assim até o começo da noite de amanhã, quando ingressa Sagitário e nos pergunta quais flechas ainda queremos lançar.

As cartas nos trazem o Coração em destaque, influenciado pela Chave e pela Lua. Estamos com a chave em mãos para acessar o nosso universo emocional, encarar as sombras e pescar preciosos tesouros. Tenha medo não, gire a chave, entre na casa que é só sua. Lave o chão e as paredes, abra as janelas, convide o sol e o vento a entrar também. A faxina resultará num coração limpo e vibrante, com maior capacidade de amar e ser amado.

É evidente que a saudade hoje grita alto nos porões. Há muita sensibilidade no ar e isso me lembra Tom Jobim e sua maravilhosa Dindi. É com ela que vamos, na doce voz de Gal Costa.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Limpeza do próprio universo emocional, Cynthia. Além disso, evidentemente as mudanças estão no cardápio, para todos. Começos ou recomeços, nada permanece igual. Ou o mesmo prato de sempre com um tempero diferente ou alguma nova degustação.

      Beijos

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir