Google+ Followers

domingo, 2 de junho de 2013

com açúcar, com afeto



Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia do Sol na 2ª hora de Júpiter: A Chave (8 de Ouros) + as cartas de corte: As Estrelas (6 de Copas) e O Cavaleiro (9 de Copas). A carta da chave é regida pelo Sol e nos traz soluções, esclarecimentos, sucesso e abertura de caminhos. A carta das estrelas rege o signo de Aquário, e é considerada uma das mais auspiciosas do baralho cigano. Ela nos traz bênçãos, segurança emocional, boa sorte e a proteção do nosso anjo da guarda ou amigo espiritual. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, o dinâmico planeta das trocas e comunicações, que agora está em Câncer, adocicando a palavra. Este arcano também é conhecido como mensageiro, e nos fala de algo, alguém ou algum recado que está chegando pra nós, sem demora. Além disso, o nobre cavaleiro carrega a proteção dos queridos Exus e do amado Arcanjo Miguel.

No céu do dia, a Lua virou afobada... está em Áries e conjunta a Urano. Faz sextil com o Sol geminiano, quadra Mercúrio em Câncer e quadra também Plutão retrógrado em Capricórnio. Essa lua é cheia de coragem e de pureza também. É a lua mais autêntica de todo o zodíaco, porque é ingênua, lua-menina que sente e faz, não sabe fingir, vai! E sai desembestada querendo resolver tudo, na hora. Fica muito irada quando as coisas não saem do jeitinho que ela quer. É sincera. Diz o que vem à cabeça. Aqui e agora. Depois esquece, como um vulcão que cospe todo o fogo e depois abranda.

Para aprofundar ainda mais tanta atitude, continuamos sob a influência intensa do grande trígono de água do céu (Mercúrio em Câncer/Saturno retrógrado em Escorpião/Netuno em Peixes). Água é sentimento, é emoção que derrama, é intuição. Água demais afoga, em fúria arrasa tudo por onde passa, parada apodrece. Difícil mas necessária missão: domá-la. Bem canalizada ela empodera sem causar danos.

Mais tarde, pouco depois das 11 da noite, é a vez de Vênus atravessar a fronteira para Câncer. De desencanada passa a profundamente sentimental e acolhedora, mas carente também. Mais intensidade no horizonte e em todos nós.

O segredo está no equilíbrio... aproveitar o bom aspecto entre Sol (desejo) e Lua (necessidade), bem como o stellium que ainda reina em Gêmeos (ar, leveza, fluidez) para não sair por aí arrombando portas. Desnecessário. Temos a chave nas mãos (carta principal de hoje), e não é qualquer chave, ela vem junto com a ajuda poderosa do alto (As Estrelas) pelas mãos do competente cavaleiro. Se juntarmos essa força toda com a intuição aflorada pelo triângulo das águas e a doçura de Mercúrio e Vênus no Caranguejo, temos a senha para chegar onde queremos.

Ahh, lembrei do rei... Chico Buarque com seu doce tema que deu nome ao título desta postagem. Uma pitadinha de mel pra adoçar o domingo. Degustem!

Gratidão ao amado São Miguel Arcanjo!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário