Google+ Followers

segunda-feira, 28 de abril de 2014

qualquer coisa a ver com o paraíso


Olá, queridos!

Só consigo escrever agora, cheguei tarde em casa. Dia cheio. Chego junto com a primeira hora de terça-feira, dia de eclipse e casamento do Sol e da Lua. Madrugada movimentada! E hoje (ainda hoje enquanto escrevo, segunda-feira) o Salamalek Tarot faz 1 ano. Pra comemorar, vou sortear uma consulta dentre as pessoas que comentarem esta postagem aqui no blog. E muito obrigada pela presença carinhosa de vocês aqui, sempre.

Cartas de hoje, dia da Lua, na 3ª hora de Júpiter: A Lua (8 de Copas) + as cartas de corte: A Cigana (Ás de Paus) e As Estrelas (6 de Copas). A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios e sombras. A carta da cigana é regida por Vênus e representa a mim e a todas as mulheres que frequentam o Salamalek Tarot, bem como a mulher mais importante da vida dos homens que passam por aqui. Também temos aí a maneira de nos relacionar representada, já que a carta tem regência de Vênus. A carta das estrelas, de novo por aqui e de novo em destaque, rege o signo de Aquário e representa sorte, recompensa, confiança, fé, esperança, segurança emocional e caminhos abertos, além da proteção do nosso anjo da guarda.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos as últimas horas da lua balsâmica em Touro, já conjunta ao Sol e a Mercúrio, quadrada a Lilith em Leão e em sextil com Netuno em Peixes. Conforme a lua se aproxima mais do Sol, também ganha o trígono de Plutão. O eclipse parcial do Sol se dá às 03h04, a 8º52' de Touro. A lua nova da lunação de Touro acontece logo em seguida, às 03h14, com Lua e Sol conjuntos a Mercúrio, quadrados a Lilith, em trígono com Plutão e sextis com Netuno e Júpiter. Urano em Áries está na grande cruz cardinal com Júpiter em Câncer, Marte R em Libra e Plutão R em Capricórnio. Vênus em Peixes faz trígono com Saturno R em Escorpião. Plutão R em Capricórnio faz trígonos com Sol e Mercúrio em Touro. Nodo Norte em Libra está sem aspectos. Júpiter em Cãncer faz sextil com Mercúrio em Touro. Netuno em Peixes faz sextil com o Sol em Touro. Meio do Céu em Libra e Ascendente em Capricórnio na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Bom, então vamos ao que interessa, né? O eclipse e o início da lunação de Touro. A lua em Touro se exalta. O planeta regente da lua taurina é Vênus, que também se encontra exaltado, em Peixes. Vênus está em harmonia com Saturno. Marte está em Libra, território de Vênus também. O início da lunação opõe Sol e Lua a Lilith, a lua negra, e harmoniza o casal com Plutão, Netuno e Júpiter. Mercúrio está junto ao casal, em conjunção. Temos a receita para o casamento perfeito, aquele em que os parceiros gozam, ou pelo menos deveriam, de profunda intimidade, prazer, amor romântico e sensual e, no exercício da contradição revelam a alma um ao outro, buscando, conhecendo e aprofundando os aspectos iluminados e sombrios de cada um e promovendo a integração destes através da convivência e do diálogo, trabalhando em conjunto as questões da sexualidade e intensificando o autoconhecimento de cada um na relação. Fácil não é, mas este é o aprofundamento provocado pela configuração astral, a ser trabalhado durante as quatro semanas da lunação de Touro. E Saturno em Escorpião pede, em seu trígono com Vênus, ainda mais responsabilidade nas trocas a dois. Relacionamentos de fachada, que não tenham uma troca profunda onde o sexo seja encarado e praticado sem tabus, promovendo a satisfação dos dois, muito comuns infelizmente, estão cada vez mais difíceis de serem mantidos. Onde não há intimidade não costuma haver cumplicidade também. Por isso vemos tantos casais infelizes, juntos por milhares de motivos que configuram muito mais uma parceria de negócios do que de amor. No amor os parceiros se respeitam, se sabem e ficam felizes quando proporcionam felicidade um ao outro. Sem nada forçar, por prazer. Dar prazer ao outro é alimentar-se de prazer também. O eclipse do Sol, minutos antes da lua nova, promove um rápido apagão nos egos. A rapidez não tira entretanto a intensidade do evento. Na raiz da alma mergulhada no poço fundo de cada um revela-se a porção que nos falta, aquilo para o qual daríamos a vida para ser e viver. Se já vivemos, será a grata reafirmação da satisfação. Se ainda não vivemos, quem sabe seja a chance de começarmos a valorizar isso de verdade? A necessidade vital vai gritar dentro, ecoando nas nossas águas, na nossa (des)estrutura emocional. Limpem os ouvidos antes de dormir e prestem muita atenção aos sonhos desta noite. Lápis e papel na cabeceira serão ótimos companheiros.

No mais, a lua é nova em Touro, signo das concretizações. Hora de colocar os projetos a andar, com terra fértil para acolhê-los e trabalho diário para mantê-los. Mãos à obra!

As cartas, deliciosamente coerentes, nos trazem a Lua em destaque, influenciada pela Cigana (Vênus) e pelas Estrelas. O céu é o limite nas relações em que os parceiros dominam juntos as emoções, trazendo à tona o que se esconde na sombra para integrar, equilibrar e enriquecer a luz.

Hoje vamos de Milton Nascimento, com a divina Qualquer Coisa a Ver com O Paraíso.

Para concorrer à consulta que será sorteada, é necessário ser seguidor do blog (membros do blog aqui na barra lateral), ser seguidor da página do Salamalek Tarot no Facebook e comentar aqui no blog, nesta postagem, deixando email para contato. Farei o sorteio domingo, dia 04 de maio.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bartschi Lenormand

sexta-feira, 25 de abril de 2014

nightie night


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Vênus, na 2ª hora de Mercúrio: As Estrelas (6 de Copas) + as cartas de corte: O Coração (Príncipe de Copas) e O Cavaleiro (9 de Copas). A carta das estrelas rege o signo de Aquário e representa sorte, recompensa, confiança, fé, esperança, segurança emocional e caminhos abertos, além da proteção do nosso anjo da guarda. A carta do coração rege a casa VII, casa de Libra, 2º domicílio de Vênus, esfera dos nossos relacionamentos íntimos e parcerias, e representa envolvimento emocional, amor e paixão. Marte, o guerreiro planeta da ação transita atualmente neste território, o signo de Libra. O Nodo Norte também. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua minguante em Peixes conjunta a Vênus e em trígono com as outras águas, Júpiter em Câncer e Saturno R em Escorpião. Às 16h50 a lua desfaz o trígono com Júpiter. Às 17h04 ela fica fora de curso e assim permanece até às 07h02 de amanhã, quando entra em Áries. Netuno em Peixes faz trígono com Sol em Touro, conjunto a Mercúrio. Plutão R em Capricórnio está na grande cruz cardinal com Urano em Áries, Júpiter em Câncer e Marte R em Libra. Nodo Norte em Libra se opõe ao Sol em Touro. Lilith em Leão quadra o Sol em Touro. Meio do Céu em Gêmeos e Ascendente em Virgem na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua míngua em Peixes, onde Vênus se exalta, de mãos dadas com a própria Vênus e em harmonia com as outras águas, através de Júpiter e Saturno. Netuno, seu dispositor, está em harmonia com Sol e Mercúrio, conjuntos lá na primeira morada de Vênus, Touro. Marte está na segunda morada de Vênus, Libra, em revisão e envolvido no conflito da grande cruz cardinal. Daqui a pouco, às 17h04, a lua fica fora de curso apenas conjunta a Vênus e em harmonia com Saturno.

E o amor continua na ordem do dia, com a lua minguante despertando em nós reflexões profundas acerca dos nossos relacionamentos. Vênus está cheia de poder justo na sexta-feira, dia dedicado ao planeta do amor, da beleza e dos valores. Marte, o guerreiro planeta da ação, comprometido até a alma nos desafios da grande cruz cardinal e com sua força voltada para dentro por conta do processo de revisão, reflete, refaz, rumina. Mercúrio também rumina lá em território taurino (olha Vênus aí de novo!), quase alcançando o coração do Sol e já potencializado pela força do astro-rei. Saturno, também em revisão lá nas profundezas de Escorpião, envia suporte emocional, segurança e domínio dos instintos. Continuamos na pegada reflexiva, mas são especialmente as relações amorosas que comandam as nossas reflexões e sentimentos nesta maré vazante. Quem queremos ao nosso lado para compartilhar da nossa intimidade? Esta é a pergunta que não sai da cabeça e do coração, ruminando, provocando muita saudade e incitando escolhas. Mas a hora é de aprofundar tudo isso dentro e aliar-se com a intuição afiada para despertar em todos os sentidos aquilo que bem no fundo o coração já sabe. Antes da lua nova da lunação de Touro, que abre a temporada propícia às concretizações, será a vez do Sol sofrer um apagão com o eclipse do dia 29 de abril. Teremos então a oportunidade de entrar em contato com a nossa verdade interior e reconhecer com mais vigor a vontade que grita dentro para então, com mais confiança, dar os primeiros passos na direção pretendida. Por enquanto a ordem é sentir, farejar e apurar tudo que nos chega, já começando a separar o joio do trigo. Porque até podemos não estar certos do que queremos, mas o que não queremos mais fica cada vez mais claro.

A noite de lua fora de curso potencializa ainda mais a atitude contemplativa em nós. As conexões elevadas também estão no cardápio. Desejos do fundo do coração correm o risco de serem atendidos. Afine a sua fé.

As cartas, todas de Copas em dia de Vênus, nos trazem as Estrelas em destaque, influenciadas pelo Coração e pelo Cavaleiro. A força do amor pode mover mundos quando acreditamos de verdade e com verdade (foco) naquilo que sentimos. Será que o mensageiro empoderado (O Cavaleiro/Mercúrio) vem trazendo o nosso sonho de presente?

Hoje vamos de Marina Lima, por conta de uma conexão muito especial, uma lembrança dessa linda canção despertada, minutos depois da tiragem das cartas, pela querida Maryssol Gomes. Sintonia finíssima! Nightie Night.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Petit Lenormand by Britta Kienle

quinta-feira, 24 de abril de 2014

coisa nº 1


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Júpiter, na 2ª hora de Vênus: A Lua (8 de Copas) + as cartas de corte: O Buquê (Rainha de Espadas) e O Chicote (Príncipe de Paus). A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios e sombras. A carta do buquê é regida por Júpiter, o grande benéfico do astral e regente do dia de hoje, quinta-feira, e representa sorte, felicidade, mimos, gentileza, belas surpresas e realizações, além da proteção da sábia orixá Nanã Buruquê. A carta do chicote é regida por Lilith (a Lua negra), que transita atualmente pelo signo de Leão, e representa força, poder, comando, magia, sedução, rapidez nos acontecimentos, e também discórdia e autopunição, sempre dependendo das cartas que a rodeiam.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua minguante em Peixes em conjunção exata com Netuno (mesmo grau), em trígono com Júpiter em Câncer e em sextil com o Sol em Touro. Às 17h34, a lua também inicia um sextil com Plutão R. Antes que o dia termine, a lua também estará em conjunção com Kíron. Plutão R em Capricórnio está na grande cruz cardinal com Urano em Áries, Júpiter em Câncer e Marte R em Libra. Saturno R em Escorpião faz trígono com Vênus em Peixes, que por sua vez faz conjunção com Kíron. Nodo Norte em Libra se opõe ao Sol e a Mercúrio conjuntos em Touro. Lilith em Leão quadra Sol em Touro. Meio do Céu em Câncer e Ascendente em Libra na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua míngua em Peixes, de mãos dadas com o seu dispositor, Netuno, e em harmonia com Sol em Touro e com Júpiter em Câncer. Detalhe interessante: Júpiter é co-regente de Peixes, signo onde ela se encontra, e a Lua é regente de Câncer, signo onde Júpiter se encontra. Antes que o dia termine, a lua também estará em conjunção com Kíron, o curador ferido.

Estamos sob um céu que transpira Vênus por todos os poros, é muito amor, apesar da grande cruz cardinal. Temos um stellium (reunião de planetas) em Peixes, a oitava superior de Vênus, com a presença da lua por lá e muito bem aspectada. Mas a lua míngua e nos puxa junto com suas marés para mais um mergulho interno. Por outro lado, Mercúrio também atravessou a fronteira, se juntou ao Sol em Touro, primeira morada de Vênus, amansando com doçura as comunicações, os pensamentos, as trocas. Com teimosia também, porque Touro é signo fixo e gosta de tudo a seu jeito, senão empaca. Mas vamos ficar com o lado mais gostoso, a palavra amorosa, encantadora, pausada, sensual, em volume baixo e conquistador, bem ao estilo Rei de Copas. Esse lado vem bem a calhar hoje para acompanhar a nossa conversa por aqui. Como no céu de hoje o amor fala mais alto e a lua caminha para o abraço de Kíron, vamos falar de cura. Mas não uma cura qualquer, é a cura que está ao alcance das nossas próprias mãos, coração, pensamento, conduta. Muitos de vocês, senão todos, devem conhecer os experimentos do pesquisador japonês Masaru Emoto sobre o efeito das palavras e da música sobre as moléculas de água, deduzido e comprovado através dos cristais formados; harmônicos em resposta ao amor e desarmônicos em resposta à agressividade. Quem ainda não conhece, pode conferir aqui. Bom, então vamos raciocinar juntos. Se cerca de 70% (setenta por cento) do corpo humano é constituído de água, imaginem o quanto somos responsáveis pelo nosso próprio bem-estar ou infortúnio apenas com os nossos pensamentos? A palavra que emitimos então, nem se fala! Quando nos permitimos entrar em processos de mágoa, por exemplo, estamos nutrindo e muitas vezes também mascarando sentimentos de raiva por alguém a quem resolvemos responsabilizar pela nossa felicidade e que não correspondeu à nossa expectativa. Nos esquecemos que somos responsáveis pela frustração também, porque é mais confortável culpar alguém que não seja o próprio eu. Um relacionamento ou parceria não é feito por uma pessoa só, mas pelas duas e pelo universo que cada uma delas carrega dentro de si. Quando nos colocamos no papel de vítima, estamos automaticamente criando um algoz e é claro que sobre ele depositamos, consciente ou inconscientemente, a raiva pela nossa frustração. Ora, a quem essa raiva vai atingir senão a nós mesmos? Há uma frase popular que diz que sentir raiva de alguém equivale a tomar veneno e desejar que o outro morra. Definição perfeita. Por isso o perdão é tão importante, ele traz a cura para boa parte das nossas doenças. Quando a gente entende que cada um faz o que dá conta, de acordo com o próprio padrão de evolução, fica bem mais fácil perdoar. Quantas vezes nós mesmos já devemos ter magoado alguém sem intenção? E mesmo que alguém nos magoe intencionalmente, o problema é da pessoa se não aceitarmos a atitude em nossa direção. Quando aceitamos, o problema passa a ser nosso também. Somos o que vibramos. Quando entramos na frequência da mágoa colocamos todos os nossos órgãos e músculos mergulhados em água podre. Quando vibramos amor, nossas águas serão límpidas, cristalinas e todo o nosso corpo também. A gente fica até mais bonito quando na frequência do amor. Se olhem no espelho quando estiverem enfurecidos ou magoados. Se olhem de novo quando estiverem felizes e exalando amor. A diferença é gritante. Assim também é o reflexo do nosso mundo interno. Tem gente que se defende dizendo: ah, mas eu só pensei, não disse nada. Só pensar já contamina. Experimentem passar um dia inteiro sem reclamar, verbalmente ou em pensamento. Só por um dia. Se os maus pensamentos insistirem em aparecer, riam deles, riam de si mesmos, agradeçam às memórias ruins e liberem-nas, coloquem uma música ou cantarolem uma mentalmente, despertem alguma lembrança boa. Sintam a frequência ao redor de vocês mudar com essa simples mudança de atitude interna. Repitam a conduta no dia seguinte e no outro também, até que vire um hábito. Porque o mais importante disso tudo é que a cura será sentida. Seu corpo vibrará de outro jeito. Imagina se todo mundo fizesse isso? Não viveríamos todos num mundo bem melhor? Portanto, liberemos as nossas más águas, mágoas.

Aproveito para passar novamente pra vocês o Ho'oponopono, técnica simples e milagrosa de cura através do perdão e que tem tudo a ver com tudo que foi dito aqui. Com a prática desta ferramenta assumimos a responsabilidade pelas memórias que compartilhamos com as outras pessoas.

O astral de hoje pede a contemplação amorosa de nós mesmos, com imenso potencial de cura.

As cartas nos trazem a Lua em destaque, influenciada pelo Buquê e pelo Chicote, nos pedindo para assumir generosamente, porém com firmeza, o comando das nossas emoções. O poder da cura sempre esteve dentro de nós. Que tal exercer este poder com vontade?

Para embalar as nossas águas internas, hoje vamos de Moacir Santos, com a deliciosa Coisa nº 1.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Petit Lenormand by Britta Kienle

terça-feira, 22 de abril de 2014

for once in my life


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Marte, na 2ª hora de Vênus: As Estrelas (6 de Copas) + as cartas de corte: O Buquê (Rainha de Espadas) e Os Lírios (Rei de Espadas). Uau, que espetáculo de cartas! A carta das estrelas rege o signo de Aquário, exatamente onde temos a Lua em trânsito, e representa sorte, recompensa, confiança, fé, esperança, segurança emocional e caminhos abertos, além da proteção do nosso anjo da guarda. A carta do buquê é regida por Júpiter, o grande benéfico do astral, e representa sorte, felicidade, mimos, gentileza, belas surpresas e realizações, além da proteção da sábia orixá Nanã Buruquê. A carta dos Lírios, de novo hoje por aqui, é regida pela Lua e nos fala de paz, serenidade, bem-estar, amorosidade, além de carregar a proteção da orixá Oxum.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua minguante em Aquário ativando quadratura em T com Sol em Touro e Lilith em Leão, em sextil com seu dispositor, Urano, em Áries, e em trígono com Marte R em Libra. O dia termina com a lua liberada da quadratura em T, mantendo apenas relações amistosas com Urano e Marte R. Plutão R em Capricórnio está na grande cruz cardinal, hoje exata em graus (todos os planetas envolvidos no grau 13), com Urano em Áries, Júpiter em Câncer e Marte R em Libra, e faz sextil com Vênus em Peixes até às 18h25. Saturno R em Escorpião faz trígono com Vênus em Peixes. Nodo Norte em Libra se opõe ao Sol em Touro e a Mercúrio em Áries. Júpiter em Câncer faz trígono com Vênus em Peixes. Sol em Touro faz sextil com Netuno em Peixes. Meio do Céu em Gêmeos e Ascendente em Virgem na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua é minguante em Aquário, indisposta com Sol e Lilith e em harmonia com Marte R e com seu regente, Urano. Antes do fim do dia ela se livra das indisposições, mantendo apenas os aspectos harmônicos.

E a grande cruz cardinal já está exata em graus, com todos os planetas envolvidos no grau 13. Chegamos ao ponto máximo do conflito de titãs, com Marte no comando da execução. A tarefa pedida é abrir mão de alguma coisa que já não funciona mais, aceitando a mudança necessária para que a vida volte a fluir plenamente. Difícil, né? Quase ninguém gosta de mudar mesmo, porque não se conhece o que ainda não é. O desconhecido é a origem do medo, no entanto a maioria de nós se esquece que o novo pode ser muito melhor do que o que vivemos agora. O universo é muito sábio e tem um plano para cada um de nós. Só temos que confiar e deixar acontecer, sem tentar controlar o tempo. Viver o agora com vontade e gratidão, mesmo que ainda não seja o ideal, já está de bom tamanho para atrair as necessárias transformações que nos colocarão no lugar reservado, destino. Amo muito uma frase que diz "o que tem que ser tem muita força", e hoje o acaso (que não tem nada de acaso) desfilou novamente esta pérola diante dos meus olhos. Então, minha gente, é isso. O que temos que fazer é desviar o nosso caminho daquilo que não está dando certo e colocar o sangue nas outras partes da vida que aguardam por nós. Feche a porta que insiste em trazer sofrimento ao coração, cansaço mental ou desânimo. Tranque a sete chaves e vá ver o que que a vida tem para te oferecer, abra aquela janela da alma que você tem mantido fechada, contemple outras paisagens. Qualquer fonte que dê sinais de esgotamento, recusando todos os cuidados dispensados à ela, deve agora ser deixada de lado, de verdade. Talvez não seja mesmo um bom canal para que as energias fluam, talvez já tenha dado tudo o que tinha que dar, talvez ainda não seja a hora... quem sabe um dia, quem sabe numa outra hora, quem sabe numa outra vida? O mais importante agora (e sempre) é cuidar de si e de quem quer estar em sua companhia. O mais importante agora é ouvir e obedecer o chamado da vida que pulsa, onde ela pulsa.

Para combinar com perfeição com a pressão por mudanças na exatidão da cruz, a lua está no signo da liberdade, Aquário. E ela está em harmonia com o cara que faz acontecer, Marte, e reforçada em seus ideais pelo seu próprio dispositor, Urano. Sua indisposição com o Sol em Touro espelha a nossa dificuldade em ajustar as emoções ao mundo concreto, vida vivida. Sua indisposição com Lilith em Leão nos chama a atenção para respeitar a justa medida, em nós e nos outros, autoestima. Antes do dia acabar ela estará liberada dos exercícios de contradição, tomara que até lá nós também estejamos pelo menos mais conscientes das nossas próprias contradições, sabotadores alimentados por nós mesmos que nos impedem fluir pela vida como deve ser. Antes de dormir, fique atento à intuição, a lua é minguante e o poder de dentro fica ainda mais forte. Com Urano como aliado, dispositor da lua aquariana, toda a melodia interna se afina. Componha o seu tema.

Terças-feiras são de Marte, e é dele que vem o impulso para que ativemos as transformações sugeridas pela cruz celeste. Ogum (São Jorge) carrega a energia de Marte consigo, os Exus também, São Miguel Arcanjo também. São todos guerreiros de mesma frequência vibratória, bem perto da nossa. E amanhã esta energia também será pulsante, dia do ano em que se festeja a entidade, 23 de abril, dia de Jorge. Já dissemos ontem que o mapa da cruz tem embutida a solução do enigma, da pressão. Todos os planetas (e não só os que estão diretamente envolvidos na tensão) apontam a saída lá no portal de Netuno, em Peixes. Vence a batalha sobre si mesmo o guerreiro que estiver na vibração do amor... incondicional. O céu não é lindo demais?

As cartas nos trazem nada menos que as Estrelas (Aquário/6 de Copas) em destaque, influenciada pelo Buquê (Júpiter/Rainha de Espadas) e pelos Lírios (Lua/Rei de Espadas). Que a energia dos opostos, feminino e masculino dentro e fora de nós, se entregue ao duelo mais apreciado, gostoso e divino que há. Façamos amor!

Para celebrar esta divina vibração de amor, que deve ser especialmente despertada de nós para nós mesmos, hoje vamos de Stevie Wonder, com For Once In My Life.

Aproveitem a música, dancem, cantem, borrifem entusiasmo sobre si mesmos, encham o ambiente de luz. Convoquem a alegria, ela vem!

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand



segunda-feira, 21 de abril de 2014

anjo do amor


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 2ª hora da Lua: Os Lírios (Rei de Espadas) + as cartas de corte: A Chave (8 de Ouros) e O Jardim (8 de Espadas). A carta dos Lírios é regida pela Lua e nos fala de paz, serenidade, bem-estar, amorosidade, além de carregar a proteção da orixá Oxum. A carta da chave, de novo hoje por aqui, é regida pelo Sol e nos diz que temos a solução, a senha para abrir os caminhos está em nossas mãos. Ela nos traz ainda esclarecimentos, revelações. A carta do jardim rege a casa X da mandala astrológica, casa de Capricórnio, onde temos Plutão e a própria lua em trânsito. Nós diante do mundo, nossa meta de realização pessoal, nosso reconhecimento, e diz respeito aos ambientes que frequentamos e como somos influenciados por eles bem como os influenciamos. O Jardim representa encontros sociais, reunião de pessoas, ambientes agradáveis, bem-estar, colheitas.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua cheia em Capricórnio ativando uma quadratura em T com Mercúrio em Áries, Sol em Touro e Nodo Norte em Libra, e em sextil com o seu dispositor, Saturno R, em Escorpião. À noite, às 20h04, a lua desfaz o sextil com Saturno. Às 20h27, ela fica fora de curso (vazia de aspectos) até a madrugada de amanhã, à 01h19, quando entra em Aquário, para ingressar a fase minguante às 04h53. Quando entrar em Aquário, ela ativa duas quadraturas em T, uma com Sol, Mercúrio e Lilith e a outra com Sol, Mercúrio e Nodo Norte. Plutão R em Capricórnio está na grande cruz cardinal com Urano em Áries, Júpiter em Câncer e Marte R em Libra, e faz sextil com Vênus em Peixes. Saturno R em Escorpião faz trígono com Vênus em Peixes. Lilith em Leão quadra o Sol em Touro. Júpiter em Câncer faz trígono com Vênus em Peixes. Sol em Touro faz sextil com Netuno em Peixes. Meio do Céu em Touro e Ascendente em Leão na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua capricorniana no finalzinho da fase cheia e recém saída do abraço de Plutão e da grande cruz cardinal, se indispõe com Sol, Mercúrio e Nodo Norte, e se harmoniza com seu dispositor, Saturno R.

O feriado tem cara de trabalho e está bom para colocar as caraminholas em ordem, para entender de uma vez por todas o que ainda é motivo de insatisfação consigo mesmo ou com a posição que ocupa no mundo e começar a trabalhar sobre isso, ainda que seja apenas um projeto. O esboço tem tempo para ser aperfeiçoado nos próximos dias, durante a lua minguante, propícia às reflexões e readequações do que se pretende colocar em prática na lua nova da lunação seguinte, que por sinal será bem prática mesmo, em Touro. Além disso teremos nesta semana o impulso da grande cruz cardinal exata, com Marte ativado para nos convocar a parir um novo projeto de nós, requisito exaustivamente fermentado pelo exercício de contradição dos poderosos envolvidos na cruz, Urano, Júpiter e Plutão. Aliás, esses três já se encontram alinhados no mesmo grau, aguardando o executor, Marte, retrógrado em Libra e quase atingindo o grau do concílio em sua marcha à ré. É ele que vai apontar a saída, a solução pacífica e amorosa que no entanto não nos exime da obrigação de executá-la, para o nosso próprio bem. Li ontem um artigo dentre tantos sobre o dia D da grande cruz, que traz um diferencial extraordinário na interpretação do evento celeste. A astróloga portuguesa Vera Braz Mendes traz o argumento que comprova o que todos nós já sabíamos mas não pescamos no mapa que mostra a cruz exata em graus. Só há uma saída para o conflito, a via do amor. Isso já sabemos. Mas a saída está lá, apontada no mapa! E ela referenciou lindamente o que viu.

Sem mais, e infinitamente grata pela leitura desta sublime interpretação e também (sempre) por tantos ensinamentos sagrados à nossa disposição no céu, apresento-vos o texto "Cruz Cardinal - Transcender a Crucificação" de Vera Braz Mendes, para que entendam por vocês mesmos o recado divino.

A lua fica fora de curso às 20h27 e assim permanece até a madrugada, quando entra em Aquário e se faz minguante antes do amanhecer.

As cartas nos trazem os Lírios em destaque, influenciados pela Chave e pelo Jardim (Casa X da mandala astrológica). Repararam a insistência da chave por aqui? E o que é que fazemos quando temos esse instrumento em mãos? Ela não gira por si mesma, a nossa ação é solicitada então. Que tal arrumar o nosso espaço coletivo pra gozar de um mundo melhor? O amor dos Lírios traz a paz em seu bojo. É com esta predisposição dentro de cada um de nós que tudo em volta será mais harmônico. Faça a sua parte.

Hoje vamos de Flora Purim e Dori Caymmi, com o tema de Toninho Horta, Anjo do Amor.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

domingo, 20 de abril de 2014

nenhum mistério


Olá, queridos!

Estive bastante solicitada com a lua cheia em Sagitário, minha própria lua natal, com grandiosas vivências xamânicas, espirituais e também celebrações terrenas com amigos queridos. O céu é mesmo perfeito, trouxe de presente a plenitude da minha própria lua, tal qual é a lua no arqueiro, sagrada e profana.

Cartas de hoje, dia do Sol, na 2ª hora de Vênus: A Foice (Príncipe de Ouros) + as cartas de corte: A Chave (8 de Ouros) e O Cavaleiro (9 de Copas). A Carta da foice é regida por Kíron, o curador ferido, em trânsito pelo signo de Peixes. Kíron representa as nossas feridas e dores mais enraizadas, as dores da alma, aquelas que já trazemos com a gente ao nascer e para as quais normalmente desenvolvemos habilidades para curar outras pessoas, mas não a nós mesmos. Através da cura que doamos, curamo-nos também. A carta da foice nos fala de cortes súbitos, separações, términos, rompimentos. Os acontecimentos vêm de forma brusca, inesperada. Ela corta o que está à frente da sua ponta afiada. Quando porém vem em último lugar na tiragem, como é o caso de hoje, a sua lança não aponta para nada, alterando então o seu significado. Desta forma, ela acelera os eventos previstos nas cartas que a antecedem. A foice está associada ao orixá Omolu. A carta da chave, super assídua por aqui nas últimas tiragens, é regida pelo Sol e nos diz que temos a solução, a senha para abrir os caminhos está em nossas mãos. Ela nos traz ainda esclarecimentos, revelações. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua cheia em Capricórnio conjunta a Plutão R, na grande cruz cardinal com Urano em Áries, Júpiter em Câncer e Marte R em Libra, em sextil com Netuno em Peixes e em trígono com o Sol em Touro. Às 14h44 a lua desfaz o trígono com o Sol. Ao longo da tarde, a lua se aproxima ainda mais de Plutão em conjunção, fazendo também sextil com Vênus em Peixes. À noite, às 19h47, lua e Plutão conjuntos desfazem o sextil com Netuno, deixando este último sem aspectos. Às 20h54 Saturno R, dispositor da lua capricorniana, inicia um trígono com Vênus em Peixes. Às 21h32 lua e Plutão fazem conjunção exata. Vênus em Peixes faz sextil com Plutão R em Capricórnio e trígono com Júpiter em Câncer. Mercúrio em Áries se opõe ao Nodo Norte em Libra. Sol em Touro se opõe ao Nodo Norte em Libra e quadra Lilith em Leão. Saturno R em Escorpião está sem aspectos. Meio do Céu em Gêmeos e Ascendente em Leão na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua é cheia em Capricórnio, de mãos dadas com Plutão R, inserida na grande cruz cardinal com Urano, Júpiter e Marte R, e também em harmonia com Netuno, Vênus e Kíron em Peixes e com o Sol, que acaba de chegar em Touro.

Hoje é domingo, dia regido pelo Sol e voltado ao trabalho interior em cada um de nós. É Páscoa também, festa para saudar a chegada da Primavera celebrada pelos antigos povos pagãos da Europa e outras regiões, quando o motivo do festejo se voltava para a fertilidade, quando a terra se alegrava pelo retorno do deus Sol, depois do longo inverno e sua escassez. Os Judeus, antes do nascimento de Jesus, já celebravam a data como Pessach (passagem), em comemoração à libertação de seu povo, antes escravizado pelo Egito. Depois de Cristo, a festa também foi adotada pelos cristãos, que adaptaram os antigos símbolos para celebrar a ressurreição de Jesus. A Páscoa tem profunda ligação com a Astrologia e sua data é regida por ela, programada para acontecer sempre no primeiro domingo após a lua cheia da lunação de Áries, a primeira do ano astrológico, por isso não tem uma data fixa, ocorre de acordo com o trânsito da lua no céu a cada ano. O coelho e os ovos também são referências antigas, símbolos pagãos para a fertilidade (coelho) e o renascimento (ovo), que perderam seu significado original com a apropriação cristã, transformados então em símbolo de troca, com alimentação da indústria capitalista. História contada, ficamos com o real significado da Páscoa para todos os seres, sejam eles pertencentes a qualquer religião ou crença: renascimento. A intenção chega este ano em perfeita sintonia com o céu, em dia voltado ao trabalho interior, com a lua no abraço de Plutão e pregada na grande cruz cardinal. Além disso, o Sol também chegou hoje na primeira terra, o signo de Touro, regido por Vênus e encarregado de nos fornecer terra fértil para que dela brotem todas as belezas. Touro é fértil como o coelho, fã incondicional das belezas terrenas, palpáveis, de tudo que plantamos e colhemos com o nosso próprio suor para enfeitar os nossos jardins. Touro é caprichoso e teimoso também, apegado às suas conquistas e valores e nada afeito às mudanças. No céu de hoje, Vênus, planeta dispositor do Sol em Touro (quem manda na energia do Sol agora), está conjunta a Kíron e recebendo a força da lua e de Plutão em conjunção, que não por acaso estão agarrados à cruz cardinal, configurando uma atmosfera propícia às transformações internas que intentam promover as externas também num segundo plano. Além disso, esta é uma configuração de cura, com muita compaixão envolvida, combinando perfeitamente com a atmosfera crística de ressurreição vibrada por tantas egrégoras no dia de hoje. Que possamos então permití-la também em nós, purificando-nos e encontrando um espaço de paz e amor dentro para melhor passar pelos desafios crescentes da grande cruz cardinal, exata em graus na próxima quarta-feira.

Enquanto escrevia o texto, recebi visitas e tive que interrompê-lo. Retomo agora para providenciar o desfecho.

As cartas nos trazem a Foice (Kíron) em destaque, influenciada pela Chave e pelo Cavaleiro. O mensageiro nos entrega a chave em mãos para as profundas transformações que trazem a cura como colheita abençoada.

Hoje vamos de Lô Borges, com Nenhum Mistério.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

quarta-feira, 16 de abril de 2014

dindi


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Mercúrio, na 1ª hora de Vênus: O Coração (Príncipe de Copas) + as cartas de corte: A Chave (8 de Ouros) e A Lua (8 de Copas). A carta do coração, de novo por aqui e hoje em destaque, rege a casa VII, casa de Libra, 2º domicílio de Vênus, esfera dos nossos relacionamentos íntimos e parcerias, e representa envolvimento emocional, amor e paixão. Marte, o guerreiro planeta da ação transita atualmente neste território, o signo de Libra. O Nodo Norte também. A carta da chave, bem insistente por aqui ultimamente, é regida pelo Sol e nos diz que temos a solução, a senha para abrir os caminhos está em nossas mãos. Ela nos traz ainda esclarecimentos, revelações. A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios e sombras.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua cheia em Escorpião ativando o grande trígono das águas com Júpiter em Câncer e Vênus em Peixes, em trígono com Netuno em Peixes e triangulando (bissextil) com Vênus e Plutão R (seu dispositor em trânsito por Capricórnio). Ao longo da tarde a lua inicia conjunção com Saturno, que será exata de madrugada, às 04h10 da manhã, colocando a lua escorpiana fora de curso até às 18h45 de amanhã, quando ingressa Sagitário. Nodo Norte em Libra se opõe ao Sol em Áries. Marte R em Libra forma a grande cruz cardinal com Urano e Mercúrio conjuntos em Áries, Júpiter em Câncer e Plutão R em Capricórnio. Lilith em Leão está sem aspectos. Saturno em Escorpião está sem aspectos. Meio do Céu em Touro e Ascendente em Câncer na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua cheia em Escorpião ativa o grande trígono das águas com Júpiter e Vênus, em harmonia com Netuno em Peixes e também triangulando com Vênus e Plutão R (seu dispositor em trânsito por Capricórnio). A grande cruz continua firme e já se igualando nos graus dos planetas envolvidos, acirrando a necessidade de transformação. Intensidade pouca é bobagem. Os sentimentos remexem o fundo do poço em busca de entendimento para tudo que refluiu com a lua cheia eclipsada. Temos hoje, em pleno dia de Mercúrio, o pequeno grande deus que faz a ponte entre a terra e o céu e comanda as comunicações e os consequentes fluxos e refluxos mentais, a ajuda divina proveniente da conexão do elemento água, o feminino que limpa, cura, acolhe, abençoa e contorna. Também pode oprimir ainda mais corações angustiados, provocando um aumento da pressão interna para que a inteligência emocional providencie vias de escoamento. Se o reservatório estiver cheio demais, abra as torneiras, deixe sair. O choro cura quase tudo. Pelo menos traz alívio para que o sentimento retorne à sua real dimensão e possamos identificá-lo com mais clareza. Se a coisa ficar muito difícil, apele para o Rescue, santo floral de resgate para náufragos das próprias águas. Durante todo o dia também será bem-vinda a conexão com o divino, seja lá quais forem as suas crenças. Mercúrio é o dono do dia, com sua força potencializada pela conjunção com Urano. Vênus está entre Kíron e Netuno, no abraço dos dois, lá no reino da fé e do amor incondicional. E não é da junção dessas duas dádivas que obtemos a cura? Entregue a sua tormenta no altar do universo e peça sugestão de caminhos para vencê-la. Se o pedido for feito de coração, apenas confie e aguarde. A resposta chegará até você. Mas não espere por uma grande revelação, cercada de pompa e circunstância. Fique atento aos acontecimentos ao seu redor, porque o sutil revela-se nas coisas simples. Cabe a nós sensibilidade para perceber, agradecer e colocar em prática.

Ao longo do dia a lua vai se achegando a Saturno. Isso pode aprofundar o mergulho, convidando-nos a checar a validade das estruturas sobre as quais estamos depositando tanto sentimento. Na conjunção exata entre os dois, de madrugada, a lua fica fora de curso, permanecendo assim até o começo da noite de amanhã, quando ingressa Sagitário e nos pergunta quais flechas ainda queremos lançar.

As cartas nos trazem o Coração em destaque, influenciado pela Chave e pela Lua. Estamos com a chave em mãos para acessar o nosso universo emocional, encarar as sombras e pescar preciosos tesouros. Tenha medo não, gire a chave, entre na casa que é só sua. Lave o chão e as paredes, abra as janelas, convide o sol e o vento a entrar também. A faxina resultará num coração limpo e vibrante, com maior capacidade de amar e ser amado.

É evidente que a saudade hoje grita alto nos porões. Há muita sensibilidade no ar e isso me lembra Tom Jobim e sua maravilhosa Dindi. É com ela que vamos, na doce voz de Gal Costa.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

segunda-feira, 14 de abril de 2014

voa


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 1ª hora de Mercúrio: A Cruz (6 de Paus) + as cartas de corte: O Coração (Príncipe de Copas) e A Cegonha (Rainha de Copas). A carta da cruz rege a casa XII da mandala astrológica, local dos assuntos sagrados, do nosso inconsciente e do plano maior para as nossas vidas, a conexão com o invisível, e fala sobre o nosso destino, da nossa missão de vida, a cruz que carregamos e as conquistas que alcançamos através da fé. A carta do coração rege a casa VII, casa de Libra, 2º domicílio de Vênus, esfera dos nossos relacionamentos íntimos e parcerias, justo onde temos a lua cheia e o eclipse na próxima madrugada, e representa envolvimento emocional, amor e paixão. Marte, o guerreiro planeta da ação transita atualmente neste território, o signo de Libra. O Nodo Norte e a própria Lua também. A carta da cegonha rege o signo de Áries, onde temos Sol, Mercúrio e Urano em trânsito, este último o planeta irreverente que muda as coisas sem aviso. A Cegonha representa novidades, surpresas, mudanças repentinas e para melhor.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua crescente em Libra em conjunção exata com Marte R, oposta ao Sol em Áries e na grande cruz cardinal com Urano e Mercúrio conjuntos em Áries, Júpiter em Câncer e Plutão em Capricórnio. Às 04h43 da madrugada, a lua chega ao plenilúnio (início da fase cheia) conjunta ao Nodo Norte e fica imediatamente fora de curso, até às 13h21, quando ingressa Escorpião, conjunta ao Nodo Norte em Libra, oposta ao Sol em Áries e quadrada a Lilith em Leão. Quatro minutos depois de ficar cheia e tornar-se vazia, às 04h47, se dará o eclipse total. Lilith em Leão está sem aspectos. Júpiter em Câncer faz trígono com Vênus em Peixes. Sol em Áries se opõe ao Nodo Norte em Libra. Vênus em Peixes está conjunta a Netuno e faz sextil com Plutão em Capricórnio. Às 20h47 Plutão inicia movimento retrógrado, em sextil com Vênus e na grande cruz cardinal. Saturno R em Escorpião está sem aspectos. Meio do Céu em Touro e Ascendente em Câncer na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua cresce em Libra rumo ao plenilúnio e ao eclipse total, e agora faz conjunção exata com Marte R, se opõe ao Sol em Áries e recebe toda a pressão da grande cruz cardinal com Urano e Mercúrio conjuntos, Júpiter, Marte R e Plutão. A lua cheia e o eclipse se darão na madrugada, em conjunção com o Nodo Norte, às 04h47.

Chegamos ao pico das emoções levantadas pela primeira lunação do ano. Cada um sabe o que quer sair pela boca do vulcão, de acordo com o eixo Áries x Libra no mapa natal. Mas todos já sabemos também que o foco maior está nos relacionamentos para todos nós. Uma amiga querida me perguntou hoje mais cedo se a transformação ocorre com todos ou só com as pessoas que estão mais despertas. Interessante análise. A mudança está para todos, mas a pessoa distraída do céu toca a sua vida normalmente sem se pré-ocupar dessas coisas e quando vê já foi, só sabe que alguma coisa mudou dentro, que um sentimento ruim que oprimia o coração foi-se embora, que uma mágoa arrastada há anos desapareceu ou dói bem menos, que está com mais disposição para encarar a vida que convida a andar pra frente, que cresceu, que não cabe mais nas velhas vestes. Não dizem mesmo que o acaso protege os distraídos? Por outro lado, sabemos que quanto mais conhecemos o lado oculto da vida, mais nos será cobrado, o que faz todo sentido também, porque quando a gente deixa os pensamentos fritarem a cabeça em busca de uma solução para o que não queremos que mude de jeito nenhum (mesmo que a coisa em si já nem exista mais, mas a gente fica tentando segurar ou trazer de volta o que já foi, não é mais), a gente nem imagina o quanto estamos embaraçando o nosso próprio caminho com ilusões que só adiam o processo e fazem a cruz ficar mais pesada às costas. Quando a vida quer, não tem jeito de segurar. A grande cruz cardinal se assemelha a um vulcão prestes a explodir, aumentando a pressão interna até que a superfície rasgue e dê passagem ao fluxo que pede para sair. Uma espinha inflamada exemplifica bem também, pra gente sentir na pele a coisa toda. Alívio! Se a gente colabora, o processo acontece mais naturalmente, embora não sem dificuldade, porque é natural que a gente tenha um certo medo do desconhecido. Eita povo de pouca fé, né? É aí mesmo, nesta palavrinha de duas letras e acento agudo reforçando a intenção que ela guarda, que está a chave de todo o processo: fé. A melhor postura é confiar no que vem e ainda não vemos, são sabemos ao certo, mas que vem como destino inevitável, crescimento inexorável do ser. O eclipse total apaga por alguns segundos a iluminação da Lua, que não tem luz própria e reflete a luz do Sol. Na oposição exata dos dois, Sol em Áries e Lua em Libra, a Terra fica no meio e impede que os raios solares alcancem a lua. A lua representa as nossas emoções, baú que vamos lotando com recortes de todos os tamanhos e cores ao longo da vida na nossa memória emocional. Esta memória vai sofrer um apagão, junto com o apagão da lua. Apenas alguns segundos bastarão para que não sejamos mais os mesmos. O sol volta a iluminar a lua e, assim como saudamos o retorno da luz depois de um apagão energético, também saudaremos a lanterna que se acenderá dentro, jogando luz no que precisava mesmo mudar e já nem será mais assim tão difícil depois. Ficaremos com uma sensação de "que bom então". Lógico que isso não vai acontecer num estalar de dedos, porque afinal somos agarrados às nossas emoções como formigas ao mel, mas lá no fundo de nós saberemos que algo importante mudou e não cabemos mais no mesmo espaço que ocupávamos antes, crescemos. Os dias que seguem tratarão de assentar todo o resto. Para garantir a profundidade de tudo isso, Plutão, o cara que entende das profundezas, já estará em movimento retrógrado desde a noite de hoje, distribuindo convites para o mergulho. É de graça, gente! O preço alto a gente paga é pra fazer o próprio camelo passar pelo buraco da agulha. Eu já tô bem flexível, rsrs, com Plutão que não sai de cima do grau do meu Sol natal, brincando de massinha de modelar. Não sabe brincar, não desce pro play, né? Pode ter certeza que o universo retribuirá todo o esforço investido. Faz toda diferença inclusive encarar tudo isso de coração leve e bom humor. Desafio dos bons, heim? O eclipse se dá onde um vira dois, em Libra, de mãos dadas com o Nodo Norte, Cabeça do Dragão, missão, destino, dharma. Bora encarar o salto? Tem muita vida esperando ser vivida.

Mais um recado: o eclipse será visível pra nós aqui do Brasil. O espetáculo tem início às 03h00, quando a lua começa a ser encoberta, para ficar totalmente escondida às 04h47. Para enriquecer o evento, a dama da noite se vestirá de vermelho, refletindo os tons da Terra, que também estará na plateia, entre o refletor (Sol) e o palco (lua). Eu vou colocar meu relógio pra despertar, perco não.

As cartas nos trazem a Cruz (6 de Paus/Casa XII) em destaque, influenciada pelo Coração e pela Cegonha. A vitória sobre si mesmo é certa para quem tiver coragem de encarar as mudanças.

Hoje vamos de Ivan Lins de novo, com Voa.

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Basrtschi Lenormand

domingo, 13 de abril de 2014

faltando um pedaço


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia do Sol, na 1ª hora de Marte: A Chave, de novo! (8 de Ouros) + as cartas de corte: Os Caminhos (Rainha de Ouros) e A Lua (8 de Copas). A carta da chave, de novo por aqui e desta vez em destaque, é regida pelo Sol e nos diz que temos a solução, a senha para abrir os caminhos está em nossas mãos. Ela nos traz ainda esclarecimentos, revelações. A carta dos caminhos rege o signo de Libra, onde temos a própria Lua e Marte R em trânsito, e nos fala essencialmente de escolhas, mas também da fluência do nosso próprio caminho, de como fazemos a nossa caminhada na vida. A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter (R) em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios e sombras.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua crescente em Libra oposta a Mercúrio em Áries e em sextil com Lilith em Leão. Às 15h26 a lua fecha quadratura em T com Mercúrio e Júpiter. Às 18h58 a lua também inicia quadratura com Plutão, ingressando então na grande cruz cardinal. Ao fim da noite a lua já estará em conjunção com Marte R, que será exata amanhã às 13h00. Júpiter em Câncer faz trígono com Vênus e Netuno conjuntos em Peixes e está na grande cruz cardinal com Mercúrio e Urano conjuntos em Áries, Marte R em Libra e Plutão em Capricórnio. Sol em Áries se opõe a Marte R e ao Nodo Norte, ambos em Libra. Às 17h00, Vênus em conjunção com Netuno em Peixes inicia um sextil com Plutão. Saturno R em Escorpião está sem aspectos. Plutão em Capricórnio está estacionário, preparando-se para entrar em movimento retrógrado amanhã à noite, às 20h48. Meio do Céu em Touro e Ascendente em Câncer na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua crescente da lunação de Áries chegou em Libra, seu oposto complementar, onde será cheia e eclipsada depois de amanhã, terça-feira. Ela está em exercício de oposição com Mercúrio ariano e em harmonia com Lilith em Leão. Daqui a pouco fecha quadratura em T com Mercúrio e Júpiter, e no início da noite inicia também quadratura com Plutão, ingressando então na grande cruz Cardinal. Antes da noite acabar, ela já estará em conjunção com Marte R.

O foco se concentra na arte dos relacionamentos, estreitando ou complicando os laços, dependendo da vibração escolhida. Hoje é dia de trabalho interior e há uma lenda indígena que nos serve como uma luva para a escolha do que vibrar dentro:

A lenda dos dois lobos:
Certa noite, sentado ao redor de uma fogueira, o índio mais velho da tribo explicava para seu neto sobre seus conflitos internos da seguinte maneira:
- Dentro de mim existem dois lobos. Um deles é cruel e mau. O outro é muito bom e justo. Um nunca deixa o outro descansar, eles estão sempre brigando…
Qual dos dois ganhará esta luta? – perguntou o jovem.
Com sabedoria, o velho índio respondeu:
- “Aquele que eu alimentar mais.”

É muito importante a escolha dessa frequência vibratória, porque é do diálogo interno que surge o ser que vai dialogar com o outro, fora de nós, diferente de nós em essência, mas escolhido por nós para ser parceiro na aprendizagem do amor. Marte, o planeta guerreiro, está em marcha a ré exatamente no signo de Libra, embotado e provocado. Quanto mais sincera for a troca, mais profunda e cúmplice será a relação, com rico aprendizado para os dois. Se há muito mais a esconder do outro entretanto, talvez seja a hora de rever o contrato que os mantém unidos, numa reflexão honesta sobre o que ainda nutre, se nutre, o espaço estabelecido para que dois corações dialoguem. A lua ainda nem chegou ao ápice e a intensidade já derrama. Vênus, o planeta regente desta lua, está de mãos dadas com Netuno lá em Peixes, onde se exalta, e logo menos, às 17h00, também se alia a Plutão em sextil, aprofundando por demais a sensibilidade em nós. Logo depois a própria lua entra em duelo com Plutão, que a insere de vez na grande cruz. Mais um detalhe: Plutão está estacionário, pra começar a andar pra trás amanhã, mais uma vez nos convidando ao mergulho. Profundo e revelador. TransformAção. A saudade de quem está longe e faz morada no coração pode bater forte. A frustração também pode aparecer. Não desconte no outro, não escolha o lugar de vítima. Não se maltrate, acorde. O punhal hoje tem duas pontas, uma está apontada pra você. Encontre antes o espaço de silêncio dentro e investigue o elemento sabotador que te colocou na situação atual. E aproveite também para refletir naquilo que faz o seu sangue circular com força e batucar o coração e no porquê de não estar junto como você gostaria. Será que você está colocando o desejo no lugar certo ou será que você está empenhado em engordar ilusões? O dia pede equilíbrio das emoções, a justa medida. Encontre-a dentro de você e junto a quem compartilha da sua intimidade, se for o caso.

As cartas nos trazem mais uma vez a Chave (Sol), hoje em destaque, com influência dos Caminhos (Libra) e da Lua. Coloque as emoções na balança e faça um exame honesto de onde tem colocado os seus sentimentos. A solução virá iluminada, abrindo o panorama e trazendo poder de escolha, decisão.

Hoje vamos de Djavan, com Faltando um Pedaço.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

sábado, 12 de abril de 2014

somos todos iguais nesta noite


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Saturno, na 2ª hora de Marte: Os Lírios (Rei de Espadas) + as cartas de corte: A Cegonha (Rainha de Copas) e A Chave (8 de Ouros). A carta dos Lírios é regida pela Lua e nos fala de paz, serenidade, bem-estar, amorosidade, além de carregar a proteção da orixá Oxum. A carta da cegonha rege o signo de Áries, onde temos Sol, Mercúrio e Urano em trânsito, este último o planeta irreverente que muda as coisas sem aviso. A Cegonha representa novidades, surpresas, mudanças repentinas e para melhor. A carta da chave é regida pelo Sol e nos diz que temos a solução, a senha para abrir os caminhos está em nossas mãos. Ela nos traz ainda esclarecimentos, revelações.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua crescente em Virgem fora de curso (vazia de aspectos) desde às 14h13 e até às 05h34 da madrugada de amanhã, quando entra em Libra. Ela ficou vazia em sextil com Saturno R em Escorpião e entra em Libra em sextil com Lilith em Leão. Lilith em Leão faz trígono com Mercúrio em Áries. Júpiter em Câncer faz trígonos com Vênus e Netuno conjuntos em Peixes e está na grande cruz cardinal com Urano e Mercúrio conjuntos em Áries, Marte R em Libra e Plutão em Capricórnio. Sol em Áries se opõe a Marte R e ao Nodo Norte, ambos em Libra. Meio do Céu em Gêmeos e Ascendente em Escorpião na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua que cresce em Virgem está fora de curso (vazia de aspectos) desde às 14h13 e até às 05h34 da madrugada de amanhã, quando entra em Libra para virar cheia na terça-feira. Ao ficar vazia ela estava em sextil com Saturno R em Escorpião, nos cercando de uma atmosfera confiante e séria, aquele quê de sobriedade bem característico dos signos de terra, que por vezes parece aos outros frieza e distanciamento. É que também estamos todos sob o encantamento da conjunção de Vênus e Netuno lá no oposto complementar, em Peixes. E com a lua fora de curso agora, embora esteja no criterioso e pé-no-chão signo de Virgem, tendemos a absorver mais as características contemplativas, sem no entanto perder o senso de responsabilidade. Para além disso, já estamos no olho do furacão desta lunação ariana cheia de surpresas. Mercúrio está de mãos dadas com Urano, o imprevisível, pegando carona na grande cruz cardinal. Mercúrio é o mensageiro, o comunicador e também o transportador. Juntando o fato de estarmos mais avoados por conta da lua fora de curso com o posicionamento desafiador de Mercúrio (conjunto a Urano, oposto a Marte R e quadrado a Plutão e a Júpiter), vale redobrar os cuidados no trânsito e nas comunicações. Corremos o risco de nos envolver em acidentes físicos e diplomáticos também. Já sabendo disso, podemos nos precaver para evitar qualquer dano. Esta posição de Mercúrio também nos traz boas reflexões a respeito das mudanças que estão em andamento acelerado em nossas vidas. Podemos ter lampejos geniais do vir a ser e, se soubermos aproveitar, nos adaptar melhor no lombo desse furacão, aceitando as transformações que chegam meio no susto, sem aviso, mas que certamente nos deixarão em posição melhor do que a atual. A mudança é no eixo cardinal e contém grande impulso para uma reinvenção total do ser. Basta que tenhamos coragem para dar o grande salto. Amarrar não convém, porque será como tentar conter algo crescente, que simplesmente não vai caber mais no mesmo espaço. Cresça junto então.

As cartas de hoje nos trazem os Lírios em destaque, influenciados pela Cegonha e pela Chave. Que dúvida temos ainda de que desobstruir o fluxo das mudanças e aceitá-las é a chave para a nossa paz de espírito?

Hoje vamos de Ivan Lins, com Somos Todos Iguais Nesta Noite.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

quinta-feira, 10 de abril de 2014

o homem entre o mar e a terra


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Júpiter, na 2ª hora da Lua: O Anel (Ás de Paus) + as cartas de corte: O Anel (de novo!) e O Trevo (6 de Ouros). A carta do anel rege o signo de Touro, 1ª morada de Vênus, e representa as nossas parcerias amorosas e sociedades. A carta do Trevo rege o signo de Sagitário, que por sua vez tem regência de Júpiter, o grande benéfico, e representa pequenas dificuldades a serem transpostas, como ervas daninhas que podem, se ignoradas, impedir o franco florescimento do jardim. Mas, por outro lado, ela é uma carta associada ao signo da fé, que tem Júpiter como guia, o senhor da bem-aventurança. Além disso, está associada ao seis de ouros, o arcano da generosidade, e é ela mesma uma antiga representação da sorte através do trevo de quatro folhas. Então é evidente que esta é a carta da boa fortuna, mas até para termos os deuses do nosso lado, precisamos fazer a nossa parte também, como no caso de uma semente plantada. Se cuidarmos direitinho, as chances dela vingar serão maiores.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua crescente em Leão fora de curso desde às 03h27 da madrugada e até daqui a pouquinho, às 19h09, quando entra em Virgem. Ao ficar vazia, ela estava quadrada a Saturno R, em trígono com o seu dispositor, o Sol, e em sextil com Marte R. Ela entra em Virgem oposta a Vênus e Netuno conjuntos em Peixes e em sextil com o Nodo Norte em Libra. Lilith em Leão faz trígono com Mercúrio em Peixes. Júpiter em Câncer está na grande cruz cardinal com Urano e Sol conjuntos em Áries, Marte R em Libra e Plutão em Capricórnio, e faz trígono com Vênus e Netuno conjuntos em Peixes. Sol em Áries se opõe ao Nodo Norte em Libra. Saturno em Escorpião está sem aspectos. Meio do Céu em Câncer e Ascendente em Libra na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Depois de um dia inteiro fora de curso (vazia de aspectos) a lua crescente passa de Leão para Virgem, em exercício de oposição com Vênus e Netuno conjuntos em Peixes e aliada ao Nodo Norte em Libra. Seu dispositor, Mercúrio (regente de Virgem), está em Peixes, em harmonia com Lilith em Leão. A grande cruz cardinal já iniciou sua formação, que será exata (mesmo grau para todos os envolvidos) no dia 23, tensionando Urano em Áries, Júpiter em Câncer, Marte R em Libra e Plutão em Capricórnio.

Os detalhes agora farão toda a diferença. Estamos nos aproximando da fase cheia eclipsada da lunação irreverente, nervosa e apressada de Áries, neste abril tão cheio de desafios, e agora é hora de aparar as arestas, lapidar o diamante que queremos ver brilhar. Respira, a nave está em terra e podemos reparar melhor em volta, colocando as coisas nos devidos lugares antes da lua explodir em Libra, com direito a eclipse. Cada um sabe bem qual é o setor da vida que pede organização para receber a lua cheia, nem mapa precisa, porque isso deve estar gritando com toda força dentro e fora. Se você não sabe e quiser uma ajudinha, mande seus dados aqui nos comentários do Salamalek Tarot que eu te conto onde vai ser. Preciso de data completa (dia, mês e ano), hora e local (cidade) do nascimento. Bom, independente da área da vida de cada um, estaremos todos com as antenas voltadas para os relacionamentos. É que Marte, na casa de Vênus (Libra) e em movimento retrógrado, já começa a se enroscar nas quadraturas e oposições que levam à formação da grande cruz cardinal, com Urano pedindo mudanças urgentes, Plutão tocando uma profunda reforma interna e Júpiter expandindo todo esse conflito. A cruz será exata no dia 23, indicando o ponto máximo de tensão, mas já estamos em cima da onda que nos leva até lá, não há como voltar. Daqui pra frente só vai embalar mais. Por isso é essencial que agora pisemos bem concretamente a realidade, separando o joio do trigo e encarando pra valer o que precisa de um cuidado maior. Vênus e Netuno estão abraçadinhos lá do outro lado, na imensidão de Peixes onde tudo é encantamento, e podemos estar valorizando demais este dolce far niente com óculos cor de rosa, menosprezando o que grita do lado de cá, na praia. O macro é formado por micros, assim como nós mesmos e cada ser habitante desta nave. O lindo bordado que a gente vê foi cuidadosamente riscado e preenchido, ponto por ponto na cadência contínua e criteriosa da agulha com rabo de linha, perfurando, colorindo e alinhavando. O universo inteiro mora nos detalhes. E eles podem ser quadrados e repetitivos, mas constituem aprofundamento. É na rotina (micro) que a intimidade se faz, pra virar saudade (macro) na separação dos corpos. Vale mais uma vez citar Roberto Carlos, com a perfeita definição do eixo Virgem x Peixes: "detalhes tão pequenos de nós dois, são coisas muito grandes pra esquecer".

A lua em Virgem está de mãos dadas com o Nodo Norte, Cabeça do Dragão, o pulo do gato para coroar o destino de cada um de nós, que está em Libra, onde um vira dois, casal. O dispositor desta lua, Mercúrio, faz parceria entusiasmada com Lilith em Leão, a justa medida entre sombra e luz com a coroa dos reis na cabeça e a mão sobre o cetro, autoestima e poder. Um bom rei e uma boa rainha conhecem cada cantinho do seu reino. Então vamos cuidar com carinho dos detalhes.

As cartas, numa sintonia mais que perfeita, nos trazem o Anel em destaque e duplicado, com o Trevo por recheio. Vamos cuidar de pertinho daquilo que nos é caro ao coração, retirando pacientemente as ervas daninhas que possam atrapalhar o florescimento do jardim.

A canção de hoje já passou por aqui, mas além de merecer mil vezes bis, também espelha o contraponto de Virgem e Peixes. De Dori Caymmi, O Homem Entre O Mar E A Terra.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bartschi Lenormand

quarta-feira, 9 de abril de 2014

pecado original


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Mercúrio, na 2ª hora do Sol: O Cavaleiro (9 de Copas) + as cartas de corte: As Estrelas (6 de Copas) e a Cartinha (7 de Espadas). A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel. A carta das estrelas rege o signo de Aquário e representa sorte, recompensa, confiança, fé, esperança, segurança emocional e caminhos abertos, além da proteção do nosso anjo da guarda. A carta da cartinha rege a casa III da mandala astrológica, lugar de regência de Mercúrio, o planeta das comunicações e das trocas, e nos fala sobre convites, notícias, mensagens, avisos, sonhos.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua crescente em Leão quadrada a Saturno R em Escorpião, em sextil com Marte R em Libra e em trígonos com Sol e Urano em Áries. Lilith em Leão faz trígono com Mercúrio em Áries. Júpiter em Câncer faz quadratura em T com Sol e Urano conjuntos em Áries e Plutão em Capricórnio, e faz trígono com Netuno e Vênus conjuntos em Peixes. Sol em Áries faz quadratura em T com Marte em Libra e Plutão em Capricórnio e se opõe ao Nodo Norte em Libra. Meio do Céu em Câncer e Ascendente em Libra na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua crescente em Leão se indispõe com Saturno R e se harmoniza com Marte R e com Sol e Urano. Em pleno dia voltado às comunicações e trocas, com regência de Mercúrio, as demandas se multiplicam, exigindo de nós muita energia, que temos por sinal. A sensação é de que somos uma fonte energética inesgotável, com uma disposição fantástica para sair resolvendo todas as coisas ao mesmo tempo, com um bastão de fogo nas mãos, para fazer e acontecer. Mas a coisa toda esbarra em Saturno, o censor de plantão que coloca a perder o que não tiver critério e responsabilidade, ou o que foi incorretamente avaliado, subestimado. E o dia pode terminar com a uma sensação de incapacidade, como se tivéssemos no meio de uma montanha que tínhamos certeza de conseguir vencer e no entanto ela era maior do que prevíamos, não passamos nem da metade. Muito do foco também pode ter sido perdido em função de solicitações demais, não previstas. E quando a gente acorda pra vida, o dia já escorreu pelas mãos. É, sem dúvida estamos vivendo uma nova relação com o tempo, que anda bem apressadinho para muitas coisas e quase parado para outras tantas. Sabe quando uma coisa depende de outra para desenrolar e um atraso coloca tudo em espera? É isso. É claro que sempre que dependemos de outras pessoas na execução de qualquer coisa, a menos que a sintonia seja finíssima, atrasos e imprevistos são esperados. Mas agora isso parece estar bem mais frequente no nosso cotidiano. O danado do Marte em Libra, mesmo enfraquecido e em revisão, ainda é Marte, e tem força suficiente para nos ensinar a promover ajustes nas parcerias, para o bom funcionamento da vida de todos os envolvidos. E Saturno hoje cobra resultados em tudo aquilo que nos responsabilizamos. A luz pode incidir em coisas que já julgávamos resolvidas, mas que talvez não tenham sido assim tão bem feitas e agora voltam para atrapalhar o andamento do que está em curso. Provavelmente a falha é estrutural, comprometendo tudo o que foi assentado depois da base. Volte alguns passos, encontre o engano, conserte e então retome o progresso.

Mas tem coisa boa pintando por aí e por aqui também. Não deixe que a tensão te coloque numa postura rígida, apegada às suas certezas. A única certeza agora é que tudo é incerto. Urano está forte na área e o inusitado pode aparecer com a solução, esteja atento e aberto para incorporar novas ideias, novos conceitos. De repente é por isso mesmo que alguma coisa emperra, pra gente prestar atenção em outros caminhos. Vai ver é pra acontecer de outro jeito, diferente do que planejamos.

As cartas nos trazem o Cavaleiro em destaque, influenciado pelas Estrelas e pela Cartinha. Abra-se para as surpresas, uma notícia boa pode chegar mais rápido do que se imagina e mudar tudo de lugar.

Hoje vamos de Caetano Veloso, com Pecado Original.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

terça-feira, 8 de abril de 2014

incompatibilidade de gênios


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Marte, na 2ª hora de Mercúrio: O Sol (Ás de Ouros), de novo! + as cartas de corte: O Cavaleiro (9 de Copas) e A Lua (8 de Copas), de novo também! A carta do sol, insistente por aqui, rege o signo de Leão, onde temos Lilith e a própria lua em trânsito, e nos traz caminhos abertos e abençoados, iluminação, prosperidade, vigor, clareza, sabedoria e cura. O Sol carrega a abençoada proteção de Oxalá. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel.A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua crescente em Leão conjunta a Lilith, quadrada ao Nodo Norte em Libra e em trígono com Mercúrio em Áries. Às 16h51 a lua desfaz a quadratura com o Nodo Norte. Às 19h40 a lua inicia um trígono com Urano. Júpiter em Câncer faz quadratura em T com Urano e Sol conjuntos em Áries e Plutão em Capricórnio, e faz trígono com Netuno em Peixes. Sol em Áries se opõe a Marte R em Libra. Vênus em Peixes, conjunto a Netuno, faz trígono com Nodo Norte em Libra. Às 23h07 Vênus desfaz o trígono com o Nodo Norte. Saturno R em Escorpião está sem aspectos. Meio do Céu em Gêmeos e Ascendente em Virgem na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua cresce em Leão de mãos dadas com Lilith, a lua negra, em desarmonia com o Nodo Norte e em harmonia com Mercúrio, também em signo de fogo. O dispositor desta lua é o Sol e o astro rei se estranha com Marte R. Daqui a pouquinho a lua se livra da quadratura com o Nodo Norte e mais tarde, à noite, ela se harmoniza com Urano em Áries. Mais fogo!

Astral bem elétrico hoje, dia de Marte, com a própria lua crescendo em fogo e aliada a fogo também. Os pensamentos ganham ainda mais velocidade, com a criatividade a mil. O Sol conjunto a Urano e em exercício de oposição com Marte pede atenção às parcerias, lembrando que nem tudo podemos fazer sozinhos e talvez o outro simplesmente não esteja na mesma vibração, dificultando a ação que lateja como sentimento urgente, impulsionado pela vontade incendiada do céu. A solução está na negociação. A noite pode trazer surpresas e mais uma vez temos que ter jogo de cintura para encarar algumas mudanças de planos de última hora. A intuição também fica bastante ativada, o que pode nos antecipar aos acontecimentos inesperados, como um rápido pensamento que nos invade a mente e vai embora tão depressa quanto veio, mas que depois será reconhecido como um aviso que deixamos passar. Não deixe a frustração se instalar, a competição te pegar, a irritação te grudar. Hoje como ontem, os estopins estão curtos e a pressa pode provocar acidentes e desentendimentos. Por outro lado, há energia de sobra para ser gasta em exercícios, todos eles, inclusive o sexo. Bem mais agradável do que entregar-se a embates desnecessários, não acham? Além de liberar endorfina, o hormônio do prazer, que deixa o corpo com aquela deliciosa sensação do bom cansaço e é claro que a mente também se beneficia, com euforia e contentamento, desanuviando a disposição combativa.

As cartas nos trazem o Sol novamente em destaque, desta vez influenciado pelo Cavaleiro e pela Lua. Opa, tem coisa querendo sair da sombra para a luz. Como é o mensageiro que inicia o processo, é bem provável que algum elemento revelador nos alcance esta noite através de um recado, email, ou outro canal de comunicação.

Hoje vamos de João Bosco, deliciosamente acompanhado por uma trupe de responsa (gênios pra lá de compatíveis, por sinal) no palco do Heineken in Concert, com Incompatibilidade de Gênios.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

segunda-feira, 7 de abril de 2014

as cores de abril


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 1ª hora de Vênus: O Sol (Ás de Ouros) + as cartas de corte: Os Lírios (Rei de Espadas) e a Lua (8 de Copas). A carta do sol rege o signo de Leão, onde temos Lilith em trânsito, e nos traz caminhos abertos e abençoados, iluminação, prosperidade, vigor, clareza, sabedoria e cura. O Sol carrega a abençoada proteção de Oxalá. A carta dos Lírios é regida pela Lua e nos fala de paz, serenidade, bem-estar, amorosidade, além de carregar a proteção da orixá Oxum. A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter e a própria Lua em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua crescente em Câncer já se afastando da conjunção com Júpiter, em trígono com Saturno R em Escorpião e fazendo duas quadraturas em T, uma com Sol em Áries e Marte R em Libra, e outra com Sol e Urano conjuntos em Áries e Plutão em Capricórnio. Às 15h15, a lua fica fora de curso depois de uma quadratura com o Nodo Norte em Libra. Antes disso, ela já terá desfeito pelo menos uma quadratura em T, ao se afastar de Júpiter. Ela fica vazia de aspectos até às 06h51 de amanhã, quando entra em Leão, conjunta a Lilith, quadrada ao Nodo Norte em Libra e em trígono com Mercúrio em Áries. Júpiter em Câncer faz quadratura em T com Urano e Sol conjuntos em Áries e Plutão em Capricórnio e faz trígono com Netuno em Peixes. Mercúrio percorre o último grau de Peixes, em trígono com Lilith em Leão. Daqui a pouquinho, às 12h35, ele entra em Áries mantendo o mesmo aspecto com Lilith. Vênus em Peixes conjunta a Netuno faz trígono com o Nodo Norte em Libra. Meio do Céu em Áries e Ascendente em Gêmeos na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua agora é crescente em Câncer, já se afastando do abraço de Júpiter, em harmonia com Saturno R e metida em duas quadraturas em T, com Sol, Urano, Plutão e Marte R. Daqui a pouco, às 15h15, ela fica fora de curso depois de quadrar também o Nodo Norte, e assim permanece até amanhã de manhã, quando entra em Leão conjunta a Lilith, quadrada ao Nodo Norte e em harmonia com Mercúrio. Mercúrio acaba de entrar em Áries.

A semana já começa quente, com as nossas emoções sendo francamente desafiadas pela crescente da lua, enroscada em poderosos atritos e de mãos dadas com Saturno escorpiano, que pede responsabilidade na resolução dos nós. O chamado é claro para o crescimento pessoal, com apelos de todos os lados para que enfrentemos com coragem a nós mesmos, o novo ser que brota de cada um de nós, ou pelo menos deveria. Somos quem afinal? O que esperam que sejamos (família e sociedade) ou o que nós, seres crescidos e donos do próprio nariz, podemos ser, de acordo com a nossa visão de mundo alicerçada pelas nossas próprias capacidades? A hora da transformação é agora, sem mimimi, sem depositar no outro frustrações que foram cavadas com as próprias mãos. A cor de abril é o vermelho, mês repleto de desafios (cruz cardinal em graus exatos + eclipses da Lua e do Sol), querendo de nós coragem de parir a nós mesmos. A mudança é certa, para todos. Cabe a cada um de nós saber em que parte da vida estamos amarrando o processo, tentando segurar o que já devia ter ido. Quanto mais nós dermos conta de desatar, mais fluida será a vida que nos cerca. Quanto mais tranquilos com a nossa consciência, em todos os sentidos, mais felizes nos veremos com tudo de novo que quer chegar. Como é que podemos encher uma taça que já está cheia? Prove dessa bebida que está aí dentro, é boa? É fresca? É gostosa? Ou já está vencida? Jogue fora o que tem gosto amargo e abra espaço para o prazer borbulhar aí dentro. Mercúrio já chegou em Áries, vestindo os pensamentos e as palavras com assertividade e franqueza (até demais), e as comunicações ganham clareza e velocidade. Mas calma, porque a água vai ferver dentro, especialmente hoje, com a lua fora de curso em Câncer. Aproveite para observar tudo que vem à tona e filtrar o que realmente pede para sair. Quem manda em Mercúrio agora é Marte, regente de Áries, e o guerreiro está lá em Libra, lembram? Retrógrado e envolvido também na grande cruz cardinal em formação. Há muito para ser reVisto, rePensado, reConversado, reAcordado. Libra é território de acordos, de parceria, de equilíbrio. Comunique o que está em desacordo a quem de direito, que também tem seus direitos, vale lembrar. Não cuspa bola de fogo porque ela pode bater e voltar, te chamuscar. Não guarde também, pra não correr o risco de queimar o estômago e a garganta. Coloque-se no lugar do outro e desarme-se, dialogue. O céu por si só já está bastante explosivo e vai permanecer assim pelos próximos dias, num nervoso e crescente potencial bélico. Amanhã cedinho a lua chega ao reino de leão, incendiando um tanto mais. Que tal aproveitar tanto fogo para despertar o prazer em vez da dor? Use a criatividade, ofertada em abundância também.

As cartas nos trazem o Sol em destaque, influenciado pelos Lírios (Lua) e pela Lua (Câncer). Jogue luz no poço fundo das emoções, aproveite a iluminação ofertada por Mercúrio agora em signo de fogo e antes de esclarecer, esclareça-se.

Hoje vamos de Vinícius de Moraes e Toquinho, com As Cores de Abril.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Symbolon Tarot

domingo, 6 de abril de 2014

cape horn


Olá, queridos!

Como vão vocês? Estive bastante sumida, porque a vida acelerou à minha volta, com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que me provocou exatamente o movimento contrário, o silêncio. Economia nas palavras e vontade nenhuma de escrever. A correria externa me calou e me jogou numa postura de aguçada observação. Ao mesmo tempo, uma sensação de plenitude me invadiu, a taça cheia que agora começa a pedir para derramar, devagar, até para liberar espaço para caber mais. Tudo acontece muito rapidamente e a intuição chega a assustar, bem sintonizada, é só pensar e pluft, acontece. A gratidão é uma coisa realmente maravilhosa. Eu já sabia, mas quanto mais me afino com ela, mais recados encantados me chegam, trazendo junto a chance de agradecer mais e mais. Chorei muito também, derramei. Cortei os cabelos, muitos dedos dele. Meu corpo pedindo pra falar, contar um pouco da imensa transformação interna, exatamente sob a falante lua em Gêmeos, que me deixou ainda mais calada, mas os cabelos ganharam um divertido movimento, quiseram falar por mim, obedeci. Plutão não brinca em serviço, e ele está bem em cima do meu Sol natal, no mesmo grau, fazendo trígono com o meu Plutão natal também, como se já não bastasse o puxa-estica do céu em que está envolvido, com Urano e Júpiter. Mas no meio disso tudo, até axé de borboleta ganhei, no meio da rua o presente encantante! Acho que sim, estou no caminho certo, desenhado e sonhado para mim e guardado no baú dos tesouros que começam enfim a se revelar com Plutão no comando. Gratidão outra vez. Compartilho dessas coisas tão íntimas com vocês porque sei que não sou só eu que estou passando por profundas transformações. O céu está para todos e por certo alguns de vocês encontram sintonia nestas confissões. Creiam, por mais que a tormenta nos deixe confusos, vale cada lágrima derramada, cada momento de incerteza vivido, cada pedacinho de iluminação conquistada, ainda que fugidia por enquanto. O quebra-cabeças está em processo, estamos quase lá.

Cartas de hoje, dia do Sol, na 2ª hora da Lua: O Coração (Príncipe de Copas) + as cartas de corte: A Cigana (Ás de Espadas) e A Chave (8 de Ouros). A carta do coração rege a casa VII, casa de Libra, 2º domicílio de Vênus, esfera dos nossos relacionamentos íntimos e parcerias, e representa envolvimento emocional, amor e paixão. Marte, o guerreiro planeta da ação transita atualmente neste território, o signo de Libra. O Nodo Norte também. A carta da cigana é regida por Vênus e representa a mim e a todas as mulheres que frequentam o Salamalek Tarot, bem como a mulher mais importante da vida dos homens que passam por aqui. Também temos aí a maneira de nos relacionar representada, já que a carta tem regência de Vênus. A carta da chave é regida pelo Sol e nos diz que temos a solução, a senha para abrir os caminhos está em nossas mãos. Ela nos traz ainda esclarecimentos, revelações.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua nova em Câncer em conjunção exata com Júpiter, em trígono com Netuno e Vênus conjuntos em Peixes e na quadratura em T com Urano e Sol conjuntos em Áries e Plutão em Capricórnio. Às 20h54 a lua inicia mais uma quadratura, com Marte R. De madrugada, às 02h12, a lua inicia um trígono com Saturno R. E é assim que ela atinge a fase crescente, às 05h32. Sol em Áries se opõe a Marte R em Libra. Mercúrio em Peixes está sem aspectos até às 18h31, quando inicia trígono com Lilith em Leão, até então também sem aspectos. Vênus em Peixes já inicia conjunção com Netuno e faz trígono com Nodo Norte em Libra. Saturno R em Escorpião está sem aspectos. Meio do Céu em Gêmeos e Ascendente em Virgem na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua nova quase crescente em Câncer faz conjunção exata com Júpiter, se harmoniza com Netuno e pega carona na poderosa e complicada quadratura de gigantes, com Urano, Júpiter e Plutão. O abraço de Júpiter faz tudo parecer muito maior do que realmente é. As emoções já exaltadas pelo domicílio natural da lua ganham volume máximo e acionam em nós o gatilho da saudade até do que a gente nem sabe muito bem o que é. Pois é, o dia é de trabalho interior e os porões estão lotados de serviço. Pode pintar insatisfação e desânimo se não houver via de escape para tanto sentimento. A melhor escolha hoje, para quem pode fazê-la evidentemente, é o acolhimento familiar. Reunir os queridos e se ocupar de nutrí-los com comidinhas, carinhos, conversas e lembranças pode se revelar uma eficiente ferramenta de resgate e de cura para todos os envolvidos, especialmente se cada um tiver a chance de colaborar com alguma coisa para o contentamento de todos. Quando nos ocupamos do cuidado amoroso com aqueles que nos são caros, estamos distribuindo prazer que também contagia a nós mesmos, como as mãos de quem distribui flores, sempre perfumadas. Para combinar com esse quadro de doação balsâmica, Vênus mudou ontem de endereço, saiu da vibe descolada de Aquário e mergulhou nos mares piscianos, direto para os braços de Netuno. A bela encontra a sua exaltação e é recebida com honras, pelo próprio dono da casa. O amor eleva-se, encanta-se, transforma-se em incondicional, compassivo. As marés nos invadem e ficamos todos mais românticos, inspirados, místicos, misteriosos. Naturalmente nos doamos mais, o que inclusive pode gerar certas confusões também, despertando emoções equivocadas onde há excesso de carência. As ilusões estão em alta. Tudo que nos eleva, que nos envolve de encantamento também. Sopro divino que exalta a poesia, a música, a dança, o cinema, a cena e também quem encena. Aberta a temporada do canto da sereia e dos pobres pescadores enrabichados por ela. Afinal, Mercúrio também está em Peixes, ainda. Mergulhamos todos nesse amor intenso. E que saibamos todos também que dentro d'água nem tudo corresponde à realidade, os enganos vêm de brinde. Mas os sonhos são dourados, o amor é universal e a fé se esparrama em milhões de possibilidades para quem está na busca. É de lá que viemos, das águas, da imensidão ilimitada das emoções. É lá, entre tsunamis e calmarias, que resgatamos a porção mais preciosa de nós, alma.

As cartas nos trazem novamente o Coração em destaque, com influência da Cigana e da Chave. Que beleza de sintonia com a Vênus pisciana, com a chave nas mãos para a abertura suprema do amor. Quanto mais amor doarmos, mais amor receberemos. Esta inclusive é a senha para atravessar as dificuldades postas pelo céu. Aproveitem!

Hoje vamos de Toninho Horta e Arismar do Espírito Santo, com a magnífica Cape Horn.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bartschi Lenormand

terça-feira, 1 de abril de 2014

matita perê


Olá, queridos!

Como foi para vocês a vibração do 4 de Ouros durante o mês de março? Trouxe conquistas merecidas? Souberam lidar com elas com o desapego necessário? Aprenderam a ser gratos e a abrir mão do controle? Aprenderam a compartilhar? Muitos ensinamentos, né? Agora chegamos a abril, outro mês, outra estação, outras vibrações. E adivinha quem veio nos acompanhar neste mês de tantos desafios? O revolucionário 8 de Paus! Ele já passou por aqui no escorpiano mês de novembro e volta agora sob o céu ariano. Bem interessante isso. Marte é regente de Áries e co-regente de Escorpião, o guerreiro vermelho, fogo puro para combinar com o céu e com o 8 de Paus também. Mas e o que o 8 de Paus tem para nos oferecer? Este arcano menor carrega a energia de Mercúrio e dos Exus, e vibra rapidez, surpresas, mudança acelerada e uma sensação de confiança no plano maior que nos conduz, nos motivando a uma entrega ousada e inspirada ao que virá, mesmo que ainda não tenhamos todo o quadro delineado. Agora, como lá atrás, em novembro, essa vibração tem tudo a ver também com a quadratura Urano x Plutão, só que agora com Júpiter envolvido e daqui a pouco também Marte, ativando a grande cruz cardinal. Esta configuração há tempos vem promovendo transformações intensas e substituindo velhos por novos padrões de forma inusitada, tanto no plano coletivo como no individual. Lembram do conselho de tentar ser chefe e senhor das próprias mudanças para não ser pego pelo calcanhar? Porque escolha não há, ou muda ou muda. E tanto o céu de abril quanto o 8 de Paus nos confirmam isso. Sendo um arcano menor, ele nos traz influências externas, ou seja, não orientadas pelas nossas vontades. Ainda dá tempo da gente se encaixar no lombo da mudança e pegar nas rédeas dela, pelo menos para estar mais preparados e aceitar os desafios que surgirem de repente, bem ao sabor dos ventos de Urano. Que o fogo transmutador do 8 de Paus nos apresente enfim o novo ser que vai brotar de nós. Seja muito bem-vindo, abril!


Pois então vamos às cartas de hoje (lindas!), dia de Marte, na 2ª hora de Vênus: O Coração (Príncipe de Copas) + as cartas de corte: O Sol (Ás de Ouros) e O Cavaleiro (9 de Copas). A carta do coração rege a casa VII, casa de Libra, 2º domicílio de Vênus, esfera dos nossos relacionamentos íntimos e parcerias, e representa envolvimento emocional, amor e paixão. Marte, o guerreiro planeta da ação transita atualmente neste território, o signo de Libra. O Nodo Norte também. A carta do sol, de novo hoje por aqui, rege o signo de Leão, onde temos Lilith em trânsito, e nos traz caminhos abertos e abençoados, iluminação, prosperidade, vigor, clareza, sabedoria e cura. O Sol carrega a abençoada proteção de Oxalá. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua nova em Touro quadrada a Lilith em Leão, em bissextil com Júpiter em Câncer e Netuno em Peixes e em trígono com Plutão em Capricórnio. Às 19h31 a lua desfaz a quadratura com Lilith. Quase no fim da noite, às 23h31, a lua desfaz o sextil com Netuno, permanecendo apenas com o sextil com Júpiter e o trígono com Plutão. Sol e Urano em Áries, em conjunção quase exata, fazem quadratura em T com Júpiter em Câncer e Plutão em Capricórnio. Mercúrio em Peixes faz trígono com Saturno R em Escorpião. Vênus em Aquário quadra Saturno R em Escorpião e faz trígonos com Marte R e Nodo Norte em Libra. Nodo Norte em Libra quadra Lilith em Leão. Meio do Céu em Gêmeos e Ascendente em Virgem na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua nova agora é taurina, em exercício de contradição com Lilith e em harmonia com Júpiter, Plutão e Netuno, enquanto seu dispositor, Vênus, se alia com Marte R em Libra e se indispõe com Saturno R em Escorpião. Sabe aquele ditado que diz "em se plantando tudo dá?". Pois é, o clima é exatamente este. O broto encontra terra fértil, acolhida e nutrição, na justa medida de sua potência e com as bênçãos do céu por testemunha. O amor respira e transpira uma oitava acima e leva a intensidade de brinde. Opa! Que beleza de motivação para dar boas-vindas a este abril tão desvairado. Mas não são tudo flores também não. Os desafios estão igualmente plantados, testando a força e a vontade das sementes até que elas rompam o chão. Trocando em miúdos, o recado que o astral nos passa agora é de perseverança no cuidado com aquilo que queremos que cresça e apareça, sem esquecer que não somos os únicos a acalentar sonhos e projetos, muito menos os únicos merecedores de conquistas. Touro é guloso, não sabe e nem quer abrir mão. Mas a vantagem em cima de qualquer coisa ou pessoa traz uma vitória momentânea, a lei do retorno traz o troco depois. E agora como nunca antes o retorno vem de avião, a jato. É quase um toma-lá-dá-cá. A lição para todos nós aí é fazer aos outros do jeitinho que gostaríamos que fizessem com a gente. Se o outro é que está sendo de alguma forma injusto com você, o problema é dele e não seu. Cabe a cada um cuidar do que faz, fala, emite ou até mesmo pensa. Coração puro, minha gente! É aí que mora o milagre da multiplicação dos pães. O seu assunto particular é com o universo. Faça qualquer coisa com pureza de intenções, ainda que o outro aparentemente não mereça. O crivo vem antes, naquela pergunta básica que a consciência sopra e, ao acatar o sábio conselho, a cabeça agradece o travesseiro que deita. Ah, mas fulano não merece a minha bondade, você pode dizer. E será que você merece praticar a maldade, sabendo do efeito bumerangue? Se alguém declaradamente te explora é porque você permite essa relação de usura. Não está satisfeito com a troca? Abençoe o aprendizado e siga em frente, afastando-se de quem não vibra mais o mesmo tom que você. Tudo isso sem desejar nada de mal ao outro. Se o outro não é bacana, provavelmente não aprendeu ainda, ou talvez nem aprenda nesta vida. Não cabe a você julgar, nem cabe a você deixar-se magoar. Perdoe de coração, agradeça o ensinamento e pratique o desapego. Fez tudo que estava ao seu alcance fazer? Que lindo. Sinal que pode então ir em paz. Não duvide que as pessoas, todas elas, que de alguma forma entram na nossa vida, trazem consigo um valioso tesouro, assim como o somos para elas também. Se a troca for justa ou enquanto o for, a presença trará importantes lições. Se deixar de ser justa, talvez tenha chegado a hora de lançar-se em outros mares. Não foi por acaso que falei de tesouros. Quando a gente se permitir o salto oferecido por Urano, toda a tensão exercida por Plutão afrouxa porque afinal avistamos o brilho do ouro enterrado. Marte está no exílio (Libra) e em marcha a ré. A coisa toda gira em torno do guerreiro acovardado em nós. É na mistura de coragem com generosidade que a gente vai conseguir atravessar a passagem estreita desse parto tão difícil e tão libertador.

As cartas nos trazem o Coração em destaque. Esta é a mensagem que o Cavaleiro corajoso e veloz traz diretamente do Sol, nosso astro rei que insiste com a sua presença por aqui, expressão máxima do fogo e do coração, já que rege o signo de Leão, também um rei, movido pela coragem. Coragem significa agir com o coração. O que estamos esperando?

Ahh, vale demais citar Guimarães Rosa aqui e agora:

"O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem."

E como uma coisa puxa a outra e por sinal gosto muito das duas coisas e elas se gostam muito também, hoje vamos de Tom Jobim, com a magnífica Matita Perê.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralhos: Shadowscape Tarot e Mystical Lenormand