Google+ Followers

sábado, 30 de novembro de 2013

cinema paradiso


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Saturno, na 2ª hora do Sol: A Lua (8 de Copas) + as cartas de corte: O Sol (Ás de Ouros) e O Cigano (Ás de Copas). A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter e Lilith em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios e sombras também. A carta do sol rege o signo de Leão e nos traz caminhos abertos e abençoados, iluminação, prosperidade, vigor, clareza, sabedoria e cura. O Sol carrega a abençoada proteção de Oxalá. A carta do cigano é regida por Marte e representa os homens que visitam este espaço, e o homem mais importante da vida das mulheres desta egrégora.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua minguante em Escorpião conjunta ao Nodo Norte, em trígono com Netuno em Peixes e em sextil com Plutão em Capricórnio. Marte em Virgem está em bisextil com Mercúrio em Escorpião e com Vênus em Capricórnio. Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer se opõem a Vênus em Capricórnio e fazem trígonos com Mercúrio e Saturno escorpianos. Netuno em Peixes quadra o Sol em Sagitário. Vênus em Capricórnio faz sextil com Saturno em Escorpião. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries. Sol em Sagitário faz trígono com Urano retrógrado em Áries. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua balsâmica (final da fase minguante) retorna a Escorpião, signo que deu início à lunação que agora se aproxima do fim. Nessa vibração de escoamento das marés, ela faz importantes conjunções, primeiro com Nodo Norte, depois com Saturno e Mercúrio, selando compromissos nesses abraços. De lá das montanhas de Capricórnio, seu dispositor Plutão lhe acena com aprovação por seu trabalho bem feito nessa jornada de purificação. Durante o fim de semana inteiro somos convidados a refletir sobre as nossas conquistas e sobre o que cumpriu seu ciclo junto à nossa caminhada, que, ainda que possa parecer perda, por certo mais à frente contabilizaremos como ganho. A conjunção da lua com o Nodo Norte nos traz a oportunidade de realinhamento com o nosso norte pessoal, destino. E o que não está em conformidade com ele, a vida leva para que a condição ideal encontre a brecha para se manifestar. Passamos por um verdadeiro ritual de limpeza e purificação, deixando o caminho livre para as boas novas que chegarão junto com a lua nova em Sagitário, inaugurando um ciclo de mais otimismo e expansão. E hoje a Vênus capricorniana está em lindo alinhamento com Marte e Mercúrio, nos dando uma força especial nos relacionamentos, harmonizando as trocas entre o feminino e o masculino, bem como nos colocando na vibração da conduta afinada entre pensamento, palavra e ação. Essa harmonia nos fornece ainda a condição de falar a quem de direito o que se passa no coração, garantindo um entendimento profundo, algo como escrever diretamente na alma, para que a vibração não mais se perca. A lua também faz belo aspecto com Netuno, embalando com romance os sonhos desta noite. De olhos fechados ou abertos, a saudade que vibra forte no peito pode conseguir ressonância longe, onde quer que se encontre o seu motivo.

As cartas nos trazem a Lua em destaque, influenciada pelo Sol e pelo Cigano (Marte), nos motivando a agir com verdade e coragem na busca do autoconhecimento. Uma chance abençoada de lançar luz às nossas sombras para integrá-las harmonicamente ao nosso ser.

Hoje vamos de Ennio Morricone, com a belíssima Cinema Paradiso.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

moon river


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Vênus, na 2ª hora de Vênus: A Árvore (7 de Copas) + as cartas de corte: A Cigana (Ás de Espadas) e A Cegonha (Rainha de Copas). A carta da árvore rege o signo de Virgem, onde temos Marte em trânsito, e nos fala de prosperidade, fortalecimento emocional e bem-aventurança, além de carregar a proteção do orixá das matas, Oxóssi. A carta da cigana é regida por Vênus e representa a mim e a todas as mulheres que frequentam o Salamalek Tarot, bem como a mulher mais importante da vida dos homens que passam por aqui. E, claro, representa ainda a própria Vênus, que diz respeito a como nos relacionamos. A carta da cegonha rege o signo de Áries, onde temos Urano em trânsito, o planeta irreverente que muda as coisas sem aviso. A Cegonha representa novidades, surpresas, mudanças repentinas e para melhor.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua balsâmica (final da fase minguante) em Libra, fora de curso (vazia de aspectos) desde às 09h15 e até às 02h04 de amanhã, quando entra em Escorpião. Marte em Virgem faz sextil com Mercúrio em Escorpião. Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer se opõem a Vênus em Capricórnio e fazem trígonos com Mercúrio e Saturno escorpianos. Netuno em Peixes quadra o Sol em Sagitário e faz trígono com Nodo Norte em Escorpião. Vênus em Capricórnio faz sextis com Mercúrio e Saturno escorpianos. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries e faz sextil com Nodo Norte em Escorpião. Sol em Sagitário faz trígono com Urano retrógrado em Áries. Meio do Céu em Capricórnio e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua balsâmica (fase final da minguante) em Libra está fora de curso durante toda a sexta-feira, até às primeiras horas da madrugada de amanhã, quando entra em Escorpião para dar desfecho à lunação escorpiana, que cede lugar à nova lunação, em Sagitário, na segunda-feira. Antes da lua libriana ficar vazia de aspectos entretanto, ela esteve envolvida em uma quadratura em T com o seu dispositor, Vênus em Capricórnio, e com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer. Agora, solta no espaço, guarda em si as ponderações de tudo que está harmônico ou em conflito na área familiar e nos relacionamentos íntimos e parcerias. Esse humor também se configura em nós, nos jogando em um necessário estado reflexivo que tem o papel de rebuscar as nossas insatisfações e evidenciar o que ainda precisa de correção. Só assim estaremos aptos a escolher as sementes que queremos lançar ao solo depois do fim de semana, para crescerem com a força da lunação sagitariana. O clima desta noite pode então ficar mais voltado para o recolhimento, sem muita vontade de trocas, ainda que a lua esteja no signo que as propicia. Não foi um ciclo fácil este da lunação escorpiana, que agora se aproxima do fim. Muito foi remexido dentro, muito foi captado pelas antenas da intuição, muito foi modificado fora. Escorpião é transformação, com ou sem o nosso consentimento. Muitos de nós estivemos de frente com a morte em importantes áreas da nossa vida. Morte física de pessoas queridas, morte de situações arrastadas, morte de tudo que não era verdadeiro, morte de relacionamentos, morte de nós mesmos, que nunca mais seremos o que éramos antes dessas importantes transformações. Mas o lado bom é que renasceremos mais fortes e por certo com muita disposição para renovar os nossos propósitos. Depois da vida-morte-vida, é vida que segue enfim. Mas até o chamado entusiasmado da lua nova em Sagitário, ainda passaremos mais uma vez pela noite escura de Escorpião. A partir das duas da manhã desta madrugada de sábado, a lua retorna ao signo que deu início a lunação, para encerrá-la. Retornamos nós também ao calabouço de nós mesmos para as derradeiras reflexões deste ciclo. Que sejamos certeiros na poda dos galhos doentes da nossa árvore da vida. Que saibamos ser gratos também a todos os outros galhos que nos trazem abundância, para que assim continuem fluindo.

As cartas, mais uma vez em abençoada sintonia com o céu, nos trazem a Árvore em destaque, com influência da Cigana e da Cegonha. Que a nossa vênus (A Cigana) possa captar com maestria as vibrações, para promover mudanças construtivas e benéficas (A Cegonha) na nossa estrutura emocional (A Árvore).

Hoje vamos de Henry Mancini e Johnny Mercer, pela belíssima interpretação da London FILMharmonic Orchestra, Moon River.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

summertime


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Júpiter, na 2ª hora de Vênus: O Cavaleiro (9 de Copas) + as cartas de corte: O Cavaleiro (de novo!) e Os Caminhos (Rainha de Ouros). A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel. A carta dos Caminhos rege o signo de Libra, onde temos a lua minguando. Este arcano diz respeito ao nosso livre-arbítrio, ao caminho que percorremos e às escolhas.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua minguante em Libra ativando a quadratura em T com Urano retrógrado em Áries e Plutão em Capricórnio, e em sextil com o Sol em Sagitário. Marte em Virgem está em sextil com Mercúrio em Escorpião. Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer se opõem a Vênus em Capricórnio e fazem trígonos com Mercúrio e Saturno escorpianos. Netuno em Peixes quadra o Sol em Sagitário e faz trígono com o Nodo Norte em Escorpião. Vênus em Capricórnio faz trígonos com Mercúrio e Saturno escorpianos. Plutão em Capricórnio faz sextil com o Nodo Norte em Escorpião. Sol em Sagitário faz trígono com Urano retrógrado em Áries. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua segue minguando em Libra e ativa quadratura em T com Urano retrógrado e Plutão, nos convidando a prestar atenção à disputa entre velhos e novos padrões, há tempos em fermentação, e fazer as nossas escolhas. Mais uma vez a necessidade de desapego do que já não é mais parte de nós, mas que insistimos em carregar, impedindo assim que o novo nos alcance. Em Libra, a lua tem Vênus como dispositor (planeta regente do signo), evidenciando o foco nos nossos relacionamentos e parcerias. E Vênus está em Capricórnio, de olho em tudo que tem real valor, nos compromissos que tenham a verdade como sustentação. Para completar, ela mantém firme ligação com Saturno e Mercúrio escorpianos, garantindo a seriedade nas ligações que faz. Como já havia dito antes aqui no Salamalek, Vênus chegou às montanhas com bagagem para se demorar. Ela fica até março do ano que vem e, durante a longa temporada muitas mudanças significativas se processarão em nós, na maneira como conduzimos as nossas relações. Mesmo o que já tem estrutura sólida está sendo testado. O que não tem já vem demonstrando sinais de que não vai aguentar o tranco. O que ainda não sabemos virá à tona no momento certo, e então teremos elementos sólidos para nos ajudar nas escolhas. Mas muita coisa já sabemos, ainda que não comprovadamente, seguem guardadas no silêncio do coração esperando a completa revelação. A intuição é aliada poderosa e quem souber ouvir seus conselhos ganha passos largos no caminho. É hora de conversas importantes que vão ajudar a esclarecer o que está nublado e, para isso também concorre essa lua libriana, em bom aspecto com o sol sagitariano, propiciando a sinceridade aliada à gentileza. Que sejamos igualmente nobres para ter coragem de resolver nossas pendências.

As cartas, mais uma vez em maravilhosa sintonia, nos trazem o Cavaleiro em destaque, influenciado pelo próprio Cavaleiro (Mercúrio) e pelos Caminhos (signo de Libra, onde temos a lua em trânsito). Qual é a dúvida? É a atitude coerente com a palavra que vai nos tirar da encruzilhada e trazer certeza no coração do caminho a seguir.

Hoje vamos de George Gershwin, na lindíssima interpretação de Ella Fitzgerald e Louis Armstrong: Summertime.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho:

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

minor swing


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Mercúrio, na 2ª hora de Marte: O Jardim (8 de Espadas) + as cartas de corte: O Cavaleiro (9 de Copas) e Os Pássaros (7 de Ouros). A carta do jardim rege a casa X da mandala astrológica, nós diante do mundo, nossa meta de realização pessoal, nosso reconhecimento, e diz respeito aos ambientes que frequentamos e como somos influenciados por eles bem como os influenciamos. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel. A carta dos pássaros é regida por Urano, o planeta irreverente que nos traz as coisas de surpresa, e representa romance, alegrias, conversas entre pessoas queridas, leveza, noção de pertencimento, comunicações.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua minguante em Virgem conjunta a Marte e fora de curso (sem aspectos) até às 20h01, quando entra em Libra, em sextil com o Sol em Sagitário. Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer se opõem a Vênus em Capricórnio e fazem trígono com Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião. Netuno em Peixes quadra o Sol em Sagitário e faz trígono com Nodo Norte em Escorpião. Vênus em Capricórnio faz sextil com Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião. Plutão em Capricórnio quadra Urano e faz sextil com Nodo Norte em Escorpião. Marte em Virgem faz sextil com Júpiter retrógrado em Câncer. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Depois de um dia inteiro fora de curso em Virgem, a lua minguante alcança Libra e e se enlaça em bom aspecto com o Sol em Sagitário. A noite traz harmonia e gentileza, bem como belas oportunidades de conciliação pelo diálogo. Em Libra somos chamados a ver e ouvir o outro lado, ponderar e chegar a uma opinião partilhada. Cada ser humano afinal carrega uma bagagem diferente de valores, que faz com que veja as coisas sob a sua verdade, herdada das suas origens e enriquecida ao longo da vida. A lua libriana nos sensibiliza a, se não entender, pelo menos aceitar e respeitar pontos de vista diferentes dos nossos. E, por ser um signo de ar e regido por Vênus, empresta às trocas uma atmosfera gentil e prazerosa. Libra não gosta de grosseria e, por isso escolhe as palavras, pondera. A leveza também é uma forte característica desse signo venusiano. Teremos então, em meio ao cenário pesado que finaliza a difícil lunação escorpiana, dias bastante propícios para conversações, que devem ser aproveitados se há vontade legítima de promover acordos. Amanhã a lua libriana já começa a envolver-se numa quadratura em T com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos e com a Vênus capricorniana, aprofundando o exercício do diálogo, especialmente os mais difíceis, com fantasmas do passado sendo convocados também, mas oferecendo às partes a chance de chegar ao entendimento. A balança de Libra tem um vínculo estreito com a carta da Justiça do Tarot, nos conduzindo a um viés mais racional e menos emocional, embora a metáfora do "coração leve como uma pena" esteja presente no equilíbrio dos pratos dessa balança. Quanto mais verdadeiros formos na nossa expressão, mais perto da harmonia chegaremos.

As cartas nos trazem o Jardim em destaque, influenciado pelo Cavaleiro e pelos Pássaros, em sintonia com o céu, nos convocando ao encontro para conversações com vistas ao entendimento, à harmonia, à colheita de tudo aquilo que plantamos.

Hoje vamos de Django Reinhardt e Stéphane Grappelli, com a leveza deliciosa de Minor Swing.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

terça-feira, 26 de novembro de 2013

repare essas velas no cais...


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Marte, na 2ª hora de Mercúrio: A Chave (8 de Ouros) + as cartas de corte: O Anel (Ás de Paus) e A Casa (♥ Rei de Copas ♥). A carta da chave é regida pelo Sol e representa soluções, o poder de abrir caminhos em nossas mãos. A carta do anel rege o signo de Touro, 1º domicílio de Vênus, e representa as nossas parcerias amorosas e sociedades. A carta da casa rege a casa IV da mandala astrológica, casa de Câncer, onde temos Júpiter retrógrado e Lilith em conjunção exata, e representa segurança emocional, equilíbrio, proteção, bem como o nosso eu, o nosso lar, a nossa intimidade e a nossa família.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua minguante em Virgem em trígono com Plutão em Capricórnio e envolvida em dois bisextis, um com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer e Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião, outro com Vênus em Capricórnio e Mercúrio e Saturno escorpianos. Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer se opõem a Vênus em Capricórnio e fazem sextil com Marte em Virgem. Netuno em Peixes quadra o Sol em Sagitário e faz trígono com Nodo Norte em Escorpião. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries e faz sextil com Nodo Norte em Escorpião. O Sol em Sagitário faz trígono com Urano retrógrado em Áries. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua minguante virginiana espalha excelentes aspectos céu afora, nos dando uma baita força para solucionar nossas pendências, jogar fora o nosso lixo e dar fechamento em assuntos que estiveram suspensos e aguardam resolução. A conversa franca para colocar os pingos nos is também está altamente favorecida. Agora tudo será entendido perfeitamente, basta que as partes tenham disposição para o diálogo. A intuição, super afiada, será uma grande aliada para saber o que falar e o que calar. Também é uma grande aliada para colocar as ideias em ordem no papo sério com os próprios botões. O entendimento de muitas questões vai chegar, mesmo dos assuntos doloridos que antes provocaram mágoas, agora a compreensão e o perdão chegam juntos, não através da razão, mas antes do coração, para então alcançar o intelecto. Uma grande leveza se apossa da alma então. E perdoar não significa que tudo volta a ser como antes, mas apenas que dois seres já cumpriram o que tinham que cumprir juntos e devolvem um ao outro a chave do seu próprio rumo. O importante é a presença do perdão, que chega para rejuntar ou libertar das algemas que já estavam abertas, mas não percebemos que podíamos ter ido embora. Corações pacificados, caminhos livres para que cada um escolha a direção a seguir. A oposição de Vênus com Júpiter retrógrado, que agora está em exata conjunção com Lilith, além de nos mostrar estruturas obsoletas na maneira que nos relacionamos, escancara as carências que viemos carregando nas costas, algumas desde a infância, pesadas, inúteis e, mais do que isso, armadilhas desleais para com as pessoas que fazem parte da nossa intimidade. A possibilidade de enxergá-las se apresenta, e com ela a cura desses padrões. Por tudo isso se faz necessário o olhar para dentro, para ouvir o nosso próprio chamado ecoando de algum lugar do passado. Semana muito especial para acolher-se em primeiro lugar e, de posse de si, resgatar a ternura com que se deve olhar o outro para que ocorra a verdadeira libertação. Que saibamos aproveitar.

As cartas nos trazem a Chave em destaque, com influência do Anel e da Casa, colocando em nossas mãos o poder de transformar as coisas em nós mesmos e nas relações que têm importância em nossas vidas. Vale lembrar que a chave abre portas mas não gira sozinha.

Hoje vamos de Geraldo Azevedo, com a linda Caravana, que ainda vem com mais dois grandes brindes na sequência, igualmente lindos, Talismã e Barcarola do São Francisco. Bora ajustar as velas, meus queridos!

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

no seu espelho desfigurado....


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 2ª hora do Sol: A Cigana (Ás de Espadas) + as cartas de corte: A Torre (6 de Espadas) e A Árvore (7 de Copas). A carta da cigana é regida por Vênus e representa a mim e a todas as mulheres que frequentam o Salamalek Tarot, bem como a mulher mais importante da vida dos homens que passam por aqui. A carta da torre é regida por Saturno e tem uma profunda ligação com a fé e a espiritualidade. Ela nos pede uma postura mais contemplativa e um certo isolamento. A carta da árvore rege o signo de Virgem, onde temos Marte e a própria Lua em trânsito, e nos fala de prosperidade, fortalecimento emocional e bem-aventurança, além de carregar a proteção do orixá das matas, Oxóssi.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua minguante em Virgem em quadratura em T com Netuno em Peixes e Sol em Sagitário, e em bisextil com Plutão em Capricórnio e Nodo Norte em Escorpião. Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer fazem oposição a Vênus em Capricórnio, trígono com Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião e sextil com Marte em Virgem. Netuno em Peixes faz trígono com Nodo Norte em Escorpião. Vênus capricorniana faz sextil com Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A fase minguante, que teve início hoje às 17h25, já pede naturalmente de nós uma postura mais reservada, interiorizada e voltada para as finalizações. Esta lua minguante em especial capricha neste pedido, por estar no criterioso signo de Virgem, já voltado aos processos de limpeza, e por ser o desfecho da lunação escorpiana, orientada para importantes transformações e desapego. Além disso, e para enfatizar ainda mais o processo, a lua se desentende com Sol e Netuno e, ao mesmo tempo se liga em bons aspectos com Plutão e Nodo Norte. Vênus também está em exercício de contradição com Júpiter em marcha a ré de mãos dadas com Lilith (a lua negra), apontando a necessidade de aceitarmos a nossa sombra para alcançarmos a integridade na parte de nós que se relaciona e, para isso também concorre a ligação benéfica desta Vênus com Mercúrio e Saturno conjuntos, a dupla do papo sério. O astral nos convida a mergulhar mais fundo no mundo interior e nos fornece o equipamento para desbravá-lo. Agora o sussurro virou grito em nossos ouvidos, alertando-nos para a necessidade de rasgar o véu das ilusões, que nos impede de enxergar com clareza o nosso norte pessoal. Que caminhos devemos traçar? Estamos nele? Quem são os nossos companheiros de jornada? Quando queremos continuar nos enganando, não há resposta para estas questões. É só observar ao redor de você e mudar a raiz das perguntas. Quem são as pessoas com quem você realmente pode contar? O caminho que você está percorrendo flui ou está empacado? Quando estamos em sintonia com o plano maior traçado para cada um de nós, as coisas fluem. Quanto mais nos afastamos dele, mais difícil se torna o percurso. Sabe quando vem a sensação de que tudo está dando errado e as coisas começam a se acumular como se o mundo estivesse contra nós? Sinal de ponto de mutação. Hora de parar, sentir, refletir e reorientar a bússola. Mas antes disso resolva as pendências. Finalize tudo que não tem mais sentido na sua trajetória. Deixe que as lágrimas lavem e levem os enganos. Os olhos são maravilhosas torneiras para escorrer as mágoas e aliviar a pressão interna, que engorda e adoece. Encare com amor tudo aquilo que aguarda resolução e tenha coragem, por mais difícil que pareça, de enfrentar os desafios. Não deixe fios soltos por aí, eles te farão tropeçar mais adiante. Desembarace-os e os arremate em laços. Depois dos acordos, siga seu rumo. Seu caminho vai ficar mais leve, você vai ver.

As cartas nos trazem a própria Vênus em destaque (A Cigana), com influência da Torre (Saturno) e da Árvore (signo de Virgem, onde temos Marte e a própria Lua em trânsito), mostrando a necessária interiorização para o fortalecimento das nossas raízes. Só assim poderemos dar sustentação à copa, com todas as ricas trocas que ela pode proporcionar. Há ainda um belo convite ao empoderamento implícito nesta tiragem, já que a torre também é vista como ponte entre o céu e a terra e a árvore também remete à nossa ancestralidade.

Hoje vamos de Chico Buarque, com a fantástica As Cartas.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

domingo, 24 de novembro de 2013

amor é fogo que arde sem se ver


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia do Sol, na 2ª hora da Lua: Os Lírios (Rei de Espadas) e o Urso (10 de Paus) saíram juntinhos + as cartas de corte: O Coração (Príncipe de Copas) e A Chave (8 de Ouros). A carta dos lírios tem regência da Lua e representa paz de espírito, harmonia, serenidade, leveza, segurança emocional, além de nos trazer a amorosa e abençoada proteção de Mamãe Oxum. A carta do Urso rege a casa I da mandala astrológica, casa de Áries, esfera do nosso ego, identidade, autoestima e individualidade na jornada da vida, e representa os instintos básicos, demarcação de território, posse, ciúmes, força, poder e também proteção. A carta do coração rege a casa VII, casa de Libra, 2º domicílio de Vênus, esfera dos nossos relacionamentos íntimos e parcerias, e representa envolvimento emocional, amor e paixão. A carta da chave é regida pelo Sol e representa soluções, o poder de abrir caminhos em nossas mãos.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua cheia em Leão fora de curso desde às 07h00 e até às 10h12 de amanhã, quando entra em Virgem, signo em que dará início à fase minguante. Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer fazem oposição a Vênus em Capricórnio, sextil com Marte em Virgem e trígono com Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião. Netuno em Peixes quadra o Sol em Sagitário e faz trígono com Nodo Norte em Escorpião. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries e faz sextil com Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião. Sol sagitariano faz trígono com Urano retrógrado em Áries. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Domingo inteiro com a lua fora de curso em Leão é convite para o dolce far niente criativo. Por ser um dia regido pelo Sol, que tem a vibração do trabalho interior, e estando o Sol sagitariano em trígono com Urano e quadrado a Netuno, é bem possível que tenhamos surpresas que nos ajudem a enxergar com mais verdade o nosso complexo mundo interno, com ajuda divina para remover o véu das ilusões. O ego é o grande entrave na jornada de autoconhecimento que nos traz a cura de padrões sabotadores. Não é um caminho fácil, muito pelo contrário, é desconcertante dar de cara com partes consideradas menos nobres que ao longo da vida vamos camuflando em algum lugar dentro de nós por pura defesa, porque não damos conta de admitir fraquezas. Somos orientados o tempo todo a demonstrar força e sucesso externamente, afinal, o que as pessoas pensariam de nós se enxergassem a nossa sombra? Nossa tendência então é mostrar só o lado bom, bonito e gostoso com medo do julgamento alheio e da nossa não aceitação perante às exigências de perfeição vindas das nossas relações e da sociedade que integramos. Com isso, vamos mascarando o que precisa ser trabalhado em nós para o nosso próprio bem. É a parte de nós que recusamos que vai detonando pouco a pouco a nossa autoestima e nos impede inclusive de aceitar os defeitos das outras pessoas, porque no processo de espelhamento projetamos no outro o nosso lado menos nobre. É mais fácil colocar a culpa no outro. Assim seguimos aparentemente tranquilos com a nossa "perfeição" rodeada de pessoas estragadas. Mas algo dentro de nós por vezes desconfia do porquê de não conseguirmos sustentar uma conversa difícil olho no olho, da qual fugimos exatamente por medo de a acareação nos colocar em contato com a incapacidade de lidar com um problema que é na verdade nosso, e não do outro. Pois é, e quanto mais empurramos as feiúras para debaixo do tapete, mais engordamos o nosso monstrinho que fica à espreita para nos assustar. Então vivemos com medo de perder as pessoas e não assumimos a nossa inteireza, que é humana e é linda. Só quando encaramos o conjunto do que somos, com as imperfeições incluídas, é que nos tornamos capazes de dar e receber amor. De verdade. E o mais curioso de tudo isso é que é o amor é a porta de entrada para que a gente coloque o primeiro pé no caminho da jornada de evolução, que é longa, árdua e de caráter permanente. E apesar de difícil, é muito compensador. De pouco a pouco, os constantes bloqueios são removidos, garantindo um percurso mais fluido das energias em nós. O passaporte para essa grande viagem é feito de um material chamado coragem e leva o carimbo do amor. E enquanto não aceitamos esse importante chamado, somos todos crianças com medo do abandono, a espera de alguém que nos salve, nos cuide, nos ame. Esse alguém somos nós!

As cartas chegam em maravilhosa sintonia, com o Urso e os Lírios disputando o papel principal, influenciados pelo Coração e a Chave, que oferecem exatamente a possibilidade de integrarmos as duas tendências harmonicamente em nós através do amor.

Hoje vamos de Renato Russo, com Monte Castelo.

Gratidão imensa!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

sábado, 23 de novembro de 2013

fool's overture


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Saturno, na 2ª hora de Vênus: Os Pássaros (7 de Ouros) + as cartas de corte: O Cavaleiro (9 de Copas) e O Cigano (Ás de Copas). A carta dos pássaros é regida por Urano, o planeta irreverente que nos traz as coisas de surpresa, e representa romance, alegrias, conversas entre pessoas queridas, leveza, noção de pertencimento, comunicações. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel. A carta do cigano é regida por Marte e representa os homens que visitam este espaço, e o homem mais importante da vida das mulheres desta egrégora.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua cheia em Leão quadrada ao Nodo Norte e a Mercúrio escorpianos e formando o grande trígono de fogo com Urano retrógrado em Áries e Sol em Sagitário. Júpiter retrógrado e Lilith em Câncer estão opostos a Vênus em Capricórnio e fazem trígono com Saturno em Escorpião e sextil com Marte em Virgem. Netuno em Peixes quadra o Sol sagitariano e faz trígono com Nodo Norte em Escorpião. Vênus em Capricórnio faz sextis com Mercúrio e Saturno conjuntos em Escorpião. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries e faz sextis com Mercúrio e Saturno conjuntos e com Nodo Norte, todos em Escorpião. Meio do Céu em Escorpião e Ascendente em Aquário na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua cheia em Leão estende seus braços e forma um lindo e poderoso trígono de fogo com Urano retrógrado em Áries e Sol em Sagitário. O fogo criativo e criador pede passagem e o dia e a noite ganham cara de festa. O astral traz também muita inspiração, intuição, entusiasmo e originalidade. Esqueça a agenda, porque hoje é sábado e porque as coisas podem mudar de repente, inclusive para melhor do que o combinado. Dance, cante, gargalhe e entregue-se ao fluxo, que desta vez flui nas labaredas que trazem a empolgação a galope de volta ao mundo. Faces coradas, brilho nos olhos, coração apaixonado é o que veremos, é o que seremos, é o que temos pra hoje. Nada mal, heim? O clima de festa prossegue amanhã, mas amanhã a lua leonina estará fora de curso o dia inteiro, e o triângulo fogoso já estará desfeito. Então para aproveitar o foco milagroso disponível, é hoje o dia. O potencial criativo é imenso, mas cabe a nós ordenar o fogaréu, senão será apenas fogo de palha. Não vale só pensar, sentir ou falar. Para as ideias geniais, o papel ou o teclado. Para a prece, a chama no pavio. Para a paixão, a vivência, o poema, a mensagem, o calor do fogo correndo nas veias, o sexo. Para aquilo que não cala dentro, a expressão verbal acompanhada do olhar e da atitude, todos numa única direção. Permitam-se. Vivam coisas nunca antes imaginadas. Subam no palco da vida e mostrem com confiança e desejo o seu talento, único, autêntico, original e lindo. Todos temos pelo menos um, deixem que o calor interno o revele. Força no intento, guerreiros!

Sou imensamente grata por fazer deste dia especial, um dia mais que especial para mim. Será a minha estreia no Santo Daime, justo no dia 23, dia do mês dedicado a São Jorge, o guerreiro que guia a minha cabeça e que tem a mesma vibração de São Miguel, o arcanjo, também guerreiro e guardião do fogo sagrado. Os arcanjos são protetores do ritual e nos auxiliam nessa viagem sagrada. Me lembrei de uma frase que desconheço a autoria e que cabe como uma luva para o conselho astral e para a minha noite também:

“Quando foi a última vez que você fez alguma coisa pela primeira vez?”

As cartas nos trazem os Pássaros (Urano) em destaque, com influência do Cavaleiro (Mercúrio) e do Cigano (Marte), num claro incentivo à conduta coerente, com palavra e atitude sintonizadas em nossa postura, como uma flecha que tem rumo e direção e, portanto, sempre há de ter mais chance de encontrar o seu alvo. O universo conspira.

Mas esta combinação vai além. Ela me traz a auspiciosa previsão de uma viagem protegida e abençoada mais tarde, sob a cuidadosa proteção de Miguel (O Cavaleiro) e por certo sob a orientação do condutor do ritual (O Cigano), com grandes possibilidades de fazer contato com o outro lado do véu (Os Pássaros). Emocionada!

Hoje vamos de Supertramp, com a maravilhosa Fool's Overture.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand (O nobre Cavaleiro, embora não seja a carta principal da tiragem, merece o destaque de hoje)

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

a estranha mania de ter fé na vida


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Vênus, na 2ª hora de Vênus: A Casa (♥ Rei de Copas ♥) + as cartas de corte: A Chave (8 de Ouros) e O Buquê (Rainha de Espadas). A carta da casa rege a casa IV da mandala astrológica, casa de Câncer, onde temos Júpiter retrógrado, Lilith e a própria Lua em trânsito, e representa segurança emocional, equilíbrio, proteção, bem como o nosso eu, o nosso lar, a nossa intimidade e a nossa família. A carta da chave é regida pelo Sol e representa soluções, o poder de abrir caminhos em nossas mãos. A carta do buquê é regida por Júpiter, o grande benéfico do astral, e representa sorte, felicidade, mimos, gentileza, belas surpresas e realizações, além da proteção da sábia orixá Nanã Buruquê.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua cheia em Câncer fora de curso (sem aspectos) desde às 05h12 e até às 21h58, quando entra em Leão. Netuno em Peixes quadra o Sol em Sagitário e faz trígono com Nodo Norte em Escorpião. Vênus em Capricórnio se opõe a Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer e faz sextil com Mercúrio e Saturno em Escorpião. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries e faz sextis com Mercúrio e Nodo Norte em Escorpião. Saturno em Escorpião faz trígono com Júpiter em Câncer. Marte em Virgem faz sextil com Júpiter em Câncer. Meio do Céu em Sagitário e Ascendente em Peixes na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Mais um dia inteiro com a lua fora de curso em Câncer, trazendo dispersão para lidar com coisas que precisem de foco. À noite, por volta das 22h00, a lua ingressa em Leão, em trígono com o Sol, que virou sagitariano nesta madrugada. É fogo abençoado que culmina em belo trígono (Sol em Sagitário/Lua em Leão/Urano em Áries) amanhã, pouco antes das 10h00. Como já disse ontem aqui, o Sol alcança o signo do arqueiro com uma composição muito auspiciosa do céu para lhe dar as boas-vindas. Depois do período de depuração, morte e renascimento em Escorpião, chegamos a Sagitário com a lua cheia conjunta a Júpiter, regente de Sagitário, no signo em que o grande benéfico se exalta, Câncer. Além disso, antes de ficar vazia de curso, a lua esteve em bons aspectos com Marte e Saturno. E, ao entrar em Leão mais tarde, será recebida com honras pelo Sol sagitariano. As boas novas inauguram em nós tempos de otimismo, entusiasmo, confiança, fé, espiritualidade, generosidade, estudos avançados, trocas com o exterior ou com pessoas e assuntos distantes, viagens, espírito de aventura, verdade, coragem e muita sorte. Para vergar o arco e lançar as flechas, teremos ainda entusiasmo, foco e atitude responsável, ganhos capitaneados pelos bons contatos de Júpiter e Lua cancerianos com Marte e Saturno quando da chegada do Sol no novo reino. O fogo é o impulso primordial que nos move, é tesão, paixão, vontade. Sagitário é o último signo de fogo, a chama em seu estado mais sutil, o contato com o sublime, com o que não vemos mas sentimos. É a chama purificada dos arcanjos. É o estágio da fé que alcança o milagre, porque vai além da crença, é conduta. Estaremos todos, a partir de hoje e especialmente depois das dez da noite, convidados a integrar essa sintonia elevada, que por certo nos envolverá numa energia de expansão, como se de repente nos liberássemos de pesadas correntes nas quais estivemos presos durante a fase escorpiana, com o astral pesado e os egos pedindo acerto de contas. Agora ombros mais leves, pernas mais fortes, coração robusto, alma leve, mente com bons pensamentos e alegria de viver. Claro que tudo tem um lado bom e outro nem tanto assim. Estaremos mais propensos a exageros, a defender verdades absolutas, a falar demais e esbarrar na grosseria, a ousar demais, a mirar longe e esquecer de cuidar do que está perto. Quanto mais conectados com a nossa verdadeira essência, mais talento e ajuda teremos para acertar o alvo pretendido. Que façamos bom uso então.

As cartas nos trazem a Casa em destaque, com influência da Chave e do Buquê, nos mostrando que temos a chave em mãos agora para fazer a nossa sorte e segurança emocional. É encantador olhar pelo outro lado também, já que a carta da chave é regida pelo sol que é o destaque no céu de hoje com o seu novo endereço, a carta do buquê tem regência de Júpiter (regente de Sagitário), e a carta da casa rege a casa IV da mandala astrológica, casa de Câncer, onde temos Júpíter, Lilith e a própria lua até às dez da noite. Que sintonia!

Em homenagem à minha lua em Sagitário, hoje vamos de Milton Nascimento com a bela Maria, Maria.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

let it grow


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Júpiter, na 2ª hora do Sol: A Cigana (Ás de Espadas) + as cartas de corte: A Lua (8 de Copas) e O Cavaleiro (9 de Copas). A carta da cigana é regida por Vênus e representa a mim e a todas as mulheres que frequentam o Salamalek Tarot, bem como a mulher mais importante da vida dos homens que passam por aqui. A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter, Lilith e a própria Lua em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios e sombras também. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua cheia em Câncer conjunta a Júpiter retrógrado e Lilith, oposta a Plutão e Vênus em Capricórnio, e em trígonos com Mercúrio e com Saturno em Escorpião. Netuno em Peixes quadra o Sol e faz trígono com Nodo Norte, ambos em escorpião. Vênus em Capricórnio se opõe a Júpiter retrógrado em Câncer e faz sextis com Mercúrio e Saturno escorpianos. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries e aplica sextil a Mercúrio em Escorpião. Marte em Virgem faz sextil com Júpiter retrógrado em Câncer. O Sol percorre os últimos graus de Escorpião, ingressando em Sagitário no início da madrugada, pouco antes das duas da manhã. Meio do Céu em Capricórnio e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Embora esteja oposta a Vênus e Plutão, a lua canceriana faz muito bons aspectos com Júpiter e Lilith (conjunção) e com Mercúrio e Saturno (trígonos), despertando em nós a conciliação pelo diálogo responsável, benéfico e profundo. E é através dele que poderemos entrar em contato com aspectos poderosos da nossa sombra, do que mora dentro de nós e atrai, geralmente de forma inconsciente, pessoas e situações que parecem benéficas mas não são. E podemos finalmente chegar à conclusão que mantivemos relações bem próximas com o que nos é nocivo. Quem teve relevações desse tipo deve na verdade comemorar em vez de se entristecer, porque afinal é muito importante saber com quem podemos contar de verdade. Isso vale para amigos, companheiros, sociedades e até familiares. E o mais importante é não se queixar nem acionar o mecanismo carente e sofredor. Deixar ir simplesmente tem um poder de cura sensacional. Sinal que você não mais compactua com aquela energia e, portanto, ela já deu o que tinha que dar em sua vida. Serve como rico aprendizado, inclusive na questão da identificação do que em você atraiu esse tipo de relação não verdadeira. O Sol se despede de Escorpião no comecinho da madrugada. Pouco antes das duas da manhã ele ingressa Sagitário, em dia de Vênus e com a lua canceriana fazendo conjunção exata com Júpiter, o grande benéfico e regente de Sagitário. Além disso, a lua estará em sextil com Marte e em trígono com Saturno, inaugurando em nós um tempo de firmeza, disposição, boa sorte e ação construtiva e responsável. É como despertar o verdadeiro guerreiro que mora dentro, com arco e flechas precisos em mãos movidas pela certeza pura do coração (fé e foco). Que o sol escorpiano leve com ele tudo que não faz mais sentido em nossas vidas, para que o espaço vazio seja preenchido com mais amor, especialmente o próprio. Com os ombros mais leves e munidos de autoconfiança, por certo saberemos escolher melhor nossos alvos.

As cartas nos trazem a Cigana em destaque, com a influência da Lua e do Cavaleiro. Pela terceira vez nesta semana, a cigana e o cavaleiro chegam juntos nas tiragens, atentando por certo para a importância de Vênus (A Cigana) e Mercúrio (O Cavaleiro) em bom aspecto no céu. Para além da intuição aí embutida, estando Mercúrio conjunto ao Nodo Norte em Escorpião e a Vênus capricorniana recém saída do abraço poderoso de Plutão, creio que enfim a compreensão do que tem real valor dentre todas as nossas relações tenha chegado com bastante força, especialmente com a presença da carta da Lua hoje junto à dupla, carta por sinal regente do signo de Câncer, onde temos a própria lua em trânsito.

O bom conselho: continue vibrando amor, porque essa é a melhor e mais poderosa conduta que podemos ter. O que importa é o que você é, a sua essência. Se alguém te der uma rasteira, é problema da pessoa, e não seu. Sossegue o ego, é ele que cria expectativas demais e depois se ressente. No mais, perdoe e deixe ir. Agradeça. Cada um tem seu tempo, a evolução é individual. Deixe só o amor crescer aí dentro e todo o resto há de valer a pena.

Hoje vamos de Renaissance: Let it Grow.

Sinto muito, me perdoa, vos amo, sou grata!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

terça-feira, 19 de novembro de 2013

the logical song


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Marte, na 2ª hora de Vênus: As Estrelas (6 de Copas) + as cartas de corte: A Árvore (7 de Copas) e O Cigano (Ás de Copas). A carta das estrelas rege o signo de Aquário e representa sorte, recompensa, confiança, fé, esperança, segurança emocional e caminhos abertos, além da proteção do nosso anjo da guarda. A carta da árvore rege o signo de Virgem, onde temos Marte em trânsito, e nos fala de prosperidade, fortalecimento emocional e bem-aventurança, além de carregar a proteção do orixá das matas, Oxóssi. A carta do cigano é regida por Marte e representa os homens que visitam este espaço, e o homem mais importante da vida das mulheres desta egrégora.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a lua cheia em Gêmeos fora de curso (Vazia de aspectos) desde às 14h01 e até às 09h24 de amanhã, quando entra em Câncer. Netuno em Peixes quadra o Sol escorpiano. Vênus e Plutão em Capricórnio, ainda conjuntos, quadram Urano retrógrado em Áries. Vênus capricorniana faz sextis com Mercúrio e Nodo Norte conjuntos e com Saturno, todos em Escorpião. Sol em Escorpião faz trígono com Júpiter e Lilith conjuntos em Câncer. Marte em Virgem faz bisextil com Júpiter e Lilith conjuntos em Câncer e com Saturno em Escorpião. Meio do Céu em Capricórnio e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua cheia geminiana está fora de curso até amanhã de manhã, quando entra em Câncer. Mas antes dela ficar vazia, teve uma queda de braço com Marte em Virgem (quadratura), o que pode nos trazer, além da dispersão característica provocada pela lua sem aspectos, um certo gosto de amargura. Estaremos então com a aparência de "no mundo da lua", mas com a temperatura interna bastante elevada pela carga mental tensionada. E isso acontece exatamente no dia em que Quíron, o curador ferido, que esteve retrógrado em Peixes, retoma o movimento direto. A insatisfação pode ganhar lentes de aumento, com um incômodo que não é de pronto identificado, mas que remete às nossas feridas internas, aquelas para as quais temos a receita quando vamos ajudar alguém mas que para nós mesmos não funciona. E, quando nos colocamos no papel de vítima, a tendência é de sangrá-las ainda mais. Falar pode ajudar bastante e, já que estamos com a lua no signo da comunicação, podemos e devemos aproveitar a maré para expressar o que sentimos. Quando falamos, também nos ouvimos e, pelo menos em tese, as coisas ficam mais claras. Se não tiver alguém com quem se abrir, escreva. Tente ordenar no papel as ideias que chegam soltas. Ou fale para si mesmo, em voz alta, diante do espelho. Se tiver vontade de chorar, chore. Ajuda a limpar o coração mergulhado na água, mágoa. Abrir a torneira e deixar sair alivia e, com o coração aliviado, a cabeça pensa melhor. Dê vazão então. Chorar debaixo do chuveiro também é muito bom, alivia poderosamente a tensão e as águas limpam e levam tudo embora. Depois de encontrar o relaxamento, medite, faça conexão com o vazio. Vi outro dia no Facebook um mantra sensacional para acalmar: "Tempestade lá fora, aqui dentro paz", da querida Madalena Tarot. De olhos fechados e em posição confortável, repita isso mentalmente por alguns minutos. Tudo pode continuar do mesmo jeito depois, mas com certeza você terá uma visão diferente das coisas que até então te atormentavam. No mais, aproveite a noite para se distrair, obedecendo a vibração da lua fora de curso. Um bom livro, um bom filme, um passeio ou o travesseiro serão excelentes companheiros. E nada como um dia atrás do outro, né?

As cartas nos trazem As Estrelas em destaque, com a influência da Árvore (Virgem) e do Cigano (Marte). É através da consciência de tudo que somos, aqui bem representada pela carta da árvore, regida pelo critério cuidadoso de Virgem e fazendo uma ponte com a nossa ancestralidade, além do evidente potencial de crescimento que traz implícito, que a nossa ação (Marte) se liberta para alcançar a tão sonhada segurança emocional e bem-aventurança das Estrelas. A hora é de verificar cuidadosamente as asas que nos levarão além, costurando os rasgos e buracos e esticando bem, para que o plano de vôo se cumpra a seguir.

Hoje vamos de Supertramp, com The Logical Song.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

i say a little prayer


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 2ª hora do Sol: O Buquê (Rainha de Espadas) + as cartas de corte: O Cavaleiro (9 de Copas) e A Cigana (Ás de Espadas). A carta do buquê é regida por Júpiter, o grande benéfico do astral, e representa sorte, felicidade, mimos, gentileza, belas surpresas e realizações, além da proteção da sábia orixá Nanã Buruquê. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel. A carta da cigana é regida por Vênus e representa a mim e a todas as mulheres que frequentam o Salamalek Tarot, bem como a mulher mais importante da vida dos homens que passam por aqui.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua cheia em Gêmeos em sextil com Urano retrógrado em Áries. Netno em Peixes quadra o Sol em Escorpião e faz trígono com Mercúrio e Nodo Norte conjuntos, também em Escorpião. Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio quadram Urano retrógrado em Áries e fazem sextis com Saturno e com Mercúrio e Nodo Norte conjuntos, todos em Escorpião. Sol escorpiano faz trígono com Júpiter em Câncer. Marte em Virgem faz bisextil com Júpiter em Câncer e com Saturno em Escorpião. Júpiter e Lilith estão conjuntos em Câncer. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua cheia geminiana está em sextil com Urano. Eita que hoje é dia de rasgar o verbo! Só que não. Embora Gêmeos seja o signo da comunicação, seu regente (Mercúrio) está em Escorpião, e lá ele presta muita atenção, nada lhe escapa, mas falar mesmo que é bom... mais pensa do que fala, e quando fala economiza. Então o astral de hoje está muito mais para percepção e a intuição como uma flecha certeira. A atividade mental também estará bastante alta, com os pensamentos jorrando em profusão e, para os paranóicos de plantão, um reforço nas sugestões totalmente descabidas ativadas pelo monstrinho interno, o danado do ego. Netuno está em trígono com Mercúrio, e aí a via é dupla, a depender da vibração de cada um. Podemos nos inspirar com ideias geniais e enriquecer nossos sonhos com enfeites encantadores, ou podemos acionar a confusão dos pesadelos. Bem, existe uma receitinha básica e abençoada para limpar memórias que pode e deve ser usada sem moderação hoje: Ho'oponopono. Para quem ainda não conhece, é uma poderosa terapia de cura praticada pela repetição de quatro sentenças básicas que têm o poder de acabar com a conversa mental incessante, dentre outros tantos benefícios conquistados pelo praticante ao longo do tempo. As quatro sentenças milagrosas são: Sinto muito, me perdoa, eu te amo, sou grata. Para saber mais, clique aqui. No mais, também temos Vênus e Mercúrio em lindo aspecto, os dois bastante empoderados. Vênus conjunta a Plutão e Mercúrio conjunto ao Nodo Norte. Uma flor rara se oferece, mas ainda são poucos os que sabem apreciar seu perfume. Que a nobreza dessas articulações possam ser captadas por nós com perfeição nesta noite altamente intuitiva, para que com uma nova consciência, mais conectada ao coração, transformemos a nós mesmos e por conseguinte as nossas relações no melhor que podemos ser.

As cartas nos trazem o buquê em destaque, com a influência do cavaleiro e da cigana, duas cartas da tiragem de ontem repetidas hoje por aqui, desta vez a nos mostrar Vênus (A Cigana) que, com a atitude e palavra sintonizadas (O Cavaleiro/Mercúrio), merece alcançar as belas surpresas e realizações do Buquê.

E, só pra evidenciar a sintonia perfeita dessas cartas com o céu, hoje fui eu mesma o exemplo vivo e compartilho com vocês. Minha Vênus caprica (A Cigana/eu mesma), praticamente no mesmo grau da conjunção de Vênus e Plutão, em sextil com Mercúrio (O Cavaleiro), ganhou um presente surpresa (O Buquê). O presente foi uma sandália divina que há tempos namorava e hoje ganhei num sorteio oferecido pela loja, igualmente divina. Sensacional!

Na vibração da gratidão, hoje vamos de Burt Bacharach, na versão original e maravilhosa de Dionne Warwick: I Say A Little Prayer.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

domingo, 17 de novembro de 2013

banho de espuma


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia do Sol, na 2ª hora de Mercúrio: A Cigana (Ás de Espadas) + as cartas de corte: As Estrelas (6 de Copas) e O Cavaleiro (9 de Copas). A carta da cigana é regida por Vênus e representa a mim e a todas as mulheres que frequentam o Salamalek Tarot, bem como a mulher mais importante da vida dos homens que passam por aqui. A carta das estrelas rege o signo de Aquário e representa sorte, recompensa, confiança, fé, esperança, segurança emocional e caminhos abertos, além da proteção do nosso anjo da guarda. A carta do cavaleiro é regida por Mercúrio, planeta responsável pelos pensamentos e comunicações, e representa o portador de mensagens, aquele que leva e traz, que faz e acontece, que vibra coerência entre palavra e atitude, o guerreiro corajoso e veloz. O nobre cavaleiro carrega ainda a proteção dos Exus e do Arcanjo Miguel.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua cheia em Touro fora de curso (vazia de aspectos) até às 22h08, quando entra em Gêmeos em quadratura em T com Sol em Escorpião e Netuno em Peixes. Netuno pisciano quadra Sol e faz trígono com Mercúrio escorpianos. Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio quadram Urano retrógrado em Áries e aplicam sextis a Saturno e a Mercúrio e Nodo Norte conjuntos em Escorpião. Sol em Escorpião está em trígono com Júpiter em Câncer. Marte em Virgem está em bisextil com Júpiter em Câncer e com Saturno em Escorpião. Meio do Céu em Capricórnio e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Tarde e noite de domingo com a lua cheia e fora de curso em Touro. Um belo convite à preguiça e aos prazeres bem degustados. Mais tarde, logo depois das dez da noite, a lua entra em Gêmeos em quadratura em T com Sol e Netuno, convidando ao exercício de remover o véu que nos ilude e impede de enxergar a realidade tal como é. Como a lua geminiana promove o aumento da comunicação, podemos ter grandes insights ou mesmo receber mensagens que tragam importantes esclarecimentos para o que ainda não tenhamos alcançado a devida compreensão. Mas, até lá o momento é de deleite, da entrega à boa mesa, aos sonhos e cochilos, às brincadeiras do amor em lençóis macios e perfumados, ao convite do sofá com um bom livro por companhia. E tem coisa mais gostosa do que relaxar sem culpa e sem pressa? A dica é aproveitar o finalzinho da vibração da lua sensorial em pleno domingo. No mais, estamos no ápice da lunação escorpiana, com a lua cheia na casa de Vênus e a Vênus caprica entregue aos braços do regente dessa lunação, o poderoso Plutão. Há muito ainda a ser revelado desse encontro que, sem dúvida, enche de poder essa Vênus, mergulhada no mito de Perséfone (mitologia grega) e no momento vivenciando-o. É certo que, como no mito, alguma coisa de Hades ela há de ter aceito durante o rapto, o que a faz agora detentora dos mistérios subterrâneos. A Vênus cabra-marinha, cabra-da-montanha, se transforma na própria montanha, especialmente no seu avesso, o lado de dentro, onde agora por certo há atividade vulcânica. Um vulcão reativado, uma Vênus cheia de poder, um encantador misto de Afrodite e Perséfone. Sim, queridos, foi grande a transformação nos relacionamentos, em todos eles, mas especialmente nos íntimos. Ao longo desta semana os detalhes devem se mostrar mais nítidos, nem todos, porque a aura de mistério é um dos ganhos, absolutamente encantador neste caso... o fortalecimento da jóia interna, da autoestima, do tesouro que é pessoal e intransferível. Celebremos!

As cartas nos trazem a própria Vênus em destaque (A Cigana), com a influência das Estrelas e do Cavaleiro. Eita! Olha aí o nobre cavaleiro colocando o céu nas mãos da moça! Sonhos há muito acalentados podem enfim ter encontrado a via de realização. Vale lembrar que a carta do cavaleiro se traduz no 9 de Copas também, e na tiragem de hoje essa correlação faz todo sentido, sendo o 9 de Copas um realizador de desejos e estando de mãos dadas com a carta da sorte e da recompensa (As Estrelas). Lindo demais!

Para saudar o poder de Vênus, a canção de hoje vem da querida (e também poderosa) Rita Lee: Banho de Espuma.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

sábado, 16 de novembro de 2013

porto


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Saturno, na 2ª hora do Sol: A Chave (8 de Ouros) + as cartas de corte: O Sol (Ás de Ouros) e A Árvore (7 de Copas), de novo! A carta da chave é regida pelo Sol e representa soluções, o poder de abrir caminhos em nossas mãos. A carta do sol rege o signo de Leão e nos traz caminhos abertos e abençoados, iluminação, prosperidade, vigor, clareza, sabedoria e cura. O Sol carrega a abençoada proteção de Oxalá. A carta da árvore rege o signo de Virgem, onde temos Marte em trânsito, e nos fala de prosperidade, fortalecimento emocional e bem-aventurança, além de carregar a proteção do orixá das matas, Oxóssi.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua crescente em Touro oposta ao stellium em Escorpião (Nodo Norte e Mercúrio conjuntos, Sol e Saturno), em trígono com Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio, participando de bisextil com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer e com Marte em Virgem e ativando um retângulo místico com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer, Saturno em Escorpião e Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio. Netuno em Peixes faz trígono com Mercúrio escorpiano. Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio quadram Urano retrógrado em Áries e fazem sextil com Nodo Norte e Mercúrio conjuntos em Escorpião. Sol escorpiano faz trígono com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer. Marte em Virgem faz bisextil com Júpiter retrógrado em Câncer e com Saturno em Escorpião. Meio do Céu em Capricórnio e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua taurina, na véspera de sua plenitude, ativa um retângulo místico, aspecto facilitador formado por trígonos e sextis que se unem na criação de uma figura geométrica retangular que esconde em seu interior duas oposições. O aspecto envolve signos de terra (Touro e Capricórnio) e de água (Câncer e Escorpião), enfatizando esses elementos e os eixos envolvidos. Ao mesmo tempo, a lua chama Marte em Virgem, signo de terra também, através de trígono. Há um grande potencial realizador no céu, culminando com a fase cheia da lua, que tem início amanhã às 13h16. Além disso, há uma grande oferta de conciliação das desarmonias, demonstrada pelos aspectos facilitadores do retângulo místico, como um grande abraço nos conflitos que estão ali para dificultar, mas também contêm em si a genialidade da superação. Toda contradição pode ser transcendida quando há vontade amorosa nessa direção. O momento é bastante intenso e ao mesmo tempo pleno de capacidade transformadora. Para isso, entretanto, é necessário fazermos a nossa parte no sentido de promover essas transformações. Senão as dificuldades apenas seguem mascaradas pela aparente harmonia que as esconde, como sujeiras acumuladas por baixo de um belo tapete. Nesse sentido, Marte virginiano em bom aspecto com Saturno escorpiano pede de nós a ação responsável e eficaz. No entanto, para quem já tem se empenhado na busca de relações mais honestas, consigo mesmo em primeiro lugar, e em todos os relacionamentos, o astral traz a promessa de concretizações. O que me vem é a imagem forte do mar quebrando na praia, conduzindo as emoções (água) a um porto seguro e acolhedor (terra), dando finalmente forma paupável aos sonhos acalentados, nutridos, cuidados... a grata transmutação da semente em seu potencial, a árvore frondosa.

As cartas nos trazem a Chave em destaque, influenciada pela Sol e a Árvore, nos mostrando que há um incrível potencial curativo e transformador a disposição e, mais do que isso, coloca em nossas mãos a capacidade de promovê-lo.

"E há que se cuidar do broto. Pra que a vida nos dê flor e fruto."
(Milton Nascimento em Coração de Estudante).

Hoje vamos de Dori Caymmi, com canção lindíssima e bastante afinada com o céu: Porto.

Gratidão e linda lua cheia para todos nós!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

fragile


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Vênus, na 2ª hora de Marte: O Anel (Ás de Paus), de novo! + as cartas de corte: Os Pássaros (7 de Ouros) e A Árvore (7 de Copas). A carta do anel rege o signo de Touro, 1º domicílio de Vênus, e representa as nossas parcerias amorosas e sociedades. A carta dos pássaros é regida por Urano, o planeta irreverente que nos traz as coisas de surpresa, e representa romance, alegrias, conversas entre pessoas queridas, leveza, noção de pertencimento. A carta da árvore rege o signo de Virgem, onde temos Marte em trânsito, e nos fala de prosperidade, fortalecimento emocional e bem-aventurança, além de carregar a proteção do orixá das matas, Oxóssi.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua crescente em Touro oposta a Mercúrio e Nodo Norte em Escorpião, em sextil com Netuno em Peixes e em trígono com Vênus e Plutão em conjunção exata em Capricórnio. Netuno em Peixes faz trígono com Mercúrio escorpiano. Vênus e Plutão conjuntos quadram Urano retrógrado em Áries e aplicam sextil a Nodo Norte em Escorpião. Marte em Virgem está em bisextil com Júpiter em Câncer e com Sol e Saturno em Escorpião. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua já chegou em Touro, signo no qual será cheia no domingo, em oposição ao stellium escorpiano. Momento de intensidade crescente e, com a lua oposta a Mercúrio, o exercício do diálogo pede atenção especial, exigindo de nós uma amorosidade maior para não correr o risco de magoar com a nossa fala, conduzida mais pela emoção do que pela razão. Por outro lado, é exatamente por aí que podemos alcançar o entendimento profundo, se nos empenharmos em superar a contradição sugerida. A lua no signo de Touro é bastante auspiciosa, por ser este o signo da sua exaltação, além de ser o domicílio natural de Vênus, com quem aliás a lua taurina está em aspecto facilitador. Além de Vênus, ela também se enlaça harmonicamente com Netuno, nos convidando a uma noite de harmonia, romance e lindos sonhos. Para aprofundar ainda mais o cenário, Plutão faz encaixe perfeito com Vênus, em conjunção exata. Lá do fogo de Áries, Urano continua desafiando a dupla, mas a provocação pode virar estímulo para quem está bem resolvido, trazendo ingredientes surpresa que podem servir para temperar com novidades bem-vindas em vez de provocar estragos. O céu enfatiza dois elementos harmônicos: água e terra. Depende de nós utilizá-los na proporção certa para não desandar. Unidos, podem fazer lama ou barro nutritivo e construtor, nos dando condições de reforçar as bases e expandir com firmeza as nossas mais importantes construções emocionais.

As cartas nos trazem mais uma vez o Anel em destaque, influenciado pelos Pássaros e pela Árvore, mostrando que o diálogo amoroso não só fortalece a raiz, mas enriquece a colheita e recupera poderosamente o brilho das alianças que são caras ao nosso coração.

Hoje vamos mais uma vez de Sting, com a sensível e maravilhosa Fragile.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

desert rose


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Júpiter, na 2ª hora de Júpiter: O Anel (Ás de Paus) + as cartas de corte: O Coração (Príncipe de Copas) e A Casa (Rei de Copas). A carta do anel, de novo hoje por aqui, rege o signo de Touro, 1º domicílio de Vênus, e representa as nossas parcerias amorosas e sociedades. A carta do coração rege a casa VII, casa de Libra, 2º domicílio de Vênus, esfera dos nossos relacionamentos íntimos e parcerias, e representa envolvimento emocional, amor e paixão. A carta da casa rege a casa IV da mandala astrológica, casa de Câncer, onde temos Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos, e representa segurança emocional, equilíbrio, proteção, bem como o nosso eu, o nosso lar, a nossa intimidade e a nossa família.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua crescente em Áries quadrada a Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer. Netuno em Peixes faz trígono com Mercúrio em Escorpião. Vênus e Plutão em Capricórnio, que se aproximam da exata conjunção, quadram Urano retrógrado em Áries e fazem sextis com Mercúrio e Nodo Norte conjuntos em Escorpião. Marte em Virgem está em bisextil com Júpiter retrógrado e Lilith cancerianos e Sol e Saturno escorpianos. Meio do Céu em Sagitário e Ascendente em Peixes na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua crescente em Áries já se desvencilhou da conjunção com Urano retrógrado e agora quadra Júpiter e Lilith cancerianos, nos incitando a exageros de toda ordem, mas especialmente os emocionais. Aliás, intensidade pouca é bobagem no dia de hoje, que aproxima ainda mais Vênus e Plutão, com Urano puxando a cordinha do inusitado lá do outro lado. Por volta das sete da noite, pra combinar com a véspera de feriado, a lua fica vazia (fora de curso), e assim permanece até às 12h50 de amanhã, quando entra em Touro. A noite promete prazeres intensos e, com requintes de luxúria incluídos. Ui! O mundo feminino estará irresistível e há que se ter cuidado para que o encanto em profusão não descambe em disputas e cenas desnecessárias de ciúmes. Sim, porque com Mercúrio em Escorpião em contato direto com essa vênus a la perséfone, a obsessão estará rondando e o destempero pode chegar de surpresa. Em meio a tantas incertezas, típicas da influência de Urano, pelo menos uma coisa é certa: vai ter muita autoestima subindo no salto quinze. Isso pode ser bom e ruim, depende de como o ser vivente lida com o assédio. Se sentir amado é bom e faz bem pra saúde, mas chafurdar na fogueira das vaidades e se achar melhor que todo mundo é endereço certo pra ressaca moral e emocional no dia seguinte, além de ser recibo incontestável de insegurança emocional. Tem mais, e essa é a parte mais importante: as provocações hoje podem ser bem perigosas. Então minha gente, só pra lembrar o que já sabemos, a receita está no equilíbrio. Não que a gente tenha que ficar se vigiando pra se manter "em cima do salto", expressão e conduta bem pobre de espírito aliás, mas em noite de excessos soltos e cheios de poder, que tal ir sem salto? Leia-se: desarmem-se! É assim que a noite pode ser perfeita... divertida, interessante e caliente.

As cartas nos trazem o Anel em destaque, com influência do Coração e da Casa. Tiragem muito interessante considerando o ganho na autoestima previsto para hoje. E é justamente dos relacionamentos que o presente virá ou, melhor ainda, esse tempero chega para fortalecer ainda mais as relações. Observem mais uma encantadora curiosidade; há um ganho visível, um amadurecimento emocional na sequência das cartas de corte, ambas do reino de Copas. O príncipe (O Coração) ganha a coroa de Rei (A Casa). E a carta que resulta disso é um Ás de Paus (O Anel), colocando o bastão de poder nas mãos desse Rei. Lindo, não?

Para homenagear essa vênus caprica cheia de poder, abraçada a Plutão e provocada por Urano em Áries, hoje vamos de Sting, com a deliciosamente sensual Desert Rose.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand (embora não seja a carta principal, não imagem mais apropriada para o dia do que esse coração em chamas)

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

crazy


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Mercúrio, na 2ª hora da Lua: A Cegonha (Rainha de Copas) + as cartas de corte: A Cegonha (de novo!) e O Anel (Ás de Paus). A carta da cegonha, dobrada hoje por aqui, rege o signo de Áries, exatamente onde temos Lua e Urano em trânsito, o planeta irreverente que muda as coisas sem aviso. A Cegonha representa novidades, surpresas, mudanças repentinas e para melhor. A carta do anel rege o signo de Touro, 1º domicílio de Vênus, e representa as nossas parcerias amorosas e sociedades.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua crescente em Áries conjunta a Urano e quadrada a Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio. Netuno em Peixes retoma movimento direto em trígono com Mercúrio em Escorpião. Vênus em Capricórnio faz sextil com Mercúrio e Nodo Norte em Escorpião, novamente conjuntos. Marte em Virgem participa de bisextil com Júpiter e Lilith em Câncer e Sol e Saturno em Escorpião. Meio do Céu em Capricórnio e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua está em Áries de mãos dadas com Urano e, no avanço da fase crescente e da crescente intensidade inerente, se envolve diretamente no embate da quadratura entre Urano e Plutão, que por sua vez está enlaçado a Vênus. A lua fogo-nas-ventas e a vênus cabra-da-peste empoderadas e conflitantes. O desafio é rápido como um rastilho de pólvora, porque a lua não se demora, já já se desvencilha e segue seu rumo, mas a rapidez não tira a intensidade da troca, e por certo isso vai abalar algumas certezas da Vênus dona do foco, que inclusive permanece no abraço de Plutão, mais forte a cada dia que passa e em exata fusão no começo da noite de sábado, quando a lua já estará em Touro e quase plena (fase cheia às 13h16 de domingo, 17/11). Uau! A temperatura promete esquentar bastante, e o fogo que aquece o termômetro já começa a demonstrar seu poder desde hoje. O que estiver na beirada do abismo vai ter muita dificuldade em se equilibrar. A mudança pede passagem faz tempo, agora ela não pede mais, empurra. Hoje também Netuno pisciano chega ao fim do período de revisão, retomando movimento direto agora, às 16h42. E ele está em trígono com Mercúrio escorpiano, que já retoma conjunção com Nodo Norte e ambos se ligam a Vênus também em bom aspecto (sextil). Muita compreensão há de nascer daí, especialmente no que diz respeito a ilusões. É claro que isso pode envolver decepções também, mas antes a dor da verdade do que uma vida de enganos. Momento decisivo na avaliação de compromissos de qualquer natureza. Essa Vênus não está de brincadeira e talvez por isso tenha trazido bagagem para se demorar quatro meses nas montanhas. Ou finca a bandeira ou nada. Parcerias, casamentos, namoros, contratos... tá tudo lá na sua listinha, para ser sublinhado ou riscado, e os acontecimentos de hoje, tão à mercê do fogo cruzado, por certo contarão pontos valiosos no balanço final. Áries rege a cabeça. O bom conselho é, se possível, manter a cabeça no lugar por hoje, pelo menos enquanto a nervosa conjunção da lua e Urano arianos dominam o astral, para que não se confunda coragem com ignorância e numa atitude afoita se coloque a perder o que tem valor.

E por falar em coragem, a tônica desses tempos e uma das qualidades da lua ariana, aqui vai novamente bela e merecida citação:

"O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem."
João Guimarães Rosa

Mais uma vez em perfeita sintonia, as cartas nos trazem a Cegonha dobrada e O Anel, anunciando mudanças inesperadas nos relacionamentos e parcerias.

Hoje vamos de Willie Nelson, em versão lindíssima de Diana Krall e Elvis Costello, que inclui o próprio compositor como convidado mais que especial: Crazy.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

terça-feira, 12 de novembro de 2013

se o homem foi feito pra voar


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Marte, na 2ª hora de Vênus: O Cigano (ás de Copas) + as cartas de corte: A Casa (♥ Rei de Copas ♥) e A Árvore (7 de Copas). A carta do cigano é regida por Marte e representa os homens que visitam este espaço, e o homem mais importante da vida das mulheres desta egrégora. A carta da casa rege a casa IV da mandala astrológica, casa de Câncer, onde temos Júpiter retrógrado e Lilith em trânsito, e representa segurança emocional, equilíbrio, proteção, bem como o nosso eu, o nosso lar, a nossa intimidade e a nossa família. A carta da árvore rege o signo de Virgem, onde temos Marte em trânsito, e nos fala de prosperidade, fortalecimento emocional e bem-aventurança, além de carregar a proteção do orixá das matas, Oxóssi.

Breve explanação sobre a tiragem de hoje:
Eita, olha aí Marte/O Cigano de novo! E a árvore também. Ontem inclusive a carta da árvore era a dona do papel principal, mas pela importância de Marte no contexto do céu, dei a ele o destaque. Chamei, né? Hoje, no dia regido por ele, deu ele na cabeça. E, reparem: ontem tivemos 3 cartas de Copas, hoje temos novamente 3 cartas de Copas. Copas vibra emoção, sentimentos, e as cartas chegam perfeitamente conciliadas com o momento astrológico. A diferença entre ontem e hoje vem da substituição da lua pela casa. Muito bom! Sinal que o namoro intuitivo com as sombras trouxe equilíbrio e segurança emocional.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua crescente em Peixes se opõe a Marte em Virgem, faz trígono com Lilith em Câncer e aciona o grande trígono das águas com Júpiter retrógrado em Câncer e com Sol em Escorpião. Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio quadram Urano retrógrado em Áries, fazem sextil com Nodo Norte escorpiano e se alinham em bisextil com Netuno retrógrado em Peixes e com Mercúrio em Escorpião. Marte em Virgem faz bisextil com Júpiter retrógrado em Câncer e com Sol e Saturno escorpianos. Meio do Céu em Capricórnio e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Permanece no céu de hoje o poderoso trígono das águas capitaneado pela Lua crescente em Peixes, que une forças com Sol e Júpiter. O aspecto benéfico se expande através de bisextil que convoca Marte também. O desenho no mapa é o de uma pipa, formada pela reunião cooperativa de planetas através de aspectos facilitadores, e com uma contradição no recheio, que é a espinha dorsal desta pipa. O aspecto que oferece tensão é a oposição entre a lua pisciana e o Marte virginiano. Então temos uma desarmonia sugerida entre feminino (Lua) e masculino (Marte), ou entre emoção e ação, e na verdade é justamente para a harmonização desses dois polos que tudo concorre, através dos trígonos e sextis que promovem um grande abraço no elemento conflitante. Trocando em miúdos, temos o exemplo do céu para seguir e por ele somos influenciados, nos empoderando e conduzindo a nossa ação para desembaraçar os nós emocionais. O céu inteiro converge para a força harmonizadora e, mais do que isso, nos capacita emocionalmente para agir nessa intenção. Há um fortalecimento da autoestima implícito, para que a capacidade de entendimento seja superior a do conflito. Além disso, como disse aqui ontem, também temos a oportunidade de realizar nossos desejos. Para isso, entretanto, é necessário que acreditemos. Não seria exagero traduzir o momento com a célebre frase "a fé remove montanhas". O eixo em destaque inclusive é o do micro e do macro (Virgem e Peixes), enfatizando o poder do cuidado nas pequenas coisas para a conquista das grandes coisas guardadas no mistério que o todo engloba. O segredo está na força da intenção, que quando corretamente empregada, se transforma naquilo a que chamamos milagre. O que precisamos entender é que também somos agentes das transformações que queremos. Que o sopro criador nos contemple!

As cartas trazem a nossa ação (O Cigano/Marte) em destaque, empoderada pela segurança emocional (A Casa) e pela bem-aventurança e capacidade de expansão dos nossos intentos (A Árvore).

Hoje vamos de Tom Jobim, com a lindíssima Bôto.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

reconvexo


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia da Lua, na 2ª hora de Marte: A Árvore (7 de Copas) + as cartas de corte: O Cigano (Ás de Copas) e A Lua (8 de Copas). A carta da árvore rege o signo de Virgem, onde temos Marte em trânsito, e nos fala de prosperidade, fortalecimento emocional e bem-aventurança, além de carregar a proteção do orixá das matas, Oxóssi. A carta do cigano é regida por Marte e representa os homens que visitam este espaço, e o homem mais importante da vida das mulheres desta egrégora. A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter e Lilith em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios e sombras também.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua crescente em Peixes conjunta a Netuno retrógrado, oposta a Marte em Virgem, em trígonos com Saturno e Nodo Norte escorpianos e participando de bisextil com Mercúrio em Escorpião e Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio. Vênus e Plutão conjuntos em Capricórnio também quadram Urano retrógrado em Áries e aplicam sextil ao Nodo Norte em Escorpião. Sol e Saturno conjuntos em Escorpião fazem bisextil com Júpiter retrógrado e Lilith em Câncer e com Marte em Virgem. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Touro na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua crescente pisciana se enreda em poderosos aspectos, nos acenando com a possibilidade de conquistas. Ainda hoje, logo depois das sete e meia da noite, esse poder se amplia, com a formação de um grande trígono unindo forças dos planetas nos três signos de água e convocando, através de aspecto igualmente benéfico, Marte em Virgem para colocar o seu selo realizador. Sim, porque a água carreia os pedidos e, nesta poderosa formação, capta os nossos mais fortes anseios e faz a conexão com o alto, encaminhando-os. Mas, além de termos a chance de comunicação com o alto através da fé, temos também o auxílio luxuoso do poder realizador da terra através de Marte, o guerreiro, lá no caprichoso signo de Virgem, quem sabe colocando o povo todo alinhadinho (bem ao estilo organizacional virginiano) numa fila, para receber em mãos os desejos concretizados? E tudo isso justo na fase crescente da lua, que naturalmente coloca em marcha progressiva os nossos intentos. A ajuda também chega especialmente para a resolução de conflitos emocionais, com a chance de entendimento através da postura amorosa. São os sentimentos que estão em foco neste céu tão molhado. E o milagroso aspecto permanece coroando o astral de amanhã também. Mercúrio, o negociador, embora também esteja em signo de água, não está diretamente envolvido no grande trígono, mas encontra-se em poderosa ligação com Netuno pisciano (água) e com Vênus e Plutão em Capricórnio (terra), oferecendo sua força ao poder realizador que, neste caso, com Vênus envolvida, aponta diretamente para os nossos relacionamentos. Então, queridos, aproveitem a linda e poderosa oferta do céu, como um grande portal nos convidando a harmonizar nossas questões emocionais, bem como nos dando a possibilidade de materializar os nossos mais caros sonhos. A receita para se alinhar com a vibração milagrosa é acreditar. Façam suas apostas!

As cartas nos trazem a Árvore em destaque, com a influência do Cigano (Marte) e da Lua, casando intuição com vontade e poder realizador, para que a nossa semente plantada lá atrás, no comecinho desta lunação escorpiana, possa finalmente tomar corpo e anunciar a promessa de uma farta colheita (A Árvore).

E o céu de hoje me fez lembrar de uma canção que adoro, cujo nome título foi criado para lançar uma contradição a outro nome (recôncavo), e ambos me remetem às partes que formam o todo de uma esfera, como duas metades de uma laranja ou, no contexto maior que nos interessa, céu e terra, em cima e embaixo. De Caetano Veloso, por Maria Bethânia: Reconvexo.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand (o cigano realizador ganhou meu coração hoje e por isso merece o destaque da postagem, ainda que não seja a carta principal)

domingo, 10 de novembro de 2013

abri a porta...


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia do Sol, na 2ª hora de Mercúrio: A Chave (8 de Ouros) + as cartas de corte: A Chave (de novo!) e A Lua (8 de Copas). A carta da chave é regida pelo Sol e representa soluções, o poder de abrir caminhos em nossas mãos. A carta da lua rege o signo de Câncer, onde temos Júpiter e Lilith em trânsito, e nos fala de honrarias por merecimento, envolvimento emocional na questão, intuição, mistérios e sombras também.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua crescente nos últimos graus de Aquário e fora de curso (vazia de aspectos). Logo na primeira hora de amanhã, pouco depois de meia-noite e meia, a lua entra em Peixes e se une a Netuno retrógrado. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries e faz sextil como Nodo Norte em Escorpião. Vênus em Capricórnio já começa conjunção com Plutão, também quadra Urano retrógrado em Áries e participa de bisextil com Mercúrio escorpiano em fase final de retrogradação e com Netuno retrógrado em Peixes. Sol e Saturno conjuntos participam de bisextil com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer e com Marte em Virgem. Meio do Céu em Capricórnio e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Mais um dia inteiro com a lua fora de curso, agora já crescente e se despedindo de Aquário. Logo na primeira hora de amanhã, pouco depois de meia-noite e meia, a lua entra em Peixes e se une a Netuno retrógrado, participando ativamente do lindo e auspicioso bisextil com Vênus em Capricórnio (que já inicia conjunção com Plutão) e com Mercúrio, que já estará então em movimento direto (a retrogradação chega ao fim ainda hoje, pouco depois das sete da noite). Na fase crescente da lua começamos a ter resposta dos nossos intentos, plantados no início da lunação, que começam agora a dar sinais de progresso, se for o caso, para culminarem em realização plena quando alcançarmos a fase cheia. Depois do estado de relaxamento promovido por um domingo de lua vazia, estaremos prontos para aprofundar a conexão intuitiva com o mistério divino e dele receber preciosas mensagens que estarão claramente ativadas e disponíveis no início da madrugada, quando é bem possível que, pelo adiantado da hora, já nos alcancem em sonhos. A lua dá as mãos a Netuno e os dois chamam Vênus, Plutão e Mercúrio para uma reunião amistosa e cheia de ricos entendimentos. Um sopro no véu que nos impede entender os mecanismos ocultos do universo, nos dando a chance de penetrar o outro lado e de lá trazer os elos que farão os engates da trama para uma compreensão mais acurada do conjunto. Levem caneta e papel para a cama, anotem o que vier, porque pode ser que o sentido não venha de imediato, mas os próximos dias o trarão, esclarecendo dúvidas e nos emprestando poder para ajustar nossos sonhos e projetos, aparando as arestas e deixando-os mais afinados com o propósito maior que torna possível sua realização.

As cartas, encantadoramente sintonizadas com o céu, nos trazem a dobradinha da chave, com a lua por recheio, reafirmando o poder de adentrar nos mistérios e de lá sair com a senha para promover importantes soluções em nossas vidas. Que sejamos capazes de acessar os esclarecimentos tão generosamente oferecidos.

Hoje vamos de Dominguinhos e Gilberto Gil, pelos queridos da banda A Cor do Som: Abri a Porta.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand

sábado, 9 de novembro de 2013

muito obrigada amigo, por você ter me ouvido


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Saturno, na 2ª hora de Vênus: A Árvore (7 de Copas) + as cartas de corte: A Casa (♥ Rei de Copas ♥) e O Cão (10 de Copas). A carta do cão rege a casa XI da mandala astrológica, casa do signo de Aquário, onde temos a lua em trânsito, com regência de Urano e lugar do mapa que fala sobre as nossas amizades e convívio social. O cão representa os nossos amigos e companheiros leais. A carta da árvore rege o signo de Virgem, onde temos Marte em trânsito, e nos fala de prosperidade, fortalecimento emocional e bem-aventurança, além de carregar a proteção do orixá das matas, Oxóssi. A carta da casa rege a casa IV da mandala astrológica, casa de Câncer, onde temos Júpiter retrógrado e Lilith em trânsito, e representa segurança emocional, equilíbrio, proteção, bem como o nosso eu, o nosso lar, a nossa intimidade e a nossa família.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua nova em Aquário em quadratura com Saturno e Sol conjuntos e com Nodo Norte escorpianos e em sextil com Urano retrógrado em Áries. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries e faz sextil com Nodo Norte em Escorpião. Vênus em Capricórnio quadra Urano e participa de bisextil com Mercúrio retrógrado em Escorpião e com Netuno retrógrado em Peixes. Sol em Escorpião, conjunto a Saturno, faz trígono com Júpiter retrógrado em Câncer e participa de bisextil com Lilith em Câncer e com Marte em Virgem. Meio do Céu em Aquário e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
A lua aquariana se liga a Urano em aspecto amistoso, ativando a intuição e a criatividade, com ideias originais e revolucionárias. Mas ela também quadra Sol, Saturno e Nodo Norte, trazendo um ar meio rabugento ao dia, nos exigindo um esforço para externar sentimentos e comprometendo um pouco o compartilhamento e consequente enriquecimento desses insights criativos. Mas ainda assim estamos sob a lua aquariana, a que naturalmente congrega amigos, e alguns deles correm o risco de passar uma postura mais reservada e de poucas palavras. Mas, afinal, amigo é pra essas coisas mesmo, né? Amigo de verdade entende os humores do outro e respeita. E a noite de hoje difere da de ontem, pedindo uma pegada mais para un petit comité, com poucos e bons amigos e ambientes mais reservados, ou até mesmo em casa, com aqueles amigos-irmãos que compartilham da nossa intimidade. Assim estarão favorecidos diálogos mais fraternos, favorecendo a abertura dos que estiverem mais ensimesmados, que podem inclusive ter a grata surpresa de melhorar a vibração. E amanhã, pouco depois das sete da noite, Mercúrio volta ao movimento direto, normalizando o fluxo das comunicações e das trocas em geral.

As cartas nos trazem a Árvore em destaque, com influência da Casa e do Cão, reafirmando o tom mais tranquilo da noite e convidando a trocas com os amigos leais, aqueles que sempre têm a palavra que precisamos ouvir e que têm o dom de fortalecer a nossa autoestima e segurança emocional.

Hoje vamos de Aldir Blanc, pelos quatro amigos que formam o MPB4: Amigo é Pra Essas Coisas.

Gratidão!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Mystical Lenormand (e é claro que a carta do Cão merece o destaque do dia!)

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

bola de meia, bola de gude


Olá, queridos!

Cartas de hoje, dia de Vênus, na 2ª hora da Lua: O Navio (10 de Espadas) + as cartas de corte: O Buquê (Rainha de Espadas) e A Criança (Príncipe de Espadas). A carta do navio é muito abençoada, ela rege a casa IX da mandala astrológica, casa de Sagitário (signo regido por Júpiter), e representa coisas boas vindo de longe para nós e também representa uma completa transformação, muito auspiciosa na nossa própria jornada. O Navio nos traz ainda as bênçãos da orixá Iemanjá. A carta do buquê é regida por Júpiter, o grande benéfico do astral, e representa sorte, felicidade, mimos, gentileza, belas surpresas e realizações, além da proteção da sábia orixá Nanã Buruquê. A carta da criança rege a casa V da astrologia, casa dos filhos, da criatividade e dos prazeres, e representa pureza, espontaneidade, alegria e energia criativa. A Criança carrega a proteção dos Erês.

Aspectos do Céu:
No céu do dia temos a Lua nova nos últimos graus de Capricórnio e fora de curso (sem aspectos), até mais tarde, por volta das nove e meia da noite, quando ingressa em Aquário. Plutão em Capricórnio quadra Urano retrógrado em Áries, faz sextil com Nodo Norte escorpiano e participa de bisextil com Marte em Virgem e Sol e Saturno conjuntos em Escorpião. Vênus em Capricórnio faz sextil com Nodo Norte em Escorpião e bisextil com Mercúrio retrógrado em Escorpião e com Netuno retrógrado em Peixes. Sol e Saturno conjuntos em Escorpião fazem bisextil com Marte em Virgem e com Júpiter retrógrado e Lilith conjuntos em Câncer. Meio do Céu em Capricórnio e Ascendente em Áries na hora da tiragem das cartas.

Conselho do Dia:
Com a lua fora de curso vocês já sabem, né? A receita básica é não se esforçar muito na resolução de coisas práticas e que exijam foco demais. Ainda bem que é sexta-feira e o clima já começa a incorporar o dolce far niente do fim de semana. Mas para quem ainda precisa arrematar responsabilidades antes de relaxar, atenção redobrada para não fazer mal feito e ter que consertar depois. Mais tarde, por volta das nove e meia, a lua ingressa Aquário, a lua dos amigos, e a noite encontra encanto exatamente aí, junto aos grupos nos quais trocamos ideias e afetos. Bom para reabastecer de alegria o coração que andou pesado com a correnteza emocional dos últimos dias. Mas ainda assim é preciso cuidado com a fala para não cometer gafes ou magoar algum querido sem querer, porque a lua aquariana quadra Mercúrio, que já não anda lá muito confiável por estar retrógrado, causando desajustes entre o que é dito e o que é entendido. Ainda bem que a marcha a ré está quase no fim, domingo Mercúrio volta ao movimento direto e o fluxo das conversas também. Mas na noite de hoje, com ele ainda retrógrado e Júpiter também, é bem provável que a prosa com os amigos gire em torno das peripécias da infância ou dos tempos da juventude, trazendo de volta lembranças gostosas de tempos felizes e despreocupados, e quem sabe até trazendo de volta pessoas também... velhos amigos podem dar as caras para deixar ainda mais animados os encontros. E, com bebidas por perto, o saudosismo pode bater forte também, no sentimento de ausência daqueles que agora estão longe ou até mesmo em outra dimensão.

As cartas nos trazem o navio em destaque, com a influência do buquê e da criança, chamando mais uma vez a nossa atenção para o resgate da alegria (o buquê/Júpiter retrógrado) da nossa criança interior (a criança), que pede para ser acolhida e incorporada à nossa jornada (o navio/Júpiter). Deixa ela chegar!

E olha o Bituca aí de novo, minha gente! Desta vez trazendo toda a alegria que a nossa criança merece! Bola de Meia, Bola de Gude.

Lindo começo de fim de semana pra nós!
_/\_

Texto: Lilian Guedes
Baralho: Judith Bärtschi Lenormand