Google+ Followers

segunda-feira, 23 de junho de 2014

concierto de aranjuez


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 2ª hora da Lua: O Sol (Ás de Ouros) + as cartas de corte: Os Caminhos (Rainha de Ouros) e O Chicote (Príncipe de Paus). A carta do sol rege o signo de Leão, onde temos Lilith em trânsito, e nos traz caminhos abertos e abençoados, iluminação, prosperidade, vigor, clareza, sabedoria e cura. O Sol carrega a abençoada proteção de Oxalá. A carta dos caminhos rege o signo de Libra, onde temos Marte e Nodo Norte em trânsito, e nos fala essencialmente de escolhas, mas também da fluência do nosso próprio caminho, de como fazemos a nossa caminhada na vida. A carta do chicote é regida por Lilith (a Lua negra), que transita atualmente pelo signo de Leão, e representa força, poder, comando, magia, sedução, rapidez nos acontecimentos, e também discórdia e autopunição, sempre dependendo das cartas que a rodeiam.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua minguante em Touro oposta a Saturno R em Escorpião e em sextil com Júpiter em Câncer. Às 22h04 a lua taurina, já em conjunção com a Vênus geminiana, se livra da oposição com Saturno. Às 22h50 a lua fica fora de curso e assim permanece até às 08h07 de amanhã, quando entra em Gêmeos conjunta a Vênus. Urano em Áries faz quadratura em T com Marte em Libra e Plutão R em Capricórnio e faz trígono com Lilith em Leão. Netuno R em Peixes faz trígono com Sol em Câncer. Plutão R em Capricórnio faz sextil com Saturno R em Escorpião. Saturno R em Escorpião quadra Lilith em Leão. Nodo Norte em Libra quadra Júpiter em Câncer e faz trígonos com Sol em Câncer e Mercúrio R em Gêmeos. Marte em Libra faz sextil com Lilith em Leão. Amanhã à tarde, a partir das 15h00, Marte e Urano estarão em oposição exata. Vênus, em Gêmeos desde a manhã de hoje, às 09h34, está sem aspectos. Meio do Céu em Câncer e Ascendente em Libra na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua míngua em Touro, em exercício de oposição com Saturno e em harmonia com Júpiter. À noite ela se livra da oposição com Saturno e encosta na Vênus geminiana, mantendo a harmonia com Júpiter. Mais tarde ela fica vazia, até amanhã de manhã, quando ingressa Gêmeos. Vênus agora é geminiana, atravessou a fronteira na manhã de hoje. Amanhã Marte e Urano iniciam oposição exata.

Acabei não falando sobre a energia do Sol em Câncer. Enquanto o astro rei permanecer neste signo, estaremos mais emocionais e profundamente ligados às nossas origens. Câncer é a primeira água, é o lugar onde fazemos contato com as primeiras emoções, que tendem portanto ao apego. Ganham evidência os nossos afetos mais íntimos, como os membros da nossa família e agregados. Ficamos mais vulneráveis aos sentimentos de saudade. A nossa criança interior fica bastante exigente e, se por um lado valorizamos o lar, a família, bem como o aconchego e a nutrição, por outro tendemos à carência e ao famoso mimimi, com cobranças por vezes exageradas, como se os outros tivessem obrigação de nos acolher. Cabe aproveitar esta fase solar para iluminar e resolver os caminhos onde a lama trava e impede a nossa evolução.

Hoje o dia pode parecer arrastado, com a indisposição entre Lua e Saturno nos trazendo impaciência e até mau humor. Mas Júpiter ganha a cena à noite, espalhando uma sensação de euforia e otimismo. Até lá, entretanto, tudo fica um pouco travado. Estamos na maré vazante, semana em que naturalmente ficamos mais recolhidos, em processo de reavaliação de tudo que estamos vivendo e de finalização de pendências para a chegada da lua nova de Câncer na manhã de sexta-feira, quando então novas sementes serão lançadas ao solo em busca de força para brotar e assim renovar em nós as esperanças, bem como apontar novos caminhos. A partir de amanhã, com a lua em Gêmeos conjunta a Vênus, teremos condições de avaliar com mais entusiasmo as nossas vontades e planos. Estaremos mais sociáveis também. Conforme avança nos ares geminianos entretanto, a lua se indispõe com Netuno, e devemos cuidar para não fantasiar demais, estaremos bem propensos aos enganos, ainda mais com o regente da lua, Mercúrio, em marcha à ré. Vale cuidar também da nossa fala, para que a comunicação seja o menos confusa possível. Amanhã também Marte e Urano estarão em oposição exata e os conflitos inesperados passam a permear a ordem dos dias. Para evitá-los, não embarque em provocações e esteja atento aos movimentos bruscos para não sem engolido por furacão alheio. Olho vivo nos deslocamentos no trânsito, já bem confuso e sujeito a incidentes por conta das manobras de Mercúrio em revisão.

Vênus, a dona do amor e dos valores, mudou de endereço hoje de manhã. Agora a bela é geminiana e nos deixa mais divertidos, além de impulsionar os negócios. Quem manda na moça agora é Mercúrio, o danado de asas nos pés e na cabeça. O amor fica mais racional, se é que isso é possível. Mas uma outra pegada toma conta dos sentimentos íntimos, com mais leveza, flexibilidade, diversão e muita conversa. Não dizem que a inteligência é afrodisíaca? Pois então, as trocas intelectuais ganham muitos pontos a mais na conquista em tempos de Vênus em Gêmeos. Quer agradar com um presente? Dê livros, quebra-cabeças e tudo que estimule o intelecto.

No mais, estamos na fase balsâmica da lua (últimos dias da minguante), hora de começar a separar as sementes que queremos que vinguem na próxima lunação. A percepção interna acurada nos ajudará na escolha. Sexta-feira tem lua nova de Câncer, às 05h10 da madruga, em dia de Vênus e em harmonia com Netuno. Tempo de semear sonhos.

As cartas nos trazem o Sol em destaque, influenciado pelos Caminhos e pelo Chicote. Por mais difícil pareça a escolha, faça-a. Decida-se por um caminho e ele se iluminará. O universo abençoa quem tem a coragem e o poder de decidir.

"Sempre sei, realmente. Só o que eu quis, todo o tempo, o que eu pelejei para achar, era uma coisa só - a inteira - cujo significado e vislumbrado dela eu vejo que sempre tive. A que era: que existe uma receita, a norma dum caminho certo, estreito, de cada uma pessoa viver - e essa pauta cada um tem - mas a gente mesmo, no comum, não sabe encontrar; como é que, sozinho, por si, alguém ia poder encontrar e saber?" (João Guimarães Rosa, em Grande Sertão: veredas).

Hoje vamos de Jim Hall com sua magnífica versão para o Concierto de Aranjuez.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

Nenhum comentário:

Postar um comentário