Google+ Followers

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

é um nem vais nem vou


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 2ª hora de Marte: duas cartas pularam juntas para o lugar de destaque: O Cigano (Ás de Copas) e Os Lírios (Rei de Espadas) + as cartas de corte: A Lua (8 de Copas) e A Chave (8 de Ouros). A carta do cigano é regida por Marte e representa os homens que visitam este espaço, e o homem mais importante da vida das mulheres desta egrégora. A carta dos lírios tem regência da Lua e representa paz de espírito, harmonia, serenidade, leveza, segurança emocional, além de nos trazer a amorosa e abençoada proteção de Mamãe Oxum. A carta da lua rege o signo de Câncer e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios. A carta da chave é regida pelo Sol e representa soluções, o poder de abrir caminhos em nossas mãos.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua minguante em Leão conjunta a Marte e em quadratura com Vênus em Escorpião. Grande cruz cardinal com Urano retrógrado em Áries, Lilith em Câncer, Sol em Libra e Plutão em Capricórnio. Mercúrio em Escorpião faz trígono com Netuno retrógrado em Peixes. Saturno e Nodo Norte conjuntos em Escorpião fazem sextil com Plutão em Capricórnio e trígono com Lilith em Câncer. Vênus em Escorpião faz trígono com Júpiter em Câncer. Meio do Céu em Sagitário e Ascendente em Peixes na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Lua e Marte estão juntinhos no signo de Leão, quadrando a Vênus escorpiana. É bom cuidar para não perder a cabeça. O astral está nervoso com a grande cruz cardinal novamente ativada no eixo eu x o outro + relações em família x relações no mundo. Mercúrio agora é escorpiano e não tem papas na língua, é econômico na fala mas quando abre a boca pode ferir quase de morte, especialmente se cutucado. Com a lua minguante, um mal entendido pode separar definitivamente as pessoas. Lua e Marte, o guerreiro estão de mãos dadas em signo de fogo. Qualquer raiva pode provocar fogo cerrado, ainda mais com o deus da guerra de coroa na cabeça. A dica é não se julgar dono da razão. Ainda que seja provocado, procure entender as motivações do outro. Tudo bem que a primeira coisa que a gente pensa é: poxa, o cara tá de mal com a vida e vem descontar em cima de mim? Que que eu tenho com isso? Talvez não tenha nada mesmo, e talvez também a pessoa tenha perdido momentaneamente o controle por uma soma de pequenas coisas que ela vem mantendo camufladas até dela mesma. Talvez ela só precise de ajuda, de ser ouvida, entendida. Há carência de sobra no ar também. Quem sabe um abraço na hora mais tensa seja o bálsamo salvador? É difícil, eu sei. A cabeça frita, o ego pula na frente e quer resolver a coisa na porrada, verbal e até física... cruzes! O que sobra depois é muito ruim. Por isso tente dialogar, em voz baixa por favor. Se sentir que a outra pessoa continua motivada a atacar mesmo assim, engula o tijolo e saia de perto. Vai ser melhor assim. Há muita força inconsciente vindo à tona, padrões comportamentais doentios saindo das covas para assustar seus próprios donos, que os alimentam sem saber. Descobertas sobre si que podem ser muito difíceis, mas que são portadoras da cura. A identificação do problema já é meio caminho andado. Mas são muito poucos que aceitam de cara que o erro está dentro. A maioria tenta achar o culpado do lado de fora, alguns por toda uma vida. Então, por esses dias, aproveite a vibração de Mercúrio escorpiano e observe mais. Se for oportuno falar, intervir, você saberá através da intuição, bastante aguçada por sinal com esse stellium em Escorpião. E, se resolver falar, por favor, faça-o com amor.

As cartas são mesmo maravilhosas. Elas já trouxeram Marte (O Cigano) abraçado pela carta da paz (Os Lírios). Elas pularam juntas do baralho para compartilhar o papel principal, com a influência da Lua e da Chave. O recado é direto: use a intuição para entender e agir com sucesso na manutenção da paz, da harmonia, do amor.

Hoje vamos de Caetano Veloso, com a lindíssima Mãe.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário